Menu
2018-10-15T14:42:24-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Mercados

Estrangeiro vira a mão e está vendido em Ibovespa futuro

Em apenas nove pregões “aposta” do não residente na alta da bolsa tem uma das maiores reversões do ano

15 de outubro de 2018
12:22 - atualizado às 14:42
BullXBearcom setas
Imagem: Shutterstock

As posições no mercado futuro mostram uma firme mudança de postura dos investidores estrangeiros no mercado de índice futuro do Ibovespa. Em apenas nove pregões a “aposta” de alta, que somava quase 175 mil contratos, virou uma leve posição vendida, ou de queda, de 402 contratos.

Já tínhamos alertados para mudança de posição na semana passada. O que chama atenção é a velocidade de reversão, pois desde o começo de junho o não residente vinha carregando firme posição comprada, próxima a 150 mil contratos. Agora, a posição vendida volta a patamares não vistos desde o fim de maio.

A contraparte do estrangeiro nesse mercado é o investidor institucional (fundos de investimentos), que saiu de uma posição vendida de pouco mais de 180 mil contratos, para apenas 1.670 contratos vendidos. Assim, o mercado de Ibovespa futuro abre a semana “mais leve”, ou seja, sem grandes apostas para nenhum dos lados.

Segundo o sócio e fundador da Novus Capital, Luiz Eduardo Portella, o estrangeiro opera Brasil como um mercado emergente padrão. Quando o local estava pessimista, eles compraram índice, pois a perspectiva para emergentes estava melhorando.

Agora, diz Portella, com o cenário eleitoral mais positivo eles venderam a posição, pois há uma piora de cenário para emergentes em função da forte queda recente da bolsa americana.

Outra forma de ler a movimentação é que o estrangeiro realizou lucros quando o mercado melhorou e os fundos reduziram sua posição defensiva. Agora ambos estão à espera de melhores definições, tanto locais quanto externas, antes de montarem posições mais expressivas.

A função do Ibovespa futuro

Uma forma de ler as posições no Ibovespa futuro é como uma proteção (hedge) às oscilações no mercado à vista. Por exemplo. O investidor está comprado em bolsa no mercado à vista e vai proteger essa exposição no mercado futuro vendendo contratos de Ibovespa.

No entanto, o mercado também opera o Ibovespa futuro com um ativo em si. Podendo montar apostas de alta (comprado) ou de queda (vendido) no Ibovespa.

Olhando o fluxo de estrangeiros no mercado à vista, com dados até o dia 10, o resultado era positivo em R$ 1,9 bilhão na Bovespa. O institucional também tinha saldo positivo de R$ 1,277 bilhão no mesmo período. Vale lembrar que o não residente responde por mais de 48% do movimento da bolsa brasileira.

Posição no mercado de câmbio

No mercado de dólar futuro e cupom cambial (DDI, juro em dólar), o não residente seguiu comprando moeda americana na semana passada. O estoque de posição é de US$ 38,643 bilhões.

Na ponta de venda, estão os bancos, vendidos em US$ 18,3 bilhões, e os fundos de investimentos, também vendidos em US$ 22,7 bilhões.

A avaliação sobre possíveis perdas e ganhos com as posições é sempre feita em tese, pois não sabemos a que preço a compra ou venda foi feita. Além disso, esses agentes podem ter posições em moeda estrangeira no mercado à vista e em derivativos de balcão. Bancos, por regra, não podem ter exposição cambial direcional. É uma medida prudencial.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

AS DICAS DO GURU

Coronavírus é ‘assustador’, mas não é hora de vender ações, para Warren Buffett

“Compramos ações para ficar por 20, 30 anos e achamos que o cenário para 20, 30 anos não mudou pelo coronavírus.”

AÇÕES

ADRs do Brasil fecham em forte queda em NY; Vale cai 7,5% e Petrobras recua 6,7%

Os grandes bancos também amargaram perdas importantes em Nova York, embora menores que Petrobras e Vale

OLHO NO VÍRUS

Brasil amplia lista de países para definir suspeitos de coronavírus

Com a nova atualização, a lista agora inclui, além da Itália, Alemanha, França, Austrália, Filipinas, Malásia, Irã e Emirados Árabes

CORONAVÍRUS

Impacto do coronavírus na economia ficará mais claro em 3 a 4 semanas, diz Mnuchin

“Não acho que as pessoas deveriam estar entrando em pânico mas, por outro lado, é preocupante”, disse o secretário

CAÇADOR DE ASSIMETRIAS

Quarteirão, Quarter Pounder ou Royale, não importa… temos que comprar ouro

Uma curiosidade: alguns lanches mudam de nome a depender do país em que estamos. Sabe por quê? Devido ao sistema métrico de cada território. Por exemplo, um Quarteirão com Queijo aqui no Brasil leva o nome de Quarter Pounder with Cheese nos EUA e Royale with Cheese na França.  Quem me ensinou isso foi Pulp […]

Check up dos investimentos

O que considerar na hora de avaliar o desempenho da sua carteira – e quais ferramentas podem te ajudar

Montei um guia para você saber tudo que precisa levar em consideração na hora de avaliar o desempenho da sua carteira de investimentos, principalmente se você investe por meio de diversas instituições financeiras. Também listei algumas ferramentas que podem te ajudar na empreitada.

DE OLHO NO NUBANK

Número de contas do Nubank cresce 485%, mas prejuízo também acelera e chega a R$ 312,7 milhões

Mas nem tudo foi ruim. De acordo com o documento apresentado pela fintech, o Nubank fechou o ano passado com 16 milhões de contas, sendo que 45 mil foram apenas contas voltadas para pessoas jurídicas (PJs)

AVERSÃO AO RISCO

‘Índice do medo’ dispara mais de 46% em meio a movimento de aversão ao risco no mundo

Seguindo na mesma direção, o ouro também apresentou alta na tarde desta segunda-feira por conta do movimento de busca por proteção

ECONOMIA

Carnaval 2020 deve movimentar R$ 8 bilhões na economia, diz CNC

Segundo a CNC, “a recuperação gradual da atividade econômica, combinada à inflação baixa” tendem a refletir na recuperação moderada dos serviços turísticos

AVIAÇÃO

Empresa americana ExpressJet Airlines compra 36 aviões da Embraer

A companhia anunciou também que vai diminuir gradualmente a sua frota de aeronaves E175 para acelerar o crescimento e se tornar uma companhia mais eficiente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements