🔴 [EVENTO GRATUITO] COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE AQUI

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
AS JOIAS DA COROA

Uma opção ao Ozempic? Rival da Novo Nordisk dispara quase 40% após resultado promissor de remédio para emagrecer

As ações da Zealand Pharma subiram forte depois de a empresa ter divulgado o ensaio de um tratamento para doenças hepáticas que ajuda na perda de peso

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
26 de fevereiro de 2024
16:45 - atualizado às 16:02
A imagem mostra uma farmacêutica loira, com jaleco branco, em um laboratório cheio de equipamentos. Ela segura um suporte com várias amostras. Ozempic
Imagem: Zealand Pharma/Divulgação

As ações da Novo Nordisk tiveram um desempenho estelar desde que o Ozempic e o Wegovy, medicamentos até então para diabetes, passaram a ser usados como uma espécie de fórmula mágica do emagrecimento. Eis que nesta segunda-feira (26) uma outra empresa dinamarquesa descobriu a sua joia da coroa farmacêutica e viu seus papéis subirem quase 40%. 

As ações da Zealand Pharma dispararam depois de a empresa ter divulgado resultados de um ensaio de um tratamento para doenças hepáticas que tem sido apontado como um potencial concorrente no crescente mercado de medicamentos para perda de peso.

Os papéis da farmacêutica dinamarquesa subiram 35,67% no fim do pregão na Bolsa de Copenhage, em meio ao entusiasmo pelo potencial da empresa no mercado altamente lucrativo da obesidade. 

Esse mercado impulsionou a Novo Nordisk a se tornar a empresa mais valiosa da Europa graças ao desenvolvimento do Ozempic e do Wegovy. Várias outras empresas, incluindo Eli Lilly, Roche e AstraZeneca, também estão em uma competição acirrada no setor. 

O que os testes relevaram

O ensaio de fase 2 do medicamento survodutida mostrou que 83% dos adultos obtiveram resultados positivos para uma forma de inflamação do fígado causada pelo excesso de células de gordura conhecida como “Mash”.

O medicamento demonstrou eficácia em pessoas com obesidade e está atualmente sendo submetido a cinco ensaios de fase 3 em um programa clínico para pessoas com excesso de peso. 

“Os resultados de primeira linha demonstraram uma melhoria no Mash, em todas as doses exploradas no ensaio. O tratamento com survodutida não mostrou problemas inesperados de segurança ou tolerabilidade, inclusive na dose mais alta de 6,0 mg”, disse Michael Novod, chefe da equipe de pesquisa, saudando os resultados da Zealand Pharma como um “vitória inequívoca para a survodutida.”

Quando o rival do Ozempic chega ao mercado?

O lançamento do medicamento no mercado depende de resultados favoráveis de testes em estágio final, mas ainda não está claro para qual dos dois usos o medicamento ganharia liberação primeiro.

Carinne Brouillon, responsável pela unidade farmacêutica humana da Boehringer, parceira da  Zealand nas pesquisas, disse à Reuters que espera um lançamento em 2027 ou 2028.

Ela acrescentou que a indústria de diagnóstico está trabalhando em exames de sangue e tecnologia de imagem não invasiva para melhor selecionar os pacientes com Mash para terapia precoce.

“Hoje, as pessoas são diagnosticadas tarde demais... as fases iniciais são assintomáticas e você percebe isso quando já é tarde demais”, disse Brouillon.

*Com informações da CNBC e da Reuters

Compartilhe

RESULTADO DO LEILÃO

Teste para a Sabesp? Em primeira privatização de Tarcísio, fundo arremata Emae por R$ 1 bilhão

19 de abril de 2024 - 19:51

Com ágio de 33,68%, o fundo arrematou a estatal e passará a gerir um ativo com 906 megawatts (MW) em geração hidrelétrica

RECUOU?

A explicação do ex-conselheiro da Vale (VALE3) após a acusação de interferência do governo na mineradora

19 de abril de 2024 - 19:41

O assunto voltou à tona na resposta a um ofício da CVM, que solicitou esclarecimentos sobre as recentes declarações de José Luciano Eduardo Penido

POR DENTRO DA OPERAÇÃO

Tchau, Vale (VALE3)? Por que a Cosan (CSAN3) vendeu 33,5 milhões de ações da mineradora

19 de abril de 2024 - 19:28

A Cosan também quitou R$ 2 bilhões do saldo remanescente do endividamento e liquidação dos derivativos atrelados às ações da Vale

Cura até coração partido

E agora, Ozempic? Caneta emagrecedora Zepbound se mostra promissora no tratamento da apneia do sono

19 de abril de 2024 - 18:45

De acordo com dados preliminares de ensaios clínicos, a Zepbound foi mais eficaz que um placebo na redução da gravidade da apneia obstrutiva do sono

REPORTAGEM ESPECIAL

Petz (PETZ3) mira fórmula “Raia Drogasil” em fusão com a Cobasi, mas mercado ainda é cético com modelo de negócios

19 de abril de 2024 - 15:35

Fundador da Petz, Sergio Zimerman falou sobre a fusão em teleconferência com analistas, que não contou com a presença de ninguém da Cobasi

RECICLAGEM DE ATIVOS

Log (LOGG3) garante mais de R$ 500 milhões para o caixa com nova venda de galpões para fundo do BTG

19 de abril de 2024 - 10:57

Vale relembrar que o FII foi criado justamente para investir nos imóveis da companhia e já havia comprado cinco outros galpões da Log no ano passado

NEGÓCIO ANIMAL

Petz (PETZ3) e Cobasi selam acordo para fusão que cria gigante do mercado pet; ações disparam mais de 40% na abertura na B3

19 de abril de 2024 - 8:19

Juntas, Petz e Cobasi formarão rede de 483 lojas e faturamento de aproximadamente R$ 6,9 bilhões. Cada rede terá 50% do negócio combinado

NA QUINTA TENTATIVA

Credores aprovam plano de recuperação judicial da Oi (OIBR3) após assembleia se estender até madrugada; veja detalhes

19 de abril de 2024 - 7:17

O documento obteve o aval de 79,87% dos credores presentes no encontro desta quinta-feira (18)

DINHEIRO NO BOLSO

CCR (CCRO3) e Vibra (VBBR3) anunciam mais de R$ 1,2 bilhão em dividendos; confira o cronograma de pagamento de cada uma das companhias

18 de abril de 2024 - 18:32

O maior valor será distribuído pela Vibra, que pagará R$ 676 milhões em duas parcelas; já a CCR depositará R$ 536 milhões na conta dos acionistas

O 'X' DA QUESTÃO

Dividendos da Petrobras (PETR4): governo pode surpreender e levar proposta de pagamento direto à assembleia, admite presidente da estatal

18 de abril de 2024 - 18:03

Jean Paul Prates admitiu a possibilidade de que o governo leve uma proposta de pagamento diretamente à assembleia de acionistas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar