Menu
2019-07-22T16:05:44-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Fala povo

O que Bolsonaro fez de bom? Quase 60% da população não sabe ou acha que presidente não fez nada

Pesquisa Datafolha mostra que para 39% Bolsonaro não fez “nada” em seis meses e outros 19% “não sabem”

22 de julho de 2019
11:02 - atualizado às 16:05
jair Bolsonaro, emburrado
Jair Bolsonaro - Imagem: Shutterstock

Para praticamente seis em cada 10 brasileiros, o presidente Jair Bolsonaro não fez nada digno de nota ou se fez, eles não sabem. Esse foi o resultado de uma sondagem do Datafolha, que perguntou o que o presidente fez de melhor nos seis primeiros meses de mandato e deixou as respostas livres, ou seja, não apresentou opções a serem escolhidas.

Para 39%, Bolsonaro não fez “nada” e outros 19% disseram “não saber”. O quesito mais lembrado espontaneamente foi segurança, com 8%, seguido da reforma da Previdência, com 7%. Fim da corrupção teve 4%. As demais citações como política externa, ministros, Bolsa Família, fim do horário de verão, nomeação de Sergio Moro e rodovias ficaram na margem de erro, de 2 pontos percentuais. Foram ouvidas 2.860 pessoas com mais de 16 anos em 130 cidades.

Entre os que votaram em Bolsonaro no segundo turno, 17% disseram não ter visto nada de muito positivo. O percentual dos que responderam “nada” sobe a 45% entre mulheres e aqueles com ensino fundamental, vai a 46% entre negros, a 47% no Nordeste, para 52% dos que se identificam com religiões de matrizes africanas e chega a 76% entre o grupo que avalia o governo como ruim ou péssimo.

Questionados sobre o que o presidente teria feito de pior, 21% citaram o decreto das armas, 19% disse “não saber” e outros 18% disseram “nada”. A reforma da Previdência teve 12%, e o quesito imagem pública, que inclui declarações desnecessárias, uso de palavras ofensivas postura com relação aos filhos e articulação política, ficou com 9%.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

O mesmo Datafolha tinha captado, no começo do mês, uma divisão simétrica na avaliação da população com relação ao presidente. Para 33%, Bolsonaro faz um trabalho ótimo ou bom, outros 33% classificam como ruim ou péssimo e 31% dão nota regular.

O presidente diz não acreditar nos institutos de pesquisa, pois erraram os resultados de sua eleição. Ainda assim, os números sugerem que o governo está se comunicando mal com a população e até mesmo com o terço do eleitorado que é defensor do presidente.

Será interessante ver se o Datafolha voltará às ruas após a esperada liberação das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O anúncio era para ter sido feito na última quinta-feira, para coroar os 200 dias de governo, mas acabou postergado e deve acontecer nesta quarta-feira. A conferir, também, se será feita mudança na multa de 40% que incide sobre demissão sem justa causa, alteração que pode gerar mais repercussão negativa que a eventual liberação do saldo total ou parcial de contas ativas e inativas.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Exile on Wall Street

Xeque-mate: não há mais desculPas

Além de questões de cunho estritamente comercial, não há qualquer razão para os fundos da Vitreo não serem alocados no IPO da XP

Assunto sensível para a companhia

Em relatório sobre segurança, Uber contabiliza mais de 3 mil casos de abuso sexual nos EUA em 2018

Nesta manhã, por volta das 10h30, os papéis da companhia caiam cerca de 1,41% no pré-mercado da NYSE, a bolsa americana

Mais alívio

Ibovespa sobe aos 111 mil pontos, acompanhando o otimismo no exterior; dólar cai

Sinais animadores no front da guerra comercial dão forças às bolsas globais e colocam o Ibovespa novamente no campo positivo

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

A bolsa sobe mais?

Será que a bolsa sobe mais, sobe mais um pouquinho hoje? Se depender do cenário externo, o caminho está livre (mas o dia só está começando). A conferir. O otimismo permanece aqui no Brasil. Já tem gestor falando em Ibovespa a 250 mil pontos em 2022. Se for isso mesmo, é mais que o dobro […]

olho no indicador

Disparada no preço da carne faz inflação acelerar para 0,51% em novembro

Maior demanda de carne na China e valorização do dólar fez o item disparar; avanço do IPCA é o maior para mês desde 2015

China decide isentar parte da soja e da carne de porco dos EUA de tarifas

Em comunicado, o ministério chinês não indicou os volumes desses produtos americanos que ficarão isentos de tarifação

impasse em brasília

Congresso trava R$ 23 bilhões de ministérios

Para garantir o recurso extra, parlamentares precisam aprovar uma lista de 24 projetos que estão no meio de um impasse entre deputados e senadores

De mala cheia

Brasil dobra para US$ 1 mil limite de compra no exterior

Limite valerá para todas as compras feitas em viagens ao exterior por meio aéreo ou marítimo. O pedido para aumento foi feito pelo próprio governo brasileiro

atenção acionista

Copel paga R$ 643 milhões em juros sobre capital próprio

Data do pagamento será definida em assembleia até abril de 2020. Recebem os benefícios acionistas com posição em 23 de dezembro

De olho neles

CPI pede indiciamento de Itaú e Safra por suposta fraude fiscal

Integrantes da CPI também pediram o indiciamento de 13 diretores e membros do conselho do Safra. Todos são acusados por suposta prática de crime contra a ordem tributária e organização criminosa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements