IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2023-01-06T10:44:51-03:00
Camille Lima
CHUVA DE PROVENTOS

Alô, acionista! Taesa (TAEE11) vai pagar R$ 460 milhões em dividendos; saiba quem tem direito aos proventos

O montante equivale ao valor unitário de R$ 0,44509 por ação ordinária e preferencial e de R$ 1,33527 por unit da companhia

6 de janeiro de 2023
10:10 - atualizado às 10:44
-Torre-energia- (1)

Amplamente conhecida como uma das grandes pagadoras de proventos da bolsa, a Taesa (TAEE11) decidiu agraciar os acionistas e anunciou uma generosa rodada de dividendos.

A companhia de transmissão de energia vai distribuir R$ 460 milhões na forma de dividendos intercalares referentes ao exercício de 2022.

O montante equivale ao valor unitário de R$ 0,44509 por ação TAEE3 ou TAEE4 e de R$ 1,33527 por unit TAEE11.

As units TAEE11 operam em forte valorização e figuram entre as maiores altas do Ibovespa na manhã desta sexta-feira (06). Por volta das 10h45, os papéis avançavam 5,61%, negociados a R$ 35,95.

Dividendos

Para ter direito aos proventos, é preciso fazer parte da base de acionistas da empresa até a próxima terça-feira, 10 de janeiro. Depois da data de corte, os papéis passarão a ser negociados "ex-dividendos" e sofrerão um ajuste na cotação.

Em termos mais simples, o investidor pode optar por comprar os papéis até a data limite e receber a remuneração ou esperar pelo dia 11 e adquiri-los provavelmente por uma cotação mais baixa e sem o direito aos proventos em questão.

Já a data agendada pela Taesa (TAEE11) para o pagamento da remuneração aos acionistas é 23 de janeiro.

Vale a pena investir em Taesa (TAEE11)?

Tradicionalmente, a virada de ano traz também uma revisão dos hábitos, objetivos e, inevitavelmente, dos investimentos.

E, para quem está refletindo sobre o que fazer com a própria carteira de investimentos, a Taesa (TAEE11) pode ser uma opção para deixar no radar, na visão da Genial Investimentos.

Os analistas da corretora recentemente revisaram a recomendação do papel de venda para manutenção, com preço-alvo fixado em R$ 36 por ação. O valor corresponde a um potencial de valorização de 5,7% em relação ao fechamento do último pregão, de R$ 34,04.

Segundo o relatório, a mudança na recomendação dos papéis é justificada de acordo com as estimativas dos analistas, que agora veem as ações da empresa negociando com uma Taxa Interna de Retorno Implícita de 8,5% em termos reais.

De acordo com a corretora, este seria o nível em que a ação começa a negociar com algum prêmio em relação ao rendimento real das notas do Tesouro Nacional de 30 anos em termos reais, em torno de 6%.

Além disso, a Genial aponta que o ativo passou bastante tempo negociando entre R$ 40 e R$ 44, níveis considerados muito descolados dos fundamentos da empresa.

"É uma empresa sólida, com grande track-record na execução de projetos de transmissão e generosa pagadora de dividendos. Por enquanto, preferimos outros nomes no setor por considerar, como Alupar e Eletrobrás", traz o relatório.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

maus ventos

O Brasil vai acabar? Inflação pode deixar de responder ao BC se Lula conseguir mudar meta, dizem gestores

31 de janeiro de 2023 - 21:24

Rodrigo Azevedo, da Ibiuna, e Felipe Guerra, da Legacy, estão com visão pessimista para o Brasil

DIA 31

Está confirmado: Lula vai para os EUA no dia 10 de fevereiro — veja o que ele vai discutir com Biden

31 de janeiro de 2023 - 20:06

Enquanto o encontro não chega, o petista tentou acalmar os ânimos dos investidores — que seguem desconfiados em relação à responsabilidade fiscal do novo governo

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa sobe em meio ao caos de um interminável janeiro; o que afeta a bolsa nos próximos dias?

31 de janeiro de 2023 - 18:57

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

MELHORES DO MÊS

Renascimento cripto: bitcoin (BTC) volta a brilhar, sobe mais de 30% e é disparado o melhor investimento de janeiro; títulos do Tesouro ficam na lanterna

31 de janeiro de 2023 - 18:46

As medalhas de prata e bronze foram para o ouro e para o Ibovespa, em um movimento de busca por segurança — e barganhas

ESTAGNOU?

Dividendos do Maxi Renda (MXRF11) não cresceram em 2022, mas os proventos destes outros três fundos imobiliários subiram mais de 50% — veja quais são

31 de janeiro de 2023 - 18:33

O melhor resultado foi obtido pelo Santander Papéis Imobiliários CDI (SADI11), com alta de 77,1%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies