Menu
2018-09-25T10:57:46-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Mercado digital

Nova plataforma de streaming chega ao Brasil na luta contra gigantes

Plataforma de vídeos terá assinatura ‘premium’, que também contará com streaming de música

25 de setembro de 2018
8:39 - atualizado às 10:57
Luva de boxe
Youtube Music, do Google, começa a operar com assinaturas a partir de R$ 17Imagem: Shutterstock

Os brasileiros passam a ter mais uma opção de plataforma para ouvir músicas por streaming nesta terça-feira, 25.

O Youtube Music, do Google, começa a operar por aqui a partir das 13h e deve concorrer com gigantes já estabelecidos no mercado, como Deezer, Spotify e Apple Music.

A 'tacada' é a mesma dos outros serviços: o usuário terá a opção de usar a plataforma de forma gratuita, com anúncios, ou desembolsar R$ 17 por mês para ouvir sem interrupções. Haverá também uma assinatura família, que permite o acesso de até seis pessoas e custará R$ 26 por mês. O serviço foi lançado há três meses nos EUA e hoje já está disponível em 21 países.

Tem vídeos também

O diferencial que o Google aposta com o novo serviço são os vídeos. "No Youtube, você não tem só a música, mas também o clipe, o vídeo com a letra,  a versão ao vivo e até as covers feita por fãs no mundo todo", disse Sandra Jímenez, chefe da área de música do Youtube para América Latina ao Broadcast, do Estadão.

Outro serviço que permite os internautas removerem anúncios do site além de baixa-los para assistir offline, o Youtube Premim, também será lançado pelo Google por aqui hoje. A assinatura mensal custará R$ 21 por mês e incluirá o Youtube Music. Para o plano família, será necessário desembolsar R$ 36.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Reflexos da pandemia

Com coronavírus, lucro do Iguatemi cai 77,5% no 1º tri, para R$ 12,5 milhões

Operadora de shopping centers viu queda nas vendas, na receita líquida e no Ebitda com fechamento da maioria das lojas no fim de março por conta da pandemia

Atualização do Ministério da Saúde

Brasil tem 391.222 casos confirmados e 24.512 mortes pelo coronavírus

Segundo Ministério da Saúde, 158.593 pacientes foram recuperados

Projeto de ajuda a Estados

Bolsonaro diz não poder mais socorrer Estados e insiste na reabertura da economia

“Nós não podemos continuar socorrendo Estados e municípios que devem no meu entender de forma racional começar a abrir o mercado”, afirmou

seu dinheiro na sua noite

Magalu à prova de coronavírus

No último dia 18 de março, o Ibovespa amargou uma queda de 10,35%, depois de passar pela sexta vez no mês por um circuit breaker – a paralisação que acontece toda vez que o principal índice da bolsa cai mais de 10% durante um pregão. Nesse mesmo dia, as ações do Magazine Luiza registraram uma […]

Condição para socorro financeiro

MP que concede reajuste salarial a policiais e bombeiros no DF é publicada

Hoje, o presidente Jair Bolsonaro disse que deve sancionar o projeto de socorro a Estados e municípios até amanhã; edição de medida provisória era uma das condições para a sanção

Energia elétrica

Aneel retira de pauta reajuste da Cemig e prorroga vigência de tarifas atuais

Com isso, as tarifas atuais serão prorrogadas até 30 de junho

Pessimismo aumenta

IIF passa a prever que PIB do Brasil terá contração de 6,9% em 2020

Em relatório divulgado nesta terça-feira, 26, a instituição explica que a crise terá efeitos duradouros para o País

Mais alívio no câmbio

R$ 5,35: com uma ajuda do exterior, o dólar zerou os ganhos no mês e virou para queda

O clima tranquilo visto nos mercados globais abriu espaço para mais uma queda no dólar à vista — a sexta nas últimas sete sessões. Com isso, a moeda americana voltou aos níveis do fim de abril, afastando-se cada vez mais do patamar dos R$ 6,00

Títulos públicos

Tesouro Direto tem emissão líquida recorde de R$ 1,57 bilhão em abril

Com a emissão recorde, o estoque do programa fechou abril em R$ 60,24 bilhões, um aumento de 3,1% em relação ao mês anterior (R$ 58,44 bilhões)

Em meio à pandemia

56,6 milhões de brasileiros já receberam auxílio emergencial, diz Caixa

Todos receberam o pagamento da primeira parcela do benefício, no valor total de R$ 39,9 bilhões, enquanto 44,2 milhões de brasileiros também já receberam a segunda parcela, em um total de R$ 30,9 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements