Menu
Seu Dinheiro Convida
Leandro Petrokas
é especialista em análise técnica da Empiricus
2019-04-20T17:17:11-03:00
AÇÕES

A persistência e o investimento em Bolsa

Se um dia você pensar em desistir da Bolsa (ou se já desistiu), lembre-se: você precisou ir à escola contra sua vontade muitas e muitas vezes. Ainda assim, persistiu e chegou onde você está hoje

28 de dezembro de 2018
10:33 - atualizado às 17:17
Bolsa de valores de São Paulo
Bolsa de valores de São Paulo - Imagem: Shutterstock
Eu não sou pai, mas sou tio. Também, já fui criança – há bastante tempo, é verdade – e sei que é um tanto comum o fato de a garotada não querer, às vezes, ir à escola.
“Mãe, estou com dor de barriga.”
“Pai, nunca mais piso naquele lugar!”
E entre desculpas, reclamações e solicitações não atendidas pelos pais, lá vai a criança emburrada para a escola.
O fato acima descrito se repete com maior ou menor frequência durante todos os longos anos da vida acadêmica de qualquer pessoa. Quem já “matou” aula da faculdade para ir se divertir? Algumas pessoas, sim e; outras, não! Eu confesso que estou no primeiro time. Uma cerveja antes da aula, uma jogo de truco ou, quem sabe, um churrasco totalmente fora do radar, em plena sexta-feira do mês de novembro, a 30 graus, seriam muito mais convidativos do que uma aula de Elementos Finitos no último semestre do curso de Mecatrônica, concordam?
Ainda assim, só era possível matar uma única aula por semestre dessa disciplina. Caso contrário, seria absolutamente impossível acompanhar o restante das aulas. O professor mandava ver no conteúdo, pois, afinal, independentemente da própria vontade, esse era o emprego  dele: passar conhecimento e formar bons profissionais. E, depois de se formar, nunca mais a pessoa teria que ir a contragosto para seus compromissos, correto? Claro que não!
Se engolir sapo enchesse barriga, acredito que qualquer adulto já teria explodido ou engordado uns 30 quilos. O fato é que nem todos os dias das nossas vidas serão como um conto de fadas. Temos problemas de saúde, preocupações, preguiça (em maior ou menor intensidade), e ainda temos que lutar contra uma das características mais marcantes da essência humana: a inércia. Historicamente, por natureza, sempre queremos preservar nossa energia!
Mudar, buscar o aperfeiçoamento constante e persistir, exige esforço. E esforço, cansa. Sem ele, entretanto, acho improvável a conquista de algo duradouro e proveitoso, tal como: sucesso na carreira, felicidade nos relacionamentos, amizades verdadeiras, hábitos de vida saudáveis, entre outros inúmeros exemplos.
Quando falamos de investimento em Bolsa de Valores é muito comum ouvir histórias tristes: como a de gente que perdeu pouco, não gostou e largou rápido, e até de pessoas que perderam absolutamente tudo! Inclusive, boa parte dos grandes investidores em Bolsa falam abertamente sobre as perdas que tiveram, justamente para que outros não cometam os mesmos erros.
Depois de 12 anos acompanhando mercado, percebo que resiliência e persistência são duas características indispensáveis para quem quer buscar o sucesso na Bolsa. Nunca conheci ninguém que virou presidente de uma grande empresa – ou qualquer outro símbolo de sucesso na carreira – sem esses atributos.

Por que na Bolsa seria diferente?

Se um dia você pensar em desistir da Bolsa (ou se já desistiu), lembre-se: você precisou ir à escola contra sua vontade muitas e muitas vezes. Ainda assim, persistiu e chegou onde você está hoje.
Para finalizar, gostaria de dizer que presenteei o meu sobrinho com uma caixa de ferramentas plásticas no Natal. Com pouco mais de três anos, ele já sabe o que é: martelo, chave de fenda, parafuso, serrote...
Estou contando os dias – os anos? – para ensiná-lo sobre ações, Bolsa, gráficos, trade. Será que falta muito para ele começar a explorar esse mundo?
Um grande abraço e feliz 2019!
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

mercado de ações

A B3 vai ter concorrência, mas não hoje: os riscos e oportunidades dos desafiantes ao monopólio da bolsa brasileira

Autorização para a empresa Mark2Market operar como central depositária de títulos volta a esquentar debate sobre atuação da B3, mas mercado vê quebra de monopólio improvável no curto prazo

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies