Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-12-20T19:14:19-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Bolsa e dólar hoje

Ibovespa, na ressaca do Fed, fecha em baixa

Decisão de ontem do BC americano de elevar a taxa de juros para a faixa entre 2,25% e 2,50% prejudicou o índice

20 de dezembro de 2018
10:27 - atualizado às 19:14
Selo marca a cobertura de mercados do Seu Dinheiro para o fechamento da Bolsa
A cautela pode prevalecer no mercado acionário brasileiro nessa reta final do ano e em meio ao quadro de dúvidas que permeiam a economia mundial - Imagem: Seu Dinheiro

Precisou de poucos minutos depois das bolsas de Nova York abrirem em queda para o Ibovespa, que operou a manhã toda em alta, inverter o sinal. Voltou a subir no início da tarde mas, após as 15h, só caiu e chegou ao patamar dos 84 mil pontos. No fim do dia, houve uma levíssima recuperação e a Bolsa de Valores de São Paulo fechou em recuo de 0,47%, com 85.269 pontos. Tudo isso porque o Federal Reserve (banco central americano, Fed) contrariou as expectativas de que o juro nos EUA ficaria inalterado em 2019. No fim das contas, pelo menos o dólar encerrou o dia em queda de 0,82%, negociado a R$ 3,85. A baixa foi amparada pela desvalorização da divida no exterior.

Ressaca do Fed

A decisão de ontem do Fed de elevar a taxa de juros para a faixa entre 2,25% e 2,50% prejudicou os principais índices nova-iorquinos e em São Paulo. Na semana, a Bovespa acumula perdas de 2,49% e no mês, de 4,73%.

O banco central também sinalizou que continuará sua trajetória de aperto monetário no próximo ano, mesmo em meio a preocupações com a economia americana e diante de dados recentes abaixo do esperado da atividade no país, além da expectativa por uma perda no ímpeto da atividade global.

Outro indicador aquém das expectativas foi divulgado hoje e levou os índices a operarem em território negativo. O índice de atividade regional medido pela distrital de Filadélfia do Fed caiu ao menor nível desde agosto de 2016 em dezembro, a 9,4, abaixo das expectativas de analistas.

Com isso, as bolsas americanas aceleravam a queda há pouco, com Nasdaq em "bear market" em relação à máxima histórica intraday.

Um muro no caminho

O que ajudou a piorar o clima em NY foi o pronunciamento do presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Paul Ryan (Wisconsin). Ele fez um rápido discurso nesta tarde em frente à Casa Branca, onde afirmou que o presidente americano, Donald Trump, não pretende sancionar o projeto orçamentário aprovado na noite de ontem no Senado, que mantém o governo aberto até 8 de fevereiro para evitar uma paralisação da máquina pública. "Voltaremos à mesa de negociação para garantir segurança na fronteira", afirmou Ryan.

Bom para uns, pior para outros

A queda do petróleo de 4% a 5% no mercado internacional penalizou as ações da Petrobras (as PN caíram 3,42% e as ON, 2,42%), os papéis PN da Gol e da Azul se beneficiaram com a projeção de custo menor no combustível, subindo mais de 3%. Pesaram ainda sobre as ações da petrolífera a suspensão de ontem do decreto de cessão de direitos de exploração da Petrobras, além - é claro - da perspectiva de desaceleração da economia mundial, que aumentou após o Federal Reserve elevar os juros nos EUA e prever mais dois aumentos no próximo ano.

O setor de energia também esteve no foco dos investidores diante do maior leilão de transmissão da história, com um total de 38 empresas e consórcios na disputa. Espera-se que os 16 lotes ofertados totalizem investimentos de R$ 13,2 bilhões ao longo dos próximos cinco anos.

Vale

Após queda de mais de 2% na sessão anterior, as ações ON da Vale, que subiam impulsionadas pelo aumento do minério de ferro, voltou ao vermelho e amargaram queda de 0,40%.

Time do minério

As siderúrgicas foram derrubadas em bloco. Elas são impactadas pela perspectiva de uma desaceleração da economia mundial, que penaliza empresas exportadoras. Usiminas PNA tomba 4,64% e Gerdau PN recua 3,96%. CSN, por sua vez, caiu 3,35%.

Compre com um clique

Destaque entre as maiores altas do Ibovespa, as ações da B2W subiram 3,12%, diante das boas perspectivas de crescimento para 2019. A XP Investimentos reiterou hoje a recomendação de 'compra' sobre a empresa. Em recente encontro com a direção da companhia, o BTG Pactual também obteve novos detalhes sobre sua estratégia. "A companhia tem ampliado os esforços para construir uma verdadeira plataforma digital, incluindo a estrutura da B2W Entregas e de serviços de pagamentos, o que, na nossa avaliação, deve ser um fator chave para sustentar um crescimento acima da média nos próximos anos", disse o BTG em relatório.

Em choque

O setor de energia também esteve no foco dos investidores diante do maior leilão de transmissão da história, com um total de 38 empresas e consórcios na disputa. Os vencedores dos 16 lotes ofertados no leilão de transmissão esta tarde na sede da B3, em São Paulo, ofertaram um deságio médio de 46%. Ao todo, a Receita Anual Permitida (RAP) de todos os projetos chega a R$ 1,153 bilhão. Dentre os compradores, as ações da CPFL tiveram alta de 0,84% e da Taesa, 0,98%.

Cemig com tudo

Na outra ponta, a ação PN da Cemig se destaca entre as maiores altas com avanço de 3,92% em meio a "especulações de mudança radical na gestão que poderá beneficiar a empresa com a chegada do novo governo", apontou Monteiro, da Renascença. Segundo ele, o ruído no mercado já vem desde ontem, quando o papel avançou 2,92%.

Embraer barrada no baile

Embraer ON, que chegou a subir mais de 1% pela manhã, virou e terminou a quinta-feira no negativo, com queda de 2,16%. Tudo isso após uma liminar da 24ª Vara Federal Cível de São Paulo suspender "qualquer ato concreto de transferência da parte comercial da Embraer" à norte-americana Boeing. A medida foi tomada no âmbito de uma ação civil pública movida por sindicatos de metalúrgicos de São José dos Campos, de Botucatu e de Araraquara - que representam funcionários da Embraer -, em conjunto com a Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos.

Mais cedo, quando subia, a empresa havia anunciado venda de 100 jatos E175 à Republic Airways por US$ 4,69 bilhões, podendo dobrar este valor diante do direito de compra de mais 100 jatos. Além disso, foi publicado hoje na imprensa nacional que a fabricante de aviões poderá pagar até US$ 1,7 bilhão em dividendos extraordinários com os recursos obtidos da Boeing. O valor está muito acima da média de proventos pagos pela Embraer, nos últimos anos, de uma média de US$ 250 milhões.

Eletrobras

Já as ações da Eletrobras PNB e ON recuaram pouco mais de 2%,  depois que o Morgan Stanley rebaixou o preço-alvo da ação PNB e a recomendação do papel de "compra" para "venda", pulando a etapa "neutra".

A Geni da Bolsa

E a Cielo, pelo mesmo motivo de ontem, quando teve alta de 2%, hoje amargou recuo de 4,62%. Na quarta-feira, a empresa, controlada por Bradesco e Banco do Brasil, vai explorar o filão dos microempreendedores individuais, os chamados MEIs,  junto com o banco Original, do grupo J&F, segundo fontes. A solução contempla em uma mesma ferramenta, conforme fontes, a conta de pessoa física e jurídica numa ofensiva para atender os microempreendedores que, tradicionalmente, misturam as contas de trabalho com a vida pessoal. No ano, a desvalorização da Cielo beira os 60%.

 

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

VAREJO DECEPCIONADO?

Black Friday supera prévias, mas vendas do fim de semana ainda ainda perdem para os números registrados em 2019

Segundo índice calculado pela Cielo, as vendas cresceram 6,9% em relação ao ano passado, mas foram 3,8% inferiores ao período pré-pandemia

Adeus ano velho

Ano novo, impostos novos! Reforma do IR fica para 2022, confirma presidente do Senado

O governo Bolsonaro pressionava pela aprovação da proposta para financiar o Auxílio Brasil, mas não conseguiu apoio na Casa

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Bitcoin e bolsa se recuperam após susto com nova variante, Azul e Latam sobem o tom e outros destaques do dia

Pouco se sabe ainda sobre a nova variante do coronavírus detectada na África do Sul, mas o que veio à público até agora é muito melhor do que o mercado financeiro precificou na última sexta-feira (26). Sem o pânico visto na semana passada, o Ibovespa encontrou forças para abrir a semana em alta.  Um estudo […]

Fechamento do dia

Mercado supera susto com ômicron, e bolsas globais engatam recuperação; Ibovespa sobe com menos força, de olho na PEC dos precatórios

Pesando os desafios fiscais brasileiros, o Ibovespa fechou longe das máximas, mas se recuperou parcialmente do tombo de sexta-feira

UM ÚLTIMO TUÍTE

Do Twitter para o bitcoin? Jack Dorsey deixa comando da rede social e reacende rumores sobre projeto em criptomoedas

O fundador da rede social passará o cargo para Parag Agrawal, um veterano da empresa, depois de comandá-la de 2006 a 2008 e de 2015 até hoje

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies