Menu
2019-04-25T09:34:13+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
IPCA-15

Prévia da inflação acelera em abril; taxa é a maior desde a greve dos caminhoneiros

As informações são do Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), divulgado hoje, 25, pelo IBGE

25 de abril de 2019
9:12 - atualizado às 9:34
Consumo
Imagem: shutterstock

A prévia da inflação acelerou para 0,72% em abril — taxa mais alta desde junho de 2018, quando o índice foi impactado pela greve dos caminhoneiros.

As informações são do Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), divulgado hoje, 25, pelo IBGE, que também indica que essa é a maior variação para abril desde 2015 (1,07%).

A alta do último mês, segundo o IBGE, foi puxada pelo aumento nos preços dos grupos Transportes  (1,31%) — atribuído em parte aos combustíveis — e Alimentação e bebidas (0,92%) — destaque a alta do tomate. Por outro lado, houve deflação do grupo Comunicação (-0,05%)

Já o grupo Saúde e cuidados pessoais registrou a segunda maior variação (1,13%). As demais variações ficaram entre 0,06% de Educação e 0,57% de Vestuário.

Goiânia tem deflação em abril

Apenas Goiânia (-0,01%) registrou deflação em abril, em função, especialmente, da queda nos preços da gasolina (-1,62%). Porto Alegre (1,27%), Salvador (1,06%), Fortaleza (0,99%) e Recife (0,90%) ficaram com as maiores altas.

Segundo o IBGE, para o cálculo do IPCA-15, os preços foram coletados no período de 16 de março a 12 de abril de 2019 e comparados com aqueles vigentes de 13 de fevereiro a 15 de março de 2019.

O indicador refere-se às famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos e abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia.

*Com informações da Agência IBGE Notícias

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

preço da violência

Ataque à Aramco, na Arábia Saudita, pode afetar 5% da produção mundial de petróleo

Ataques à Aramco ocorrem em meio à escalada das tensões entre os rebeldes houthis, aliados do Irã, com a Arábia Saudita, apoiada pelos EUA

Proteção para a sua carteira

Ao escalar sua seleção de ações, pense duas vezes antes de colocar Vale e Suzano na defesa

As ações das exportadoras Vale e Suzano, clássicas opções defensivas para um cenário de dólar forte, acumulam desempenho negativo no ano, pressionadas pelos preços do minério e da celulose em baixa. Se esses papéis já não têm mais o mesmo apelo defensivo de antes, quais ativos da bolsa podem ocupar o miolo da zaga do seu portfólio?

quem disse que tá ruim?

Novatas de tecnologia na bolsa americana têm desempenho acima do S&P 500 – mesmo levando em conta Uber e Lyft

Levantamento feito por publicação americana leva em conta 13 IPOs de tecnologia deste ano nas bolsas e mostram que os papéis, juntos, valorizaram mais que o S&P 500

tensão

Drones atacam instalações de petroleira na Arábia Saudita

Reivindicado pelos rebeldes houthis que combatem a intervenção saudita no vizinho Iêmen, ataque atingiu duas refinarias da Aramco

oportunidades à vista

Brasil consegue abertura do mercado egípcio para lácteos e Bolsonaro comemora

Produtores brasileiros poderão exportar, já a partir de outubro, produtos como leite em pó e queijos para o mercado egípcio

unicórnio vai à bolsa

Startup de escritórios compartilhados WeWork reduz poderes do CEO

Prestes a estrear na bolsa, a WeWork enfrenta a preocupações de investidores por conta de seu modelo de negócio.

olha a dupla aí

Com IPO da C&A e avanço da Amazon, mercado espera aceleração de investimentos no varejo

Especialistas avaliam a oferta pública inicial de ações da rede de lojas de vestuário e a escalada da varejista fundada por Jeff Bezos

novela com o bilionário

Executivo das criptomoedas pagou US$ 4,6 milhões por almoço com Warren Buffett – mas encontro pode não acontecer

CEO da Tron, Justin Sun, venceu leilão beneficente que promove um encontro com o lendário investidor, mas história teve desdobramentos inesperados

olhos lá na frente

Mineradora tem projeto de R$ 9,1 bi com megabarragem no Norte de MG

Projeto prevê uma das maiores barragens de rejeitos do País, mas é condenado por entidades como o Movimento dos Atingidos por Barragens; empresa afirma que o modelo é seguro

o melhor do seu dinheiro

MAIS LIDAS: Uma empresa que vale zero?

Mais lida da semana, matéria conta as duras críticas de um analista quanto ao negócio da Tesla, do bilionário Elon Musk. Veja outras notícias que bombaram no Seu Dinheiro nos últimos sete dias.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements