Menu
2019-05-06T09:47:22+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
décima queda consecutiva

Projeção de alta do PIB de 2019 cai de 1,70% para 1,49%

Apenas um mês atrás, a projeção era de 1,97%. Para 2020, o mercado financeiro manteve previsão de alta do PIB em 2,50%

6 de maio de 2019
8:35 - atualizado às 9:47
Gráfico indicando queda
Gráfico indicando queda - Imagem: Shutterstock

A cada semana que passa o otimismo diminui para os economistas do mercado financeiro. Na semana passada, saíram os dados do desemprego no primeiro trimestre e os números da produção industrial: desanimadores. Pois hoje, o Boletim Focus já projeta uma alta do PIB de 2019 de míseros 1,49%, ante 1,70% da semana passada. É a décima queda consecutiva na projeção.

Para se ter uma ideia, apenas um mês atrás, a projeção era de 1,97%. Para 2020, o mercado financeiro manteve previsão de alta do PIB em 2,50%. Quatro semanas atrás, estava em 2,70%.

No Focus de hoje, também teve queda para a alta da produção industrial de 2019: 1,76%, ante 2,0%. Um mês atrás estava em 2,50%. Para 2020, a estimativa de crescimento da produção industrial permanece em 3,00%.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

IPCA: de 4,01% para 4,04%

Os economistas do mercado financeiro elevaram a projeção mediana para 2019 do IPCA, o índice oficial de preços: passou de 4,01% para 4,04% — tendo como base os últimos cinco dias. Há um mês estava em 3,93%. Para 2020, a projeção segue em 4,00%. Quatro semanas atrás estava no mesmo nível.

A projeção dos economistas para a inflação está abaixo do centro da meta de 2019, de 4,25% — a margem de tolerância é de 1,5 ponto percentual. Para 2020, a meta é de 4%, com margem de 1,5.

Projeções mais recentes do BC, no Relatório Trimestral de Inflação de março, considerando o cenário do mercado, apontam para inflação de 3,9% em 2019, 3,8% em 2020 e 3,9% no ano seguinte.

Selic no fim de 2019 permanece em 6,50% ao ano

Já a Selic, a taxa básica de juros, tem mediana das previsões em 6,50% ao ano, mesmo patamar de mês atrás. Para ano que vem, a projeção também segue em 7,50% ao ano, como há quatro semanas.

Em março, o Comitê de Política Monetária (Copom) anunciou a manutenção, pela oitava vez consecutiva da Selic em 6,50% ao ano. O BC indicou, em seu cenário básico, que o balanço de riscos para a inflação tornou-se simétrico — o risco de uma inflação baixa tem o mesmo peso de uma inflação mais alta.

Câmbio para o fim de 2019 permanece em R$ 3,75

O relatório de mercado Focus mostrou manutenção no cenário para a cotação da moeda norte-americana em 2019. A mediana das expectativas para o câmbio no fim deste ano seguiu em R$ 3, 75, ante R$ 3, 70 de quatro semanas atrás.

Para 2020, a projeção foi de R$ 3,80, ante R$ 3,79 de uma semana atrás. Há um mês estava em R$ 3,75.

*Com Estadão Conteúdo

 

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

O HOMEM MAIS RICO

Jeff Bezos: paciência para esperar o lucro da Amazon fez o maior bilionário do mundo

Como o empresário transformou uma pequena livraria online em uma das maiores varejistas do mundo e desbancou Bill Gates da lista da Forbes com uma fortuna estimada em US$ 148 bilhões.

Bandeira branca no radar?

EUA devem estender licença da chinesa Huawei para atender clientes do país

Movimento dos EUA pode ser visto como positivo para o fim da guerra comercial com a China já que a companhia foi um dos focos de tensões entre os gigantes

Governador de Minas

‘Governo entra em pautas minúsculas’, avalia Romeu Zema

Em entrevista, governador de MG nega que esteja sendo “tutelado” pelo partido Novo e avaliou que o presidente Jair Bolsonaro deveria “focar em coisas maiores, grandiosas”

Corrida contra o tempo

Tarifa de importação do Mercosul pode cair já em 2020

Com receio de que o grupo político da ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner volte ao poder, o governo brasileiro tem pressa

Agora vai?

Governo enviará ao Congresso na próxima semana projeto para destravar privatização da Eletrobras

Proposta deve conter os mesmos itens que estavam na Medida Provisória 879, que não foi votada pela Câmara

Olha quem apareceu

Rede de varejo Le Biscuit, da Vinci Partners, estreia no comércio online

Entrada da empresa no mundo online ocorrerá em etapas e segue uma tendência mundial

Olha a oportunidade aí

Movimentos para ofertas de ações no 2º semestre aceleram

Reuniões com os bancos de investimento se intensificam e companhias começam a fechar acordos para levar as ofertas adiante

Eita!

Chefes da Receita Federal ameaçam entrega de cargos por interferência política

De acordo com apuração, seis subsecretários do órgão estão fechados nessa posição

À beira do abismo

Sob pressão financeira, Oi procura bancos para encontrar saída

Operadora precisa levantar R$ 2,5 bilhões, mas ainda não tem ideia de como fará essa captação de recursos

Batalha contra a desaceleração

China divulga reforma de juros para reduzir custo de financiamento de empresas

Movimento anunciado deve reduzir ainda mais as taxas de juros reais para as companhias do país

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements