🔴 QUER SAIR DO ALUGUEL? NÃO USE O FGTS PARA FINANCIAR O IMÓVEL – CONHEÇA ESTA ESTRATÉGIA

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
ELEIÇÕES NOS EUA

O novo alvo de Trump: para voltar à Casa Branca, republicano usa artilharia pesada contra outro rival — e não é Biden

Para acabar com qualquer ameaça que o impeça de voltar a ser presidente dos EUA, Trump joga duro contra a possível substituta de Biden na eleição de novembro; veja o que ele e aliados estão falando dessa vez

Carolina Gama
4 de julho de 2024
19:58 - atualizado às 16:27
Donald Trump
Donald Trump - Imagem: Shutterstock

Dizem que prevenir é melhor do que remediar e é isso que Donald Trump começou a fazer. De olho na possível troca de candidatos do Partido Democrata para a eleição de 5 de novembro, o republicano resolveu usar artilharia pesada contra Kamala Harris — a vice-presidente dos EUA é vista como a possível substituta de Joe Biden na corrida à Casa Branca

A campanha de Trump e alguns aliados lançaram um ataque político preventivo contra Harris, agindo rapidamente para tentar desacreditá-la.

Nas redes sociais e em uma enxurrada de declarações nas últimas 48 horas, a campanha de Trump e aliados republicanos começam a preparar as bases para um ataque total a Harris, caso Biden, de 81 anos, decida pôr fim à tentativa de reeleição após o fraco desempenho no debate na semana passada.

Vale lembrar que Biden tem insistido que não desistirá da disputa que acontece daqui quatro meses, e Harris já manifestou todo apoio à reeleição do atual presidente dos EUA.

  • VOCÊ JÁ DOLARIZOU SEU PATRIMÔNIO? A Empiricus Research está liberando uma carteira gratuita com 10 ações americanas pra comprar agora. Clique aqui e acesse.

As chances de Harris contra Trump

Os ataques de Trump a Harris refletem pesquisas recentes. Em um levantamento Reuters/Ipsos publicado na terça-feira (2), a vice-presidente dos EUA estava um ponto percentual atrás de Trump, com 42% a 43%, uma diferença dentro da margem de erro de 3,5 pontos percentuais da pesquisa, um resultado estatisticamente tão forte quanto o de Biden.

Além disso, como a primeira vice-presidente preta na história dos EUA, Harris fornece uma ponte para o bloco eleitoral mais confiável do partido. Sua formação e relativa juventude (59 anos) também representam um nítido contraste com Trump, de 78 anos.

Até o momento, a campanha de Biden resistiu às crescentes críticas republicanas a Harris sem abordar a questão de saber se a vice-presidente está à espera nos bastidores.

“A vice-presidente Harris tem orgulho de ser companheira de chapa do presidente Biden”, disse Rhyan Lake, porta-voz da campanha de Harris. 

“Não importa quais ataques falsos Trump e seus aliados extremistas façam, ela continuará a defender o histórico Biden-Harris”, acrescentou. 

A artilharia pesada de Trump

O ataque republicano contra Harris não é novidade, mas escalaram acentuadamente na última semana e,  aparentemente, de maneira coordenada — acompanhando notícias de que ela pode substituir Biden como candidato presidencial democrata.

A MAGA Inc, um veículo de arrecadação de fundos que apoia Trump, divulgou um comunicado chamando Harris de “czar da invasão” — em março de 2021, Biden disse que Harris lideraria os esforços com o México e os países da América Central para lidar com a imigração ilegal.

Os republicanos se aproveitaram disso para acusá-la de não conseguir conter o fluxo de milhões de imigrantes que atravessam ilegalmente para os EUA, embora Harris nunca tenha sido diretamente responsável pela segurança da fronteira sul.

"Kamala Harris é incompetente. Ela provou ser a pior e mais fraca vice-presidente da história e apoiou 100% Joe Biden em todas as políticas desastrosas que ele implementou nos últimos quatro anos", disse Karoline Leavitt, porta-voz do a campanha de Trump.

Trump também se manifestou, menosprezando Harris em um vídeo gravado em um de seus campos de golfe, publicado pelo The Daily Beast na quarta-feira (3), dizendo que a vice-presidente dos EUA era " má” e “tão patética" antes de usar um palavrão para descrevê-la.

'PENSEI QUE SERIA AQUELE FAMOSO 7X1': TRUMP OU BIDEN, QUEM SAIU GANHANDO NO DEBATE? VEJA DESTAQUES

Uma tática já conhecida

Esse tipo de ataque, no entanto, já foi explorado antes por Trump para minar rivais dentro do próprio partido. 

Trump usou a mesma abordagem para minar com sucesso a campanha de Ron DeSantis, seu principal rival pela nomeação republicana. O governador da Flórida acabou pulando fora da corrida primária do partido.

*Com informações da Reuters

Compartilhe

ELEIÇÕES NOS EUA

Kamala Harris usa passado como promotora para se contrapor a Trump e seus problemas com a justiça — e já aparece em vantagem em pesquisa

24 de julho de 2024 - 10:31

Pesquisa Reuters/Ipsos mostra Kamala Harris com 2 pontos de vantagem sobre Donald Trump no voto popular, mas não é ele que decide a eleição

TROPA NA RUA

Acabou para Maduro? Venezuela vive dias “quentes” antes de eleição que será teste de fogo para o chavista

23 de julho de 2024 - 19:58

Faltando poucos para a eleição de domingo (28), o presidente venezuelano trabalha mais arduamente do que nunca para reforçar a lealdade das Forças Armadas

KAMALAMANIA?

Kamala Harris já dispõe de apoio suficiente entre os democratas, mas ainda tem um caminho a percorrer até ser a candidata oficial do partido

23 de julho de 2024 - 10:42

Candidatura de Kamala Harris precisa ser ratificada pelos delegados do Partido Democrata, o que só deve acontecer em agosto

"EU TE AMO"

Discurso inesperado: Biden fala pela primeira vez após desistência; Harris também se pronuncia

22 de julho de 2024 - 19:57

Biden convocou uma reunião de campanha para agradecer à sua equipe pelo trabalho árduo e para reforçar o apoio à campanha presidencial de Harris

WOMAN POWER

É histórico: Kamala Harris arrecada mais de US$ 100 milhões para o partido menos de 24 horas após Biden desistir da reeleição

22 de julho de 2024 - 19:02

A possibilidade de a vice presidente dos EUA se tornar a candidata democrata canaliza uma enorme quantidade de recursos para os democratas enfrentarem Trump em novembro

ELEIÇÕES NOS EUA

A euforia com Trump vai durar? Os 5 fatores que podem fazer a onda vermelha se tornar um tsunami sobre os mercados

22 de julho de 2024 - 18:46

O estrategista-chefe do UBS Investment Bank listou os pontos de atenção para os investidores em caso de vitória do republicano em novembro

ELEIÇÕES NOS EUA

Como Kamala Harris pode complicar a vida de Donald Trump na disputa pela Casa Branca

22 de julho de 2024 - 10:06

Ao desistir da reeleição, Joe Biden endossou candidatura de sua vice, Kamala Harris, à presidência dos Estados Unidos

ELEIÇÕES NOS EUA

Não deu para Biden: presidente dos EUA cede à pressão e desiste da reeleição — saiba o que acontece daqui para frente 

21 de julho de 2024 - 15:44

No que depender de Biden, sua vice Kamala Harris deve ser o nome do partido para enfrentar Donald Trump nas urnas em 5 de novembro; Trump se manifesta sobre a desistência

ATUALIZANDO O PORTFÓLIO

Por que Warren Buffett decidiu vender US$ 1,48 bilhão em ações de um bancão norte-americano

20 de julho de 2024 - 17:48

A Berkshire Hathaway vendeu cerca de 33,9 milhões de ações desta instituição financeira em diversas transações nesta semana

MELHORES MOMENTOS GIRO DO MERCADO

Trump mais vivo do que nunca: os impactos no dólar, cripto e juros — e os principais riscos da provável vitória do republicano 

19 de julho de 2024 - 18:14

Donald Trump saiu do atentado do último sábado mais vivo do que nunca. Agora, se já não era antes, o republicano é o nome mais forte na corrida e provavelmente voltará a ocupar a Casa Branca — e os mercados já estão tentando prever os impactos disso.  A percepção de que o ex-presidente saiu ganhando […]

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar