ESQUEÇA BITCOIN: outra criptomoeda de R$ 4 pode valer R$ 80 em breve; conheça aqui

Cotações por TradingView
2019-06-07T18:57:11-03:00
Estadão Conteúdo
de olho no mercado de luxo

BMW vai produzir no país SUV de R$ 500 mil

Modelo é o mais tecnológico da marca no País e será o mais caro automóvel nacional, com valores entre R$ 450 mil e R$ 500 mil

7 de maio de 2019
8:28 - atualizado às 18:57
BMW
Imagem: shutterstock

O grupo alemão BMW iniciará em junho a produção em Araquari (SC) do X5, modelo que a empresa considera o mais tecnológico da marca no País. Também será o mais caro automóvel nacional, com preços entre R$ 450 mil e R$ 500 mil, dependendo da versão. Hoje o posto também é de um BMW, o X4, vendido a R$ 422 mil.

O X5 é o quarto utilitário-esportivo (SUV) da marca a ser nacionalizado. A fábrica inaugurada em 2014 tem capacidade para 32 mil veículos ao ano, mas, em 2018, produziu 8,7 mil. No ano anterior foram 13,8 mil, dos quais 5 mil foram exportados para os EUA após acerto com a matriz, que não tinha condições de abastecer aquele mercado.

"Este é um importante passo na direção de equalizar nossas operações e a capacidade instalada de manufatura no País", disse, em nota, o diretor geral da montadora, Mathias Hofmann.

O grupo já produz os SUVs X1, X3 e X4 e, no segundo semestre, também fará a nova geração do sedã Série 3. A fábrica emprega mil funcionários e não haverá contratações. Para produzir o X5, a empresa investiu R$ 17 milhões em novas tecnologias, além de R$ 125 milhões na flexibilização das linhas produtivas.

De janeiro a abril, a BMW vendeu no País 3,57 mil veículos, atrás da concorrente Mercedes-Benz (4,13 mil) e à frente da Audi (2,61 mil) e da Land Rover (1,9 mil).

O X5 já está à venda na versão importada. A local terá peças vindas de fora e motorização a diesel. A produção será apenas para o mercado local. Entre as tecnologias do X5, estão sistema que oferece quatro modos de condução em diferentes terrenos como areia e rocha e airbags duplos frontais, laterais e de cortina dianteiros.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

SOBE E DESCE

Entenda por que o dólar ficou abaixo de R$ 5,00 pela primeira vez em meses e se a moeda americana ainda pode cair mais

5 de fevereiro de 2023 - 15:46

O dólar vem demonstrando fraqueza em relação à diversas outras divisas globais e algumas razões explicam esse movimento

RISCOS

Entenda como a atuação mais forte do BNDES pode afetar a eficácia da Selic contra a inflação

5 de fevereiro de 2023 - 12:52

Aloizio Mercadante assume o comando BNDES nesta segunda-feira (6) e já disse que há espaço para reduzir a taxa de juros cobrada pelo banco

NÃO FOI DESTA VEZ

Mega-Sena acumula de novo e prêmio vai a R$ 160 milhões; veja como aumentar suas chances de ganhar

5 de fevereiro de 2023 - 10:43

Mega-Sena está acumulada desde o sorteio da virada, próxima chance de virar um milionário será na quarta-feira (8)

FUTURO PLANEJADO

Quanto investir para garantir uma renda igual ao teto do INSS no Tesouro RendA+, o título do Tesouro Direto para aposentadoria

5 de fevereiro de 2023 - 9:38

Quanto mais tempo você puder esperar para começar a receber a renda, menos precisará investir. Confira duas simulações no Tesouro RendA+

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: ata do Copom, dados de atividade e balanços de bancos são destaque na semana

5 de fevereiro de 2023 - 8:11

A ata da última decisão do Copom vai dar novas pistas quanto à trajetória da Selic. Lá fora, a agenda econômica estará mais vazia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies