Menu
2019-04-04T14:00:39+00:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Trump na ONU

O “America First” parece que nunca esteve tão forte

Presidente americano, Donald Trump, discursou de forma polêmica e incisiva na abertura da Assembleia Geral da ONU

25 de setembro de 2018
15:13 - atualizado às 14:00
America First
Discurso de Trump na ONU deixou a sensação de que o "America First" nunca esteve tão em altaImagem: Shutterstock

Quem esperava por um discurso mais conciliador de Donald Trump na Assembleia Geral da ONU aberta nesta terça-feira, 25, se decepcionou. O presidente americano manteve firmes todas as suas posturas polêmicas com relação à política e principalmente ao comércio mundial. O "America First" nunca esteve tão forte.

Trump voltou a criticar a China e suas relações comerciais. Chamou de "distorções" as políticas chinesas e acusou o gigante asiático de violar todos os princípios da OMC (Organização Mundial do Comércio). Deu tempo até de ameaçar outros países que "tiram vantagem" dos Estados Unidos.

A onda das sanções não para

Outro alvo constante do discurso do líder americano foi o Irã que, segundo Trump, possui um regime político com "agenda sangrenta". Ele pediu que o resto do mundo se una aos Estados Unidos para isolar o Irã e prometeu mais sanções contra o país em novembro.

Por falar em sanções, as medidas contra a Coreia do Norte também seguirão firmes até a desnuclearização do país. O americano puxou a sardinha para o seu lado ao provocar outras nações dizendo que os Estados Unidos fizeram mais do que qualquer outro país pela paz na Coreia.

Outro assunto da agenda protecionista do governo Trump foi a imigração ilegal que "abastece o crime, a violência e a pobreza" e o que chamou de "regimes socialistas produtores de pobreza". Nesse sentido, ele pediu para que todas os países da ONU se unam para acabar com o governo de Nicolás Maduro na Venezuela e disse que vai trabalhar para impor novas medidas restritivas.

Nem a Opep escapa

Na sequência de ataques, foi a vez da Opep ser atingida. A decisão da organização dos países produtores de petróleo de não aumentar sua produção, anunciada no último domingo, trouxe mais um tempero amargo para o presidente americano. "Não gosto disso. Queremos que eles parem de aumentar os preços", completou.

*Com Agências de Notícias.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

De olho no gráfico

As diferentes análises técnicas e uma resposta sobre se é hora de entrar na bolsa americana

No vídeo de hoje, falo sobre as diferentes formas de encarar a análise técnica e seus distintos métodos de aplicação

Seu Dinheiro na sua noite

O que o Banco Central diz sobre o dólar?

Responsável pela gestão de R$ 40 bilhões, Rogério Xavier é conhecido tanto por ser um dos mais brilhantes gestores de fundos do mercado brasileiro como por não ter papas na língua. Por isso mesmo acordei cedo para conferir a participação dele em um evento promovido pela XP Investimentos. A reportagem completa sobre a fala de […]

Negócio fechado

Petrobras bate o martelo e vende a Liquigás por R$ 3,7 bilhões

A Petrobras assinou nesta terça-feira o contrato para venda da Liquigás para o consórcio formado por Itaúsa, Copagaz e Nacional Gás Butano, por R$ 3,7 bilhões

Se livraram

CVM absolve ex-conselheiros que liberaram Eike Batista da ‘put’ de US$ 1 bilhão na OGX

Adriano Salvi, Jorge Rojas e Roberto Paulino foram acusados pela área técnica da CVM de violarem seu dever de diligência

Boas novas

Boeing afirma que recebeu 50 pedidos para aeronaves 737 Max

Entre os potenciais compradores estão a Air Astana, que é cazaquistanesa e que teria assinado um acordo de intenção para adquirir 30 jatos. As informações são da Bloomberg

Bye bye!

Bolsonaro assina carta de desfiliação do PSL

Carta abre caminho para que Bolsonaro possa assumir a presidência da sigla que decidiu fundar, o Aliança pelo Brasil

Migração

Depósitos na NuConta passam a ser feitos em RDB do Nubank por padrão, mas cliente pode voltar à versão antiga

Quem acessa o app do Nubank tem se deparado com um aviso dizendo que novos depósitos passarão a ser feitos no RDB da instituição; cliente, no entanto, pode optar por voltar aos títulos públicos

Próxima fase

CCJ da Câmara aprova a redação final da reforma da Previdência dos militares

Análise do texto manteve o relatório final da comissão especial aprovado no mês passado sob gritos contra o presidente Jair Bolsonaro

Fica pra depois

CCJ da Câmara adia votação da PEC da segunda instância

Redação original proposta por Manente encontra resistência entre os deputados da Comissão e líderes partidários

Definindo prioridades

Governo deve qualificar 18 projetos de PPI nesta terça-feira

Será a última reunião do ano do conselho, que escolhe os projetos que passam a ser carteira do programa e prioridade no governo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements