Menu
2018-10-02T14:23:53-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Fenabrave

Consumidor ainda mantém ‘pé no freio’, mas venda de veículos sobe em setembro

Número de veículos novos caiu 15% comparado a agosto, mas subiu 3% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com Fenabrave

2 de outubro de 2018
13:46 - atualizado às 14:23
Carros empilhados
Carros - Imagem: shutterstock

O número de veículos vendidos no Brasil caiu em setembro na comparação com agosto mas subiu em relação ao mesmo período do ano passado, divulgou nesta terça-feira, 2, a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Ao todo, em setembro, foram vendidos 173,193 veículos ante os 203,911 do mês anterior, uma queda de 15,06%. Já em comparação a setembro do ano passado, quando foram vendidos 167,997 automóveis, houve alta de 3,09%.

No acumulado do ano até setembro, as vendas de veículos novos somaram 1.511.537 unidades, número 12,12% superior às 1.348.175 unidades vendidas no mesmo período do ano passado.

Veículos leves

A soma de autos e veículos leves vendidos em setembro foi de 204.733 unidades. Esse número é 14,42% a menor que as 239.227 unidades vendidas no mês imediatamente anterior, 5,77% acima das 193.557 unidades vendidas em setembro do ano passado.

No acumulado do ano foram vendidas 1.779.675 unidades, o que mostra um aumento de 13,10% sobre as 1.573.508 vendidas de janeiro a setembro de 2017.

Caminhões

As vendas de caminhões em setembro somaram 6.704 unidades. Este número é 9,89% menor que as 7.440 unidades vendidas em agosto e 47,60% superior às 4.542 unidades vendidas em setembro do ano passado. No acumulado do ano até setembro foram vendidos 53.147 caminhões, o que mostra crescimento de 50,37% acima 35.344 unidades vendidas em no mesmo período de 2017.

De ônibus foram vendidas 1.913 unidades em setembro ante 1.954 em agosto, mostrando queda 2,10% na margem. Em relação a setembro do ano passado, quando foram vendidas 1.105 ônibus, houve crescimento de 73,12%. Já no acumulado do ano, quando fora vendidos 13.264 ônibus, houve um crescimento de 21,91% sobre as 10.880 unidades vendidas em igual período do ano passado.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

atenção, minoritários

Telefônica Brasil confirma extinção de ações preferênciais

Dona da Vivo aprovou a conversão de 1,1 bilhão de ações preferenciais (PN) em ações ordinárias (ON), sinalizando melhora na governança

retomada

Crise já não prejudica produção de combustíveis da Petrobras, diz ANP

Agosto foi um marco no processo de retomada das refinarias produtoras de combustíveis neste ano, com o fator de utilização da capacidade das unidades produtoras chegando à média de 80%

Chocolate vitaminado

Advent investe na dona da Kopenhagen e Brasil Cacau

O valor do negócio não foi divulgado. Mas uma parte do dinheiro deve ser usada para expandir a rede do Grupo CRM, que conta com mais de 800 lojas — a maior parte no modelo de franquia

De virada

Ibovespa aproveita bom desempenho da Petrobras e estreia no quarto trimestre com virada contra cautela

Com virada da bolsa a partir do meio da tarde, cautela com os cenários político e fiscal locais ficou restrita aos mercados de câmbio e juros

desinvestimentos liberados

STF decide que Petrobras não precisa de aval do Congresso para vender refinarias

Corte apreciava pedido do Senado, que alegava que o governo estaria desmembrando a empresa para vender ativos; estatal pode prosseguir com plano de desinvestimentos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements