Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-12-31T12:29:45-02:00
Estadão Conteúdo
Dança das cadeiras

Fabrício da Soller renuncia à presidência do conselho do Banco do Brasil

A instituição ainda não informou quem será seu substituto

31 de dezembro de 2018
12:29
Fabrício da Soller, procurador-geral da Fazenda Nacional e agora ex-presidente do conselho de administração do Banco do Brasil
Fabrício da Soller, procurador-geral da Fazenda Nacional e agora ex-presidente do conselho de administração do BB - Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Banco do Brasil informou nesta segunda-feira, 31, por meio de comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que Fabrício da Soller renunciou ao cargo de presidente do conselho de administração. A instituição não informou quem será seu substituto.

O BB anunciou também a renúncia de Reinaldo Kazufumi Yokoyama do cargo de diretor de Distribuição. O executivo foi eleito para o cargo de diretor de Clientes, Comercial e Produtos da BB Seguridade Participações S.A, empresa controlada do BB.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

de olho na inovação

Amazon sinaliza interesse por criptomoedas em anúncio de emprego

Empresa procura “um líder de produto experiente para desenvolver a estratégia e o roadmap de produtos e moedas digitais

balanço em foco

Lucro da Hypera Pharma aumenta 18% no segundo trimestre

Cifra chegou a R$ 470,6 milhões no período; companhia obteve alta de 43,5% na receita líquida, a R$ 1,5 bilhão

seu dinheiro na sua noite

Quebrando recordes na corrida dos ETFs

A pira foi acesa em Tóquio: os Jogos Olímpicos estão oficialmente abertos — e eu estou empolgadíssimo. Não sei vocês, mas eu adoro as Olimpíadas, principalmente os esportes não muito convencionais. Claro, é legal assistir futebol, vôlei e basquete, mas eu gosto mesmo é de ver as modalidades que nunca passam na TV. Duelo de […]

FECHAMENTO DA SEMANA

Inflação salgada pressiona juros, mas dados americanos amenizam alta do dólar — já a bolsa não escapou da queda

Em semana recheada de ruídos políticos e incertezas, o Ibovespa acumulou uma queda de 0,72%. Já o dólar à vista subiu 1,86%, a R$ 5,2105

de olho no ir

Alta da arrecadação não dá ‘total liberdade’ para reduzir impostos, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt considerou também que a reforma do IR ainda está em aberto, com muito para se discutir

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies