🔴 DÓLAR A R$5,38 E PODE SUBIR MAIS – VEJA COMO PROTEGER O SEU PATRIMÔNIO

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
CIDADE INDUSTRIAL

Invasão chinesa? Maior rival de Elon Musk, BYD vai desembolsar R$ 3 bilhões para produzir carros elétricos no Brasil

A princípio, a BYD pretende montar dois modelos no Brasil: um hatch compacto puramente elétrico e um utilitário esportivo híbrido

Camille Lima
Camille Lima
5 de julho de 2023
9:36 - atualizado às 9:37
BYD Song Plus
BYD Song Plus - Imagem: BYD

Maior rival da Tesla de Elon Musk, a montadora BYD está preparada para aumentar ainda mais a “invasão chinesa” no Brasil — desta vez, em terras baianas.

A fabricante asiática anunciou na terça-feira (4) que vai investir R$ 3 bilhões para produzir carros elétricos na “Cidade Industrial” da Bahia, como é conhecido o município de Camaçari.

A empresa pretende se instalar em um complexo industrial da Ford na cidade. O complexo será composto por três novas fábricas.

Vale destacar que, apesar dos planos, até o momento, a compra da unidade não foi fechada oficialmente.

A Ford confirma que está em processo de negociação para a venda da fábrica de Camaçari, mas que ainda não tem nada concreto para anunciar.

Os planos da BYD no Brasil

Em princípio, a BYD pretende montar dois modelos no Brasil: um hatch compacto puramente elétrico, o Dolphin; e um utilitário esportivo híbrido que combinará um motor elétrico com outro movido a gasolina ou etanol, chamado de Song.

Além disso, a montadora chinesa vai fabricar chassis para ônibus, assim como caminhões elétricos, e processar lítio e ferro fosfato, metais de baterias, para o mercado externo, usando a estrutura portuária existente no local.

Caso os planos saiam de acordo com o previsto, a produção começará no segundo semestre de 2024, provavelmente no quarto trimestre do ano que vem.

O projeto foi anunciado durante cerimônia com o governador Jerônimo Rodrigues no Farol da Barra, em Salvador.

O evento contou com a presença de Stella Li, vice-presidente executiva global da BYD e CEO para as Américas.

Por que a BYD escolheu a Bahia?

A montadora desembarcou na Bahia atraída pelo programa local de incentivo ao setor automotivo. A iniciativa permitirá à empresa descontos, em duas etapas, no recolhimento do ICMS até 2032.

Além disso, o governador Jerônimo Rodrigues prometeu a isenção de IPVA aos carros elétricos, com preços de até R$ 300 mil, que forem produzidos no estado.

Com a unidade em Camaçari, a capacidade de produção de automóveis híbridos e elétricos da BYD no Brasil será de 150 mil veículos por ano.

Segundo estimativas, o número ainda poderá dobrar para 300 mil unidades nas fases posteriores do projeto.

Por sua vez, a geração de empregos é estimada em 5 mil vagas de trabalho, com mil oportunidades já na fase inicial do projeto.

A BYD prometeu dar prioridade a fornecedores locais e afirmou esperar preços competitivos da nova tecnologia com a produção nacional.

"As novas fábricas no Brasil vão permitir a introdução e aceleração da eletromobilidade no País, um movimento-chave para combater as mudanças climáticas e, de fato, melhorar a qualidade de vida das pessoas", afirmou a vice-presidente da BYD, Stella Li.

A DINHEIRISTA - Taxada na Shein: “Meu reembolso está mais de um mês atrasado. E agora?” I Irmão golpista coloca pais no Serasa

A chinesa no Brasil

A marca chinesa BYD é focada na produção de carros eletrificados e também de outros componentes que envolvem o ecossistema da eletrificação.

Junto com os veículos elétricos, a montadora fabrica ônibus e caminhões elétricos, baterias e sistemas fotovoltaicos.

Presente no Brasil desde 2015, a BYD já possui três fábricas. A primeira, aberta há sete anos em Campinas (SP), é responsável pela montagem de ônibus 100% elétricos.

Em 2017 foi aberta a segunda planta, também em Campinas, para a produção de módulos fotovoltaicos.

A terceira unidade fabril, em Manaus (AM), inaugurada em 2020, surgiu da necessidade em abastecer sua frota de ônibus elétricos: a fábrica é dedicada à produção de baterias de fosfato de ferro-lítio (LiFePO4).

A empresa também é responsável por dois projetos de SkyRail (monotrilho) no país: em Salvador, com o VLT do Subúrbio, e na cidade de São Paulo, com a Linha 17 – Ouro.

Além disso, a BYD comercializa no Brasil empilhadeiras, vans, caminhões, furgões e automóveis, todos eletrificados.

*Com informações de Estadão Conteúdo

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar