🔴 ESTA CRIPTOMOEDA DISPAROU 4.200% EM 2 DIAS – VEJA SE VALE INVESTIR

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
BANDEIRA BRANCA, AMOR

Putin deu a bênção: Brasil consegue convencer a Rússia da posição de Lula sobre a guerra

A missão, que parecia impossível, foi desempenhada pelo chanceler Mauro Vieira durante encontro do G-20 em Nova Délhi, na Índia

Carolina Gama
2 de março de 2023
17:48 - atualizado às 17:49
Vladimir Putin e Joe Biden dominam o humor da bolsa
Imagem: Shutterstock/Montagem

Convencer Vladimir Putin não é uma tarefa das mais fáceis. Conhecido por suas posições firmes, o presidente russo é ainda mais fechado quando o assunto é a guerra na Ucrânia. Mas o Brasil concluiu nesta quinta-feira (2) uma missão que parecia impossível. 

E não é exagero dizer isso: o Itamaraty também convenceu os EUA sobre o posicionamento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do governo brasileiro em relação ao conflito no leste europeu. 

O personagem principal dessa missão impossível não foi Ethan Hunt (Tom Cruise) e sim Mauro Vieira. O chanceler aproveitou a reunião de cúpula de ministros das Relações Exteriores do G-20, realizada em Nova Delhi, na Índia, para explicar que o Brasil quer a paz, mas não pretende se alinhar com nenhum dos lados nas trincheiras. 

De acordo com os presentes na cúpula, a reação tanto da Rússia como dos EUA à posição do Brasil foi positiva, especialmente em um cenário de divisões tão profundas que fez o encontro do G-20 terminar sem que os países conseguissem concordar com o texto de um comunicado conjunto.

Guerra? Não, obrigado

Para convencer Rússia e EUA da posição brasileira na guerra, Viera se reuniu com o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken; com o chanceler russo, Sergei Lavrov; e com o ministro das Relações Exteriores da China, Qin Gang.

Os encontros aconteceram depois que, na semana passada, o Brasil votou contra a invasão russa na Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU). 

Hoje, tanto Blinken como Lavrov disseram ao chanceler brasileiro que entendiam a posição brasileira, apesar de não concordarem com ela.

Contou em favor do Brasil o fato de ter se negado a vender munição para a Ucrânia usar nos tanques alemães que estão sendo enviados para Kiev se defender da invasão russa.

  • Por que estamos no momento ideal para poder ganhar dinheiro com dividendos? O Seu Dinheiro preparou 3 aulas exclusivas para te ensinar como buscar renda extra com as melhores ações pagadoras da Bolsa. [ACESSE AQUI GRATUITAMENTE]

Lavrov vem aí… Lula vai pra lá?

A reunião entre Vieira e Lavrov durou 45 minutos, que foram usados principalmente para explicar, ponto a ponto, a posição de cada país em relação à guerra. 

Foi nesse encontro que o ministro russo confirmou que virá a Brasília em abril — uma visita que deve desagradar os EUA.

Enquanto Lavrov vem ao Brasil, Lula foi convidado para ir à Ucrânia pelo presidente ucraniano, Volodimir Zelenski — ambos conversaram hoje por vídeo. 

De acordo com auxiliares do Palácio do Planalto, Lula teria sinalizado que aceitaria o convite em momento oportuno.

No final de janeiro, Lula defendeu a criação de um grupo de países para negociar o fim do conflito. "Temos que criar outro organismo, da mesma forma que criamos o G-20 quando ocorreu a crise [econômica] de 2008", disse Lula na ocasião.

*Com informações da CNN e da Reuters

Compartilhe

DÊ O PLAY!

Javier Milei já conseguiu avançar muito na Argentina — mas os últimos cortes deixaram a ‘faca’ do presidente cega?

25 de maio de 2024 - 11:00

Esse foi o tema do mais recente episódio do Touros e Ursos, o podcast do Seu Dinheiro, que contou com a presença do nosso colunista, Matheus Spiess

AYUDA, HERMANOS

A motosserra de Milei ficou sem combustível? Entenda por que o dólar voltou a bater máximas na Argentina — e por que isso já era esperado

23 de maio de 2024 - 12:55

Ao mesmo tempo em que o mercado aumentou o apetite por dólares, Javier Milei, o presidente do país, virou capa da revista Time

VAI VOLTAR A SUBIR?

Ata do Fed joga balde de água fria nas bolsas — entenda o que acabou de vez com o apetite por risco dos investidores hoje

22 de maio de 2024 - 16:04

Dirigentes do Fed estão descontentes com o ritmo da queda da inflação nos EUA e veem juros no atual nível por mais tempo

REI CHARLES AUTORIZOU

Primeiro-ministro dissolve o Parlamento e antecipa as eleições gerais no Reino Unido

22 de maio de 2024 - 14:44

Assim, os deputados perdem o seu mandato e agora precisam fazer campanha para a reeleição se quiserem continuar

EL PELUCA

Seis meses de Javier Milei: como está a Argentina hoje para o investidor — e para o viajante — após novo presidente assumir? 

22 de maio de 2024 - 6:20

Desde que assumiu, Milei colecionou algumas vitórias e derrotas no seu primeiro semestre de gestão; conheça algumas delas e saiba se a Argentina ainda é um destino turístico atrativo, do ponto de vista financeiro

NÃO DEIXOU BARATO

Na mira de Xi Jinping: China impõe sanções à Boeing e mais duas empresas dos EUA por venda de armas a Taiwan

20 de maio de 2024 - 19:22

A medida é a mais recente de uma série de sanções anunciadas pelo Gigante Asiático nos últimos anos contra companhias pelo fornecimento de armamento a Taipé

INTERNACIONAL

Presidente do Irã morre em queda de helicóptero; aiatolá já decidiu quem será o sucessor

20 de maio de 2024 - 7:53

Além de Ebrahim Raisi, seu ministro das Relações Exteriores e mais 7 pessoas morreram no incidente, ocorrido no norte do Irã

LOBBY DE BANCOS

CEO do JP Morgan levou outros presidentes de bancos para pressionar Federal Reserve por normas mais frouxas

19 de maio de 2024 - 16:47

Agora, o Fed e dois outros reguladores querem um novo plano, que reduziria o aumento obrigatório de capital — de quase 20% — para os maiores bancos dos EUA

NO ORIENTE MÉDIO

Membro do gabinete de Guerra de Israel ameaça pedir demissão caso não haja plano para conflito em Gaza

19 de maio de 2024 - 14:55

Benny Gantz reconheceu o impacto prejudicial que a guerra está tendo sobre os civis, mas insistiu que a “decisividade” é necessária

NO ORIENTE MÉDIO

Helicóptero que levava presidente e ministros do Irã faz pouso forçado; equipes tentam acessar o local

19 de maio de 2024 - 13:23

Houve registro de chuva forte e neblina com algum vento, o que poderia ter causado uma instabilidade na aeronave

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar