🔴 [TESTE GRÁTIS] 30 DIAS DE ACESSO A SÉRIE RENDA IMOBILIÁRIA – LIBERE AQUI

Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
BOLETIM DA CVM

Mesmo com calotes, indústria de Fiagros dobra e alcança R$ 38 bilhões em patrimônio

A maior parte desses recursos, ou cerca de R$ 17,2 bilhões, está aplicada nos fundos agro voltados ao mercado imobiliário

Larissa Vitória
Larissa Vitória
1 de abril de 2024
17:29 - atualizado às 17:08
Montagem de foto com imagem do Rei do Gado em frente à plantação de soja | Fiagros
Nem Rei do Gado ou Rei da Soja: o pequeno investidor agora pode lucrar com o agro - Imagem: Seu Dinheiro

Assim como os "primos" FIIs, os Fiagros, ou fundos de investimento nas cadeias produtivas agroindustriais, não escaparam da onda de inadimplência que assolou o mercado no ano passado. Ainda assim, o patrimônio líquido da categoria mais que dobrou no último trimestre de 2023.

De acordo com o Boletim CVM Agronegócio, divulgado nesta segunda-feira (1) pela Comissão de Valores Mobiliários, a alta foi de 103%. O indicador saiu de R$ 18,7 bilhões em setembro para R$ 38 bilhões no último mês do ano passado.

A maior parte desses recursos, ou cerca de R$ 17,2 bilhões, está aplicada nos fundos agro voltados ao mercado imobiliário. Também conhecidos como Fiagro-FII, esses ativos representam 45% da indústria.

Mas outra categoria, a de fundos de investimento em participações, ou Fiagro-FIP, foi a que apresentou o maior crescimento. O PL da classe saltou de R$ 100 milhões para R$ 16,8 bilhões em um ano.

A disparada de mais de 160 vezes tem uma explicação: sete FIPs já existente e com um PL de cerca de R$ 17 bilhões optaram por migrar de classe e tornaram-se Fiagros.

Fiagro-FII são maioria e 12 deles reúnem mais de 15 mil cotistas

Além do patrimônio líquido, também houve um crescimento de 106% no número de fundos de investimento nas cadeias produtivas agroindustriais, que se aproxima de uma dezena.

A CVM contabilizou 97 representantes da classe no final do ano passado, contra 47 em dezembro de 2022. Novamente, os Fiagros-FII são maioria e equivalem a 50% do total de fundos. A categoria também é responsável pelos 12 únicos fundos a registrarem bases com mais de 15 mil cotistas.

Fonte: CVM

Já a menor porcentagem fica com os Fiagros do tipo FIDC, que investem em direitos creditórios ligados à atividade rural. A classe contava com 13 fundos em dezembro de 2023, ou cerca de 13% do total, enquanto os Fiagros-FIP representavam 37%.

Compartilhe

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa recupera os 125 mil pontos com commodities metálicas e prévia do PIB; dólar cai

17 de abril de 2024 - 6:49

RESUMO DO DIA: Após cinco quedas consecutivas, o Ibovespa tenta romper o tom negativo com apoio da alta de mais de 4% do minério de ferro na China e alívio da aversão ao risco em Nova York. Por aqui, as preocupações sobre a meta fiscal para 2025 continuam no radar, mas o índice de atividade […]

REPORTAGEM ESPECIAL

O fracasso das empresas “sem dono” na B3. Por que o modelo das corporations vai mal na bolsa brasileira

16 de abril de 2024 - 15:54

São vários exemplos e de inúmeros setores de companhias sem uma estrutura de controle que passaram por graves problemas ou simplesmente fracassaram

MAIS 11 ATIVOS PARA A CONTA

Fundo imobiliário BTLG11 fecha acordo de quase R$ 2 bilhões por portfólio de imóveis em SP

16 de abril de 2024 - 11:36

O FII deve adquirir 11 ativos, com cerca de 550 mil metros quadrados prontos e performados

SÉRIE A DA B3

Auren (AURE3) fica de fora da segunda prévia do Ibovespa, que agora conta com a entrada de apenas uma ação

16 de abril de 2024 - 10:32

Se a previsão se confirmar, a carteira do Ibovespa contará com 87 ações de 84 empresas a partir de maio

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa cai pela quinta vez seguida pressionado por juros nos EUA e questão fiscal; dólar fecha no maior nível em 13 meses, a R$ 5,26

16 de abril de 2024 - 6:33

RESUMO DO DIA: A perspectiva de juros elevados por mais tempo nos Estados Unidos ganhou força mais uma vez e, combinada com a preocupação com o cenário fiscal doméstico, gerou mais lenha para a bolsa brasileira aumentar as cinzas. Pela quinta vez consecutiva, o Ibovespa terminou o dia no vermelho, com queda de 0,75%, aos […]

MERCADOS HOJE

Bolsas hoje: Ibovespa recua com pressão de bancos e Wall Street no vermelho; dólar sobe a R$ 5,18

15 de abril de 2024 - 6:43

RESUMO DO DIA: O Ibovespa terminou a sessão desta segunda-feira (15) no vermelho, pressionado pelo desempenho dos bancos, que recuaram em meio à crescente aversão ao risco no mercado hoje. O principal índice de ações da B3 fechou o pregão em baixa de 0,49%, aos 125.333 pontos. Já o dólar à vista avançou 1,25%, aos […]

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: Prévia do PIB no Brasil e balanços nos EUA são destaque junto com Livro Bege nos próximos dias

15 de abril de 2024 - 6:20

As reuniões do FMI ao longo da semana permanecem no radar, com discussões focadas na estabilidade financeira global e nas estratégias para enfrentar as incertezas econômicas

TOUROS E URSOS

O enigma da Petrobras (PETR4): entre dividendos e “risco Lula”, vale a pena ter ações da estatal?

14 de abril de 2024 - 7:45

Ruído da intervenção do governo impede a Petrobras de negociar no patamar de companhias como Chevron e Exxon, segundo analista

TEMPESTADE PERFEITA

Como a escalada das tensões no Oriente Médio derruba as ações da Azul (AZUL4) e da Gol (GOLL4) na B3

12 de abril de 2024 - 16:10

A crise geopolítica pressiona as cotações do petróleo e do dólar, o que afeta os negócios das companhias aéreas

RISCO GLOBAL

Dólar bate em R$ 5,14  e atinge maior nível em seis meses — e aqui estão três motivos para a disparada da moeda norte-americana hoje 

12 de abril de 2024 - 13:25

O dólar também se valoriza ante as divisas globais; as cotações do petróleo e do ouro renovam máximas históricas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies