🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Bolsa e dólar hoje

Ibovespa fecha semana em baixa com realização de lucros

Índice ficou positivo no fim da manhã, quando divulgou-se a continuidade nas negociações entre China e EUA. Mas não durou muito. Realização de lucro predominou

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
15 de fevereiro de 2019
10:16 - atualizado às 14:54
Selo marca a cobertura de mercados do Seu Dinheiro para o fechamento da Bolsa
Discurso do presidente dos EUA puxou tanto os mercados em Nova York quanto o Ibovespa para os dois lados - Imagem: Seu Dinheiro

A Bolsa de Valores de São Paulo teve bastante volatilidade, mas ficou em baixa a maior parte desta sexta-feira. Fechou em queda de 0,50%, com 97.525 pontos. O dólar também teve seu dia de sobe e desce, mas terminou encerrando em desvalorização de 0,38%, negociado a R$ 3,70. No fim da manhã, o Ibovespa chegou a ir para o positivo assim que saiu a informação de que haverá continuidade nas negociações entre China e Estados Unidos na semana que vem, em Washington. Mas não durou muito. A realização de lucros foi mais forte.

Na semana, porém, o resultado mostra ganhos acumulados de 2,29% no Ibovespa, zerando as perdas de fevereiro.

O discurso do presidente dos Estados Unidos, que terminou às 14h30, puxou tanto os mercados em Nova York quanto o Ibovespa para os dois lados: houve tendência de alta quando ele disse que as negociações com a China vão bem; mas o clima azedou assim que ele afirmou que assinara a declaração de emergência para conseguir construir o muro na fronteira com o México.

Na mira do MEC

As ações das empresas de educação continuam em queda. Operadores citam a possibilidade de abertura de uma "Lava Jato da Educação" como um dos motivos para a desvalorização dos papéis. Ontem, o ministro da pasta, Ricardo Vélez Rodríguez, disse que uma investigação interna sobre atos das gestões anteriores encontrou indícios de corrupção e desvios que poderão dar origem à Lava Jato.
O presidente Jair Bolsonaro disse há pouco, pelo Twitter, que o governo dele vai dar início à "Lava Jato da Educação", para garantir que investimentos na área sejam bem aplicados.

"Muito além de investir, devemos garantir que investimentos sejam bem aplicados e gerem resultados. Partindo dessa determinação, o Ministro Professor Ricardo Vélez apurou vários indícios de corrupção no âmbito do MEC em gestões passadas. Daremos início à Lava Jato da Educação!", escreveu o presidente.
Estácio ON tevee queda de 5,20% e Kroton, baixa de 6,21%. Fora do Ibovespa, Ser Educacional teve recuo de 7,18% e Anima, de 1,25%.

Magalu

Depois da recuperação de ontem (quase 6% de alta), as ações da Magazine Luiza voltam a cair nesta sexta-feira: baixa de 3,94%. Os ativos chegaram a R$ 170 na última sexta-feira, 8, e se desvalorizaram até o meio da semana, chegando no dia 13 a R$ 161,30. No ano, a queda é de 8,68%.

Decola ou não?

Um acionista minoritário da Embraer entrou com pedido na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pedindo contratação de um laudo de avaliação do "acervo" da empresa, que será transferido para a joint venture a ser criada com a Boeing. Em consequência desta decisão, segundo o jornal Valor, a assembleia que vai deliberar sobre o negócio, prevista para dia 26, poderá ser suspensa até que as novas obrigações sejam cumpridas. As ações ON da Embraer recuaram durante boa parte do dia, mas fecharam em alta de 0,16%.

Vale

Com alta de 0,53%, as ações ordinárias da Vale aproveitaram o otimismo externo para se recuperarem novamente. A prisão hoje pela manhã de oito funcionários da companhia, envolvidos na investigação sobre o rompimento da barragem de Brumadinho (MG), acaba sendo um fato secundário.

Números fracos

As ações PNA da Usiminas ficaram no grupo das maiores quedas do Ibovespa, com baixa de 2,79%, após divulgação de números trimestrais considerados fracos. Com uma série de fatores não recorrentes, incluindo impairment e queda nas vendas de aço e minério, a Usiminas registrou Ebitda (Instrução CVM 527) 46% menor frente ao terceiro trimestre, com queda de 7 pontos porcentuais na margem.

Em relatório, os analistas da Coinvalores destacam que em siderurgia o volume foi afetado pela demanda doméstica mais tímida e pela parada programada para manutenção em um alto forno. "O controle de custos e os preços estáveis não foram suficientes para compensar a queda de 7% nas vendas em três meses", apontaram.

Antidumping

As ações da Marfrig lideram altas no Ibovespa, com avanço de 3,94%, seguidas de JBS, com 2,21% depois de que a China publicou que isentará 14 empresas brasileiras das tarifas antidumping sobre as importações de produtos de frango, desde que as vendas sejam feitas acima de um preço mínimo não divulgado. Além das gigantes nacionais do setor, ficarão de fora das novas taxas os produtos das seguintes companhias: Copacol, Consolata, Aurora Alimentos, Bello Alimentos, Lar, Coopavel, São Salvador Alimentos, Rivelli Alimentos, Gonçalves e Tortola, Copagril, Vibra e Kaefer.

Gafisa

Fora do Ibovespa, as ações ON de Gafisa subiram 2,23% depois que um grupo de investidores representado pela Planner Corretora arrematou as ações levadas a leilão ontem. Metade das ações da Gafisa negociadas no leilão de ontem foram adquiridas por investidores por meio de operações a termo, segundo dados da B3 levantados pelo Broadcast. A movimentação sinaliza que uma parte relevante do novo quadro de sócios da Gafisa, uma das empresas mais tradicionais do mercado imobiliário brasileiro, pode estar pulverizada nas mãos de especuladores financeiros, em vez de um bloco de controle com investidores estratégicos do ramo de construção.

Petróleo sobe de novo

As ações da Petrobras tiveram queda de 0,77% (ON) e 0,41% (PN), apesar de o petróleo ter terminado o dia com ganhos, impulsionado pelo noticiário sobre o diálogo comercial entre Estados Unidos e China. Embora não existam sinais de um acordo garantido, o fato de que as duas potências continuarão a negociar na semana que vem, desta vez em Washington, apoiou o apetite pelos contratos, já que um acordo pode influir positivamente na demanda pela commodity.

O petróleo WTI para abril fechou em alta de 2,17%, em US$ 55,98 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para o mesmo mês avançou 2,60%, a US$ 66,25 o barril, na ICE.

O petróleo teve sua quarta alta consecutiva e o WTI registrou o fechamento mais alto desde 19 de novembro.

Semana que vem

A divulgação de balancos deve movimentar a Bolsa na semana que vem. Via varejo e Pão de Açúcar mostram seus números no dia 20 (quarta-feira). Gerdau e Suzano na quinta-feira e B#, na sexta-feira.

*Com Estadão Conteúdo

Compartilhe

BRIGA PELO TRONO GRELHADO

Acionistas da Zamp (BKBR3) recusam-se a ceder a coroa do Burger King ao Mubadala; veja quem rejeitou a nova oferta

21 de setembro de 2022 - 8:01

Detentores de 22,5% do capital da Zamp (BKBR3) já rechaçaram a nova investida do Mubadala, fundo soberano dos Emirados Árabes Unidos

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana segue sendo o elefante na sala e Ibovespa cai abaixo dos 110 mil pontos; dólar vai a R$ 5,23

15 de setembro de 2022 - 19:12

O Ibovespa acompanhou o mau humor das bolsas internacionais e segue no aguardo dos próximos passos do Fed

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Cautela prevalece e bolsas internacionais acompanham bateria de dados dos EUA hoje; Ibovespa aguarda prévia do PIB

15 de setembro de 2022 - 7:42

As bolsas no exterior tentam emplacar alta, mas os ganhos são limitados pela cautela internacional

FECHAMENTO DO DIA

Wall Street se recupera, mas Ibovespa cai com varejo fraco; dólar vai a R$ 5,17

14 de setembro de 2022 - 18:34

O Ibovespa não conseguiu acompanhar a recuperação das bolsas americanas. Isso porque dados do varejo e um desempenho negativo do setor de mineração e siderurgia pesaram sobre o índice.

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Depois de dia ‘sangrento’, bolsas internacionais ampliam quedas e NY busca reverter prejuízo; Ibovespa acompanha dados do varejo

14 de setembro de 2022 - 7:44

Os futuros de Nova York são os únicos que tentam emplacar o tom positivo após registrarem quedas de até 5% no pregão de ontem

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana derruba Wall Street e Ibovespa cai mais de 2%; dólar vai a R$ 5,18 com pressão sobre o Fed

13 de setembro de 2022 - 19:01

Com o Nasdaq em queda de 5% e demais índices em Wall Street repercutindo negativamente dados de inflação, o Ibovespa não conseguiu sustentar o apetite por risco

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais sobem em dia de inflação dos EUA; Ibovespa deve acompanhar cenário internacional e eleições

13 de setembro de 2022 - 7:37

Com o CPI dos EUA como o grande driver do dia, a direção das bolsas após a divulgação dos dados deve se manter até o encerramento do pregão

DANÇA DAS CADEIRAS

CCR (CCRO3) já tem novos conselheiros e Roberto Setubal está entre eles — conheça a nova configuração da empresa

12 de setembro de 2022 - 19:45

Além do novo conselho de administração, a Andrade Gutierrez informou a conclusão da venda da fatia de 14,86% do capital da CCR para a Itaúsa e a Votorantim

FECHAMENTO DO DIA

Expectativa por inflação mais branda nos Estados Unidos leva Ibovespa aos 113.406 pontos; dólar cai a R$ 5,09

12 de setembro de 2022 - 18:04

O Ibovespa acompanhou a tendência internacional, mas depois de sustentar alta de mais de 1% ao longo de toda a sessão, o índice encerrou a sessão em alta

novo rei?

O Mubadala quer mesmo ser o novo rei do Burger King; fundo surpreende mercado e aumenta oferta pela Zamp (BKBR3)

12 de setembro de 2022 - 11:12

Valor oferecido pelo fundo aumentou de R$ 7,55 para R$ 8,31 por ação da Zamp (BKBR3) — mercado não acreditava em oferta maior

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies