Menu
2018-10-04T12:47:53-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Mercados

Estrangeiro comprou dólar e vendeu bolsa na quarta-feira

Depois de se desfazer de US$ 8 bilhões, não residente recompõe posição em dólar e diminuiu exposição à bolsa

4 de outubro de 2018
9:13 - atualizado às 12:47
brasil neymar penalty
Neymar se prepara para cobrar penalty pela seleção brasileira - Imagem: Shutterstock

O pregão de quarta-feira ainda foi de euforia nos mercados locais, com alta firme da bolsa e dólar em baixa. Agora com os dados da B3 sobre os contratos futuros, podemos ter uma ideia de quem comprou e vendeu os ativos locais.

Depois de vender US$ 8 bilhões em dois dias, o estrangeiro recompôs posição na quarta-feira. O gringo comprou o equivalente a US$ 5,4 bilhões em contratos futuros de dólar e cupom cambial (DDI, juro em dólar no mercado local). Na ponta de venda, bancos e investidores institucionais com US$ 2,8 bilhões e US$ 2,6 bilhões, respectivamente.

Após essas movimentações, os estoques de contratos mostravam o estrangeiro carregando uma posição comprada de US$ 36,4 bilhões. Os institucionais, categoria na qual se encontram os fundos de investimento, estavam vendidos em US$ 19,3 bilhões, e os bancos também vendidos em US$ 19,1 bilhões.

Em tese, o comprado aposta na alta e o vendido na queda. Sempre se fale em tese, pois os investidores podem ter posições em moeda estrangeira no mercado à vista e em derivativos de balcão.

Ibovespa

No mercado de índice futuro da bolsa de valores, o não residente vendeu 42.267 contratos. Quem atuou na ponta de compra foi o institucional, tomando 45.105 contratos. Nesse mercado a participação dos bancos é pouco relevante.

Olhando agora os estoques, o estrangeiro segue comprado em 109.455 contratos de Ibovespa futuro. Na outra ponta estão dos fundos, com posição vendida líquida de 111.942 contratos.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

ESTRADA DO FUTURO

Um pé no abismo e outro na casca de banana: como identificar ações de empresas decadentes

Excesso de otimismo, planos mirabolantes e desprezo pela inovação estão entre as receitas para uma empresa falhar, segundo o gestor que se dedicou a descobrir empresas terríveis

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies