Menu
2019-05-17T12:15:41-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Podia ser melhor

Na média, as empresas decepcionaram no 1º trimestre. Essa é conclusão do BTG sobre a temporada de balanços

Economia fraca influenciou no desempenho das companhias, que ficou aquém do esperado pelos analistas do banco. Apesar disso, lucro, receita e geração de caixa foram melhores do que em 2018. Veja como foi o desempenho de diferentes setores

17 de maio de 2019
12:14 - atualizado às 12:15
Avaliação ruim
Avaliação ruim - Imagem: Shutterstock

Que a economia brasileira tem demorado a reagir de maneira consistente e apresentado sucessivos dados de estagnação, isso não é novidade. O impacto temos visto na falta de investimento e em baixa geração de emprego.

Mas o BTG Pactual aponta outro ator que tem sofrido com o pessimismo da economia: as empresas, é claro. Para chegar a essa conclusão, o banco de investimento se debruçou sobre balanços do primeiro trimestre de 2019.

O BTG identificou então que 31% das empresas apresentaram resultados melhores do que o esperado e 28% relataram números mais fracos do que a expectativa.

Na média, excluindo a Petrobras e a Vale, a receita e lucro líquido da empresa foram 0,6% e 7,9% abaixo da projeção do BTG, enquanto o Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) veio 1,1% acima. Mas, se comparado ao mesmo período do ano passado, os números de receita, Ebitda e lucro cresceram 11,4%, 12,1% e 5,7%.

Para esses dados, a empresa desconsidera Vale e Petrobras, cujos tamanhos promovem uma distorção na média. Entre os segmentos que tiveram o melhor desempenho, estão o agronegócio e o de aluguel de carros. Já papel e celulose e alimentação estão entre os mais decepcionantes.

Confira abaixo como cada segmento se saiu.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Ao vivo

Eletrobras é destaque de alta na B3 com MP da privatização em análise na Câmara; acompanhe a votação

O governo corre contra o tempo para aprovar a proposta, que perderá a validade às 24h da próxima terça-feira

É para quando?

Ainda vai levar “algum tempo” para início da redução de estímulos econômicos, defende dirigente do Fed

James Bullard enfatizou que a retirada começará apenas quando a instituição tiver registrado um avanço “substancial” em direção a suas “métricas”.

Embarque imediato

Depois de incorporação, acionistas da Smiles aprovam saída do Novo Mercado

Além disso, assembleia votou a destituição do conselho de administração e a eleição de novos membros, inclusive do presidente

Procuram-se semicondutores

Falta de chips adia recuperação da indústria automobilística

O setor deve perder a chance de recuperar mercado no segundo semestre, período em que tradicionalmente se vendem mais carros

Mais uma na bolsa

Investindo no banco de investimentos: BR Partners sobe forte na estreia na bolsa

A BR Partners, banco de investimentos independente, concluiu seu IPO e estreou na bolsa nesta segunda — e a recepção do mercado foi boa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies