🔴 NOVA META: RENDA EXTRA DE ATÉ R$ 2.000,00 POR DIA – VEJA COMO

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
EM MENOS DE 24 HORAS

Zuckerberg celebra 30 milhões de usuários no Threads — o rival Twitter tem dez vezes mais clientes, mas pode ficar para trás?

Segundo um post do bilionário na própria rede social, a plataforma alcançou a marca nesta manhã, menos de 24 horas após o lançamento

Mark Zuckerberg, dono da Meta (Facebook) | Threads
Mark Zuckerberg, dono da Meta (Facebook) - Imagem: Wikimedia Commons

Foram necessários menos de 24 horas após o lançamento do Threads, aplicativo de mensagens que deve rivalizar com o Twitter, para Mark Zuckerberg, CEO e co-fundador da Meta, poder celebrar publicamente uma marca importante.

Segundo um post do bilionário na própria rede social, a plataforma bateu 30 milhões de usuários na manhã desta quinta-feira (6).

Imagem: Reprodução Threads

O feito mostra que a estratégia de vincular o lançamento ao já consolidado Instagram tem sido bem-sucedida. Zuckerberg apresentou o Threads como o aplicativo de conversação baseado em texto do aplicativo de fotos.

Zuck também acertou no timing ao disponibilizar o Threads em um momento no qual é possível capturar a onda de usuários que deixaram o Twitter em meio às mudanças implementadas por Elon Musk, bilionário rival, na plataforma do passarinho azul — a mais recente delas restringe o número de mensagens que um usuário pode ver. 

Mas vale destacar que, apesar dos últimos acontecimentos, a rede social de Musk ainda está longe de ser ultrapassada. Segundo as últimas informações disponível, o Twitter tem cerca de 300 milhões de contas ativas

Mais sobre o Threads

Embora o Threads esteja vinculado ao Instagram — as pessoas podem usar os mesmos nomes de usuário — o serviço de mensagens é um aplicativo separado e que precisa ser baixado. 

Visualmente, o Threads é bem parecido com o Twitter. Nele, os usuários podem postar mensagens curtas que outros podem curtir, compartilhar e comentar.

As pessoas poderão seguir as mesmas contas do Threads que seguem no Instagram e responder a outras postagens públicas de maneira semelhante à forma como a rede do passarinho azul funciona.

Imagem: Reprodução Meta
  • 5 ações gringas para comprar agora: conheça as melhores apostas nos mercados internacionais para buscar lucros nos próximos meses, segundo analistas da Empiricus Research. [ACESSE A LISTA GRATUITA AQUI]

A Meta informa que os feeds individuais das pessoas no Threads incluirão tópicos postados por outros usuários que eles seguem, além do conteúdo recomendado compartilhado por criadores que os usuários podem não conhecer.

As pessoas poderão publicar postagens no novo app com até 500 caracteres e, embora o aplicativo seja voltado para texto, as pessoas também poderão compartilhar links, fotos e vídeos que podem durar até cinco minutos. 

Os usuários do Instagram também poderão compartilhar suas postagens do Threads por meio do recurso de história do aplicativo, além de "qualquer outra plataforma que você escolher", segundo a Meta. 

A disputa entre Threads, Blue Sky e Twitter

O lançamento do Threads ocorre quando o Twitter sofreu uma onda de contratempos sob o comando de Musk

Recentemente, o bilionário disse que os usuários do Twitter só poderão ver um certo número de Tweets por dia em uma tentativa de lidar com “níveis extremos de extração de dados” e “manipulação do sistema” no serviço de mensagens.

Vários usuários do Twitter reclamaram publicamente sobre Musk impor um chamado “limite de taxa” temporário no Twitter, dizendo que tornam o aplicativo uma experiência menos envolvente.

O BlueSky, um aplicativo rival de mensagens sociais apoiado pelo cofundador do Twitter, Jack Dorsey, disse que registrou "tráfego recorde" depois que Musk anunciou o limite de taxa do Twitter e interrompeu temporariamente as inscrições para lidar com o influxo de novos usuários, que atualmente devem ser convidados a usar o aplicativo.

*Com informações da CNBC

Compartilhe

O boi Subiu no telhado?

Sinal vermelho para a Minerva (BEEF3): autoridade uruguaia barra compra de plantas de abate da Marfrig (MRFG3) no país

21 de maio de 2024 - 18:38

O negócio faz parte de uma transação de R$ 7,5 bilhões anunciada em agosto do ano passado; Minerva deve recorrer da decisão

LUCHA LIBRE DAS FINTECHS

Como o Mercado Livre (MELI34) pretende enfrentar o Nubank em disputa pelo mercado do México

21 de maio de 2024 - 17:26

O Mercado Pago está em busca de uma licença bancária para se estabelecer como “o maior banco digital do México”, em uma briga direta com o Nu

FICOU BARATA?

Ação da Suzano não para de cair na B3 — e esse bancão vê dois futuros possíveis para SUZB3. É hora de abocanhar os papéis?

21 de maio de 2024 - 12:28

O BTG Pactual acredita que a intensa desvalorização recente abriu uma oportunidade de se tornar sócio da companhia a preços muito baixos — mas há riscos no radar

NADANDO COM TUBARÕES

Adeus, Shark Tank? Justiça acata recuperação judicial da Polishop, de João Appolinário

21 de maio de 2024 - 12:16

Em meio a cobranças e ações de despejo, recuperação judicial protege a Polishop de seus credores por 180 dias

TENTATIVA DE RECUPERAÇÃO

Unigel obtém acordo com credores para reestruturar dívida de mais de R$ 4 bilhões

21 de maio de 2024 - 9:40

A empresa de químicos começou a romper compromissos com alguns credores em setembro de 2023, antes de entrar com a proposta de recuperação

REPORTAGEM ESPECIAL

Pão de Açúcar (PCAR3) volta às origens e tenta se reinventar após “desmanche” no fim da era Casino

21 de maio de 2024 - 6:19

Situação do Pão de Açúcar pode mudar à medida que a atual administração consiga trazer a operação de volta à rentabilidade; saiba o que esperar das ações da rede de supermercados

AVAL DOS MUNICÍPIOS

Sinal verde para privatização: Municípios de SP aprovam “último passo” para desestatizar a Sabesp (SBSP3)

20 de maio de 2024 - 18:47

No passo final do processo de desestatização, centenas de prefeitos de São Paulo assinaram um contrato unificado com a companhia de saneamento

DE OLHO NAS REDES

Interferência na Petrobras ainda vai longe? Os planos de Lula para a empresa não agradam nem um pouco o mercado — e agora? 

20 de maio de 2024 - 18:11

Os ruídos dentro na Petrobras (PETR4) não são de agora e a principal preocupação do investidor de PETR4 é a influência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na estatal.  Enquanto o governo quer que a estatal faça cada vez mais investimentos, o mercado enxerga que isso pode ser um perigo, dado o risco de […]

ENTENDA O IMBRÓGLIO

Vibra (VBBR3) compra seu edifício-sede no Rio, mas transação causa impasse para investidores de CRI e fundos imobiliários

20 de maio de 2024 - 17:02

Não se trata de um calote como os vistos no mercado de CRI no ano passado, mas sim de uma situação muito mais complexa do ponto de vista jurídico

MAIOR CAUTELA

Fusão entre Petz (PETZ3) e Cobasi anima analistas — mas esse bancão ainda vê potencial de alta limitado para ações

20 de maio de 2024 - 16:02

Bank of America elevou o preço-alvo dos papéis da Petz nesta segunda-feira (20), mas manteve recomendação neutra; entenda

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar