🔴 QUER SAIR DO ALUGUEL? NÃO USE O FGTS PARA FINANCIAR O IMÓVEL – CONHEÇA ESTA ESTRATÉGIA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
NOVA RIVAL

“Faria Lima, a festa está acabando”: Câmara do Rio de Janeiro aprova a criação da nova Bolsa de Valores para concorrer com a B3

Vereadores também aprovaram a redução de 5% para 2% do ISS sobre operações financeiras

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
26 de junho de 2024
12:56
Vista do Rio de Janeiro
Vista do Rio de Janeiro - Imagem: marchello74/Shutterstock

"Faria Lima, a festa está acabando". Essa foi a fala do prefeito Eduardo Paes (PSD) ao comemorar mais um passo para a criação de uma nova rival da B3 (B3SA3) no Rio de Janeiro. 

No início do mês, o político enviou para a Câmara Municipal do Rio um projeto de lei para a criação de uma nova Bolsa no país.

Agora, os vereadores da capital carioca já se movimentaram, aprovando, na noite desta terça-feira (25), o PL 3276/2024.

O projeto, de autoria conjunta dos Poderes Executivo e Legislativo, cria condições tributárias para a instalação de uma bolsa de valores na cidade do Rio de Janeiro. 

Outro ponto principal do projeto é reduzir o valor do Imposto Sobre Serviços (ISS) para atividade de bolsa, mercadorias e futuros, de 5% para 2%. 

Mais investimentos, mais tributos

Atualmente, o mercado financeiro brasileiro de empresas abertas se concentra na B3, sediada em São Paulo. Com a criação da nova Bolsa, o Rio de Janeiro quer concorrer com a B3, atraindo empresas que operam com capital aberto a se instalarem no município. 

A ideia é que, com o aumento dos investimentos na cidade, o Rio também se beneficie com o aumento da receita tributária. Isso explica a redução do ISS, para tornar a cidade mais atrativa. 

Entre 2021 e 2023, o setor financeiro foi o quarto maior pagador de impostos na capital carioca, representando 9% da arrecadação total, com cerca de R$ 1,5 bilhão. Os dados são da Secretaria Municipal de Fazenda e Planejamento do Rio de Janeiro.

“A cidade do Rio de Janeiro está com o mercado maduro e atraente. Como hoje existe o monopólio por parte da B3, as taxas são altíssimas”, afirma o líder do governo, vereador Átila Nunes (PSD).

“Tenho certeza que nós vamos retomar o que acontecia na década de 70 e 80, onde o Rio de Janeiro rivalizava de igual para igual com São Paulo no que diz respeito ao mercado financeiro”, disse o vereador. 

Faria Lima carioca?

Em suas redes sociais, o prefeito Eduardo Paes comemorou a aprovação do projeto: “Isso é de um impacto incrível para a cidade e vai nos permitir recuperar o nosso protagonismo econômico", afirmou. “A cidade mais incrível de todas as cidades e agora o melhor lugar para fazer negócios. Faria Lima, a festa está acabando”, brincou o político.  

Em sua postagem, o prefeito mencionou Naji Nahas, megainvestidor e empresário, acusado de manipular o mercado de ações, na década de 1980, e “quebrar” a bolsa de valores do Rio de Janeiro. “Ah!  E prometo não mandar um Nagi (sic) Nahas para aí!”, concluiu Paes. 

A expectativa é que a nova Bolsa de Valores do país comece a operar no início de 2025. 

O Mubadala Capital, fundo soberano dos Emirados Árabes, estaria se preparando para instalar a nova Bolsa de Valores no Rio de Janeiro, segundo o jornal O Globo.

As operações da nova bolsa seriam da Americas Trading Group (ATG), que aguarda autorização das autoridades.

A Bolsa de Valores do Rio 

A Bolsa de Valores do Rio foi criada em 1820, ainda na época de Reino Unido com Portugal, no interregno entre o fim da era colonial (1815) e a fundação do Brasil Império (1822).

O último pregão ocorreu em abril de 2000, com a Bolsa encerrando suas atividades oficialmente em novembro de 2002. 

A partir daí, o mercado financeiro passou a se concentrar em São Paulo, na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que posteriormente se transformou na B3.

Compartilhe

NOVA INADIMPLÊNCIA

Fundo imobiliário SARE11 leva calote da WeWork pelo segundo mês seguido e cotas recuam na B3; os dividendos também vão cair?

24 de julho de 2024 - 12:36

O FII aluga quatro unidades do condomínio WT Morumbi, localizado na cidade de São Paulo, para a companhia, que é pioneira no modelo de escritórios flexíveis

DESTAQUES DA BOLSA

Falta de apetite chinês derruba as ações de Vale (VALE3), Gerdau (GGBR4) e CSN (CSNA3); mineradoras e siderúrgicas lideram quedas do Ibovespa hoje

23 de julho de 2024 - 14:18

A performance dos papéis reflete a queda da matéria-prima do aço no mercado internacional pelo segundo dia consecutivo

Novo indicador no mercado

Novo índice da B3 combina ações e BDRs mais negociados; confira os detalhes

22 de julho de 2024 - 18:17

Bolsa prepara para agosto o lançamento do novo indicador, que reunirá as ações do Ibovespa com recibos de ações de empresas internacionais

RECOMENDAÇÕES DE VENDA

HCTR11, DEVA11 e IRDM11: por que você deveria evitar esses três fundos imobiliários, na visão do Itaú BBA

22 de julho de 2024 - 14:50

O banco de investimentos analisou as perspectivas para diversos nomes do segmento de acordo com o contexto do mercado, a qualidade do portfólio, histórico e experiência da gestão

RECOMENDAÇÕES DA CLASSE

Dividendos altos e portfólios robustos: KNSC11, KNIP11 e outros seis fundos imobiliários de ‘papel’ para comprar agora, segundo o Itaú BBA

22 de julho de 2024 - 13:49

Os fundos que investem em títulos de crédito do setor imobiliário são tema de um relatório publicado pelo banco de investimentos hoje

EMISSÃO DE COTAS

HGRU11 quer captar até R$ 1,5 bilhão na bolsa e oferece um ‘desconto’ nas cotas, mas nem todo mundo poderá participar da oferta; entenda

22 de julho de 2024 - 12:35

A oferta é destinada exclusivamente a investidores profissionais, mas há uma exceção

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: semana das big techs divide espaço com inflação e PIB dos EUA e congelamento de despesas; fique por dentro

22 de julho de 2024 - 7:01

Ganha destaque a próxima divulgação do Boletim Focus, com expectativas em relação a mudanças após o anúncio de R$ 15 bi em contingenciamento de despesas do governo

ENTREVISTA EXCLUSIVA

Bradesco Asset revela cinco apostas em ações para lucrar na bolsa brasileira — e um setor para manter distância

22 de julho de 2024 - 6:04

Ao Seu Dinheiro, Rodrigo Santoro Geraldes conta que a gestora também possui quatro apostas na carteira de ações fora do Ibovespa

FRIGORÍFICOS

Problemas para a BRF (BRFS3) e a JBS (JBSS3)? Brasil suspende exportações de carne de aves para 44 países — e a China é um deles

20 de julho de 2024 - 12:19

O Ministério da Agricultura decidiu voluntariamente paralisar as exportações de carnes de aves e seus produtos, com restrições que variam de acordo com os mercados

DÁ O PLAY!

Agora vai? Por que a bolsa brasileira despertou em julho e o que esperar das ações agora

20 de julho de 2024 - 11:00

Ibovespa já acumula alta de 3% em julho, depois de quase perder os 120 mil pontos no último mês; mas as ações finalmente vão decolar, ou será mais um voo de galinha?

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar