⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-08T14:16:50-03:00
Camille Lima
A ENCOMENDA DE MILHÕES

Eve, da Embraer (EMBR3), recebe investimento de US$ 15 milhões da United e encomenda de até 400 eVTOLs

Investimento na fabricante de carros voadores da Embraer é a segunda grande alocação da companhia aérea no setor

8 de setembro de 2022
14:16
eVTOL da United com a Eve, da Embraer (EMBR3)
eVTOL da United com a Eve, da Embraer (EMBR3) - Imagem: Divulgação

A empresa aérea norte-americana United aumentou a aposta nos “carros voadores”, desta vez com um investimento na Eve, fabricante de eVTOLs da Embraer (EMBR3).

O acordo inclui um aporte de US$ 15 milhões (R$ 78,4 milhões) na Eve pelo United Airlines Ventures (UAV), o fundo de capital de risco da companhia aérea.

A United também fechou a compra condicional para 200 aeronaves elétricas de quatro lugares da empresa, além de outras 200 opções, com as primeiras entregas previstas para 2026.

As ações da Embraer operam em alta nesta quinta-feira (08). Por volta das 14h10, as ações EMBR3 avançavam 2,61% na bolsa brasileira, negociadas a R$ 13,39. No mesmo horário, os papéis da Eve, negociados em Nova York, subiam 0,30%.

A United e a subsidiária da Embraer (EMBR3)

A United já disse ter como objetivo zerar as emissões de carbono até 2050, e seus investimentos no setor de eVTOLs  — nome técnico dos veículos elétricos de decolagem e pouso vertical — reforçam seu compromisso com tal meta.

O investimento de US$ 15 milhões na subsidiária da Embraer (EMBR3) é a segunda grande aposta da companhia aérea no setor. No mês passado, a empresa fez um aporte de US$ 10 milhões em uma companhia de eVTOLs da Califórnia para a compra de 100 aeronaves.

No caso dos carros voadores da Eve, as aeronaves são projetadas para utilizar motores elétricos no lugar dos tradicionais motores a combustão. 

Desse modo, seria possível realizar os voos do ‘táxi aéreo' nos mercados urbanos sem emissão de carbono, segundo comunicado da empresa.

“Juntas, acreditamos que nosso conjunto de tecnologias de energia limpa revolucionará as viagens aéreas como as conhecemos e servirá como catalisador para a indústria da aviação se movimentar em direção a um futuro sustentável”, disse Michael Leskinen, presidente da United Airlines Ventures.

Detalhes do acordo entre a Eve e a United

Segundo o acordo, a Eve e a United trabalharão juntas em projetos futuros, como estudos para o desenvolvimento e aplicação dos carros voadores e do ecossistema de mobilidade aérea urbana.

“Trabalhar com a United é uma oportunidade inigualável para avançarmos com o ecossistema de UAM nos EUA e estamos empolgados”, afirmou André Stein, co-CEO da Eve.

A companhia norte-americana entrou para o consórcio liderado pela Eve em Chicago, que deve iniciar a simulação de operações de mobilidade urbana a partir da próxima segunda-feira (12).

Além de visar as oportunidades desse mercado, a decisão da United em investir seus recursos na Eve foi impulsionada pelo relacionamento da fabricante de eVTOLs com sua controladora, a Embraer.

Isso porque a empresa possui acesso aos centros de serviços, depósitos de peças e técnicos de serviço em campo da Embraer. 

De acordo com o comunicado à imprensa, após a entrada em serviço, a companhia aérea norte-americana também poderá ter toda a sua frota eVTOLs atendida pelos serviços independentes e operações de suporte da Eve.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

DESTAQUES DA BOLSA

Ações da MRV (MRVE3) despencam após suspensão da capitalização da Resia; veja os novos planos da construtora para a subsidiária norte-americana

7 de outubro de 2022 - 13:36

De acordo com a companhia, a operação só será retomada quando o cenário macroeconômico dos EUA estiver novamente favorável ao mercado de capitais

O caminho mais seguro

Por que você ainda deve investir em Tesouro Selic, mesmo que os juros tenham parado de subir

7 de outubro de 2022 - 13:19

Para o Itaú BBA, Selic pode permanecer alta por mais tempo do que o mercado espera, e investidor deve manter 60% da sua carteira de títulos públicos em Tesouro Selic

ELEIÇÕES 2022

Simone, Ciro “envergonhado” e até FHC: aonde esses apoios podem levar um eventual governo Lula

7 de outubro de 2022 - 13:15

O petista se movimenta de modo a angariar o máximo apoio possível e confirmar, no fim de outubro, um favoritismo que lhe é atribuído desde sua ressurreição para a política

ELEIÇÕES 2022

Zema, Moro, Garcia e Dallagnol: como esses apoios podem ajudar Bolsonaro no segundo turno?

7 de outubro de 2022 - 13:07

Presidente vem reforçando seu time para a fase final das eleições com nomes da direita da política brasileira; confira os apoios que podem fazer a diferença na reeleição de Bolsonaro

NÃO VAI COLAPSAR?

Ressuscitou? Credit Suisse tenta tranquilizar investidores sobre risco de calote e ações avançam em NY

7 de outubro de 2022 - 12:49

Entre as soluções anunciadas, a instituição financeira recomprará bilhões em dívidas e venderá um famoso hotel de quase 200 anos de história

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies