🔴 MELHORES MOMENTOS DO MACRO SUMMIT BRASIL 2024 – ASSISTA AQUI

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
UMA EM UM MILHÃO

Para o Itaú, a ação da Renner (LREN3) é uma chance que não se vê todo dia — entenda a visão do banco

O banco elevou a recomendação para compra e estabeleceu um novo preço-alvo de R$ 27 — o que representa um potencial de valorização de 27% com relação ao fechamento de quinta-feira (13)

Carolina Gama
13 de janeiro de 2023
15:30 - atualizado às 15:44
Lojas Renner
Fachada da Lojas Renner, em São Paulo - Imagem: Itaci Batista/Estadão Conteúdo

O rombo de R$ 20 bilhões da Americanas (AMER3) jogou uma sombra sobre o varejo brasileiro, mas nem tudo está perdido. O segmento de vestuário tem uma oportunidade que, segundo o Itaú BBA, não se vê todo dia: Lojas Renner (LREN3). 

O banco elevou a recomendação de LREN3 para compra e estabeleceu um novo preço-alvo para as ações, de R$ 27 — o que representa um potencial de valorização de 27% com relação ao fechamento de quinta-feira (13).

E ainda que a empresa enfrente ventos contrários — a exemplo de receita abaixo do padrão, investimentos em infraestrutura logística e cenário econômico mais ameno — o Itaú BBA vê LREN3 operando descontada em relação aos níveis históricos, com preço/lucro (P/L) de 15,4 vezes em 2023. 

“Em poucas palavras, estamos comprando as ações com um múltiplo marcadamente baixo sobre os ganhos do final do ciclo”, diz o Itaú BBA em nota. 

Nesta sexta-feira, as ações da Renner operam em queda de mais de 1%.

Por que comprar LREN3?

A principal razão para o otimismo do Itaú BBA com a Lojas Renner (LREN3) é o atual nível de valuation — a ação foi martelada e agora o banco vê uma relação P/L muito mais palatável.

Ao comprar LREN3, o Itaú BBA acredita que o investidor está exposto a:

  • Potencial para várias reavaliações quando o mercado voltar a nomes discricionários; 
  • Crescimento do lucro por ação no período 2023-2025 desvinculado da expansão da receita, aproveitando a recuperação da rentabilidade da Renner como um todo.

O banco alerta, no entanto, que o resultado final para 2023 ainda envolve lucratividade abaixo do normal na Realize — o braço financeiro da Renner — e uma operação de varejo que está alcançando margens históricas. 

Realize: um desafio para a Renner

A Realize, braço financeiro da Renner, está lidando com um cenário ciclicamente mais difícil e o Itaú BBA não espera que a divisão seja um impulsionador do dinamismo dos resultados da empresa nos próximos trimestres. 

“A Realize tem um caminho difícil pela frente, mas todo mundo já sabe disso. Não estamos esperando boas notícias sobre a Realize, mas acreditamos que isso já virou notícia velha”, disse o Itaú BBA em relatório. 

Nos cálculos do banco, a contribuição da Realize para o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) é de apenas R$ 151 milhões em 2023, um peso significativo na geração de lucros do ano inteiro.

Compartilhe

A PARTIR DE 2025

Saiba como a maior produtora de alumínio do país pretende reduzir emissões em até 30% — parte da resposta: com um investimento de R$ 1,6 bilhão

13 de abril de 2024 - 13:13

A multinacional norueguesa Hydro do ramo de alumínio projeta reduzir em cerca de um terço a intensidade de emissão de dióxido de carbono (CO2) nas operações brasileiras a partir de 2025.  A controladora das maiores operações de alumina e alumínio primário no Brasil diz que a previsão é que a meta seja alcançada após a […]

VITÓRIA!

Prio (PRIO3) fica com 100% de Wahoo: como a vitória deve aumentar a produção da petroleira; ações sobem na bolsa

12 de abril de 2024 - 13:05

A empresa recebeu uma decisão favorável da Câmara de Comércio Internacional em um processo arbitral relacionado à concessão BM-C-30, no campo de Wahoo

REESTRUTURAÇÃO DE DÍVIDAS

Light (LIGT3) assina acordos com credores, em novo passo em direção ao fim da recuperação judicial; ações caem na B3

12 de abril de 2024 - 11:46

Foram celebrados dois acordos com credores e debenturistas envolvendo as subsidiárias Light Sesa e Light Energia; entenda o que vem pela frente

ENGORDOU O PATRIMÔNIO

CEO da Nvidia fica quase R$ 3 bilhões mais rico em um dia. Conheça o bilionário que quase dobrou de fortuna em 2024

11 de abril de 2024 - 18:03

Jensen Huang é a 19º pessoa mais rica do planeta, de acordo com a revista Forbes, com um patrimônio avaliado em US$ 79,5 bilhões (R$ 404 bilhões)

ENTENDA O CASO

Justiça embarga obras de complexo bilionário da JHSF (JHSF3) no interior de São Paulo

11 de abril de 2024 - 16:01

A decisão aconteceu após pedido do Ministério Público, que afirma que a JHSF e outras duas companhias burlaram regras de licenciamento ambiental

DESISTIU DA BATALHA?

Gafisa (GFSA3): Esh Capital diminui participação após perder disputa sobre assembleia; ações caem 6% na B3

11 de abril de 2024 - 11:24

A gestora de Vladimir Timerman reduziu a participação na Gafisa de 20% para 4% do capital

FOI DADA A LARGADA

Oferta de ações da Boa Safra (SOJA3): companhia pretende levantar até R$ 388 milhões com nova emissão

11 de abril de 2024 - 9:48

Empresa pretende usar os recursos para expandir o negócio de armazenamento; controladores se comprometeram a colocar dinheiro novo na oferta

VOO DE FRANGO?

BRF (BRFS3) volta a ser empresa “de dono” e mais que dobra de valor na B3. O que está por trás da disparada — e o que esperar das ações

11 de abril de 2024 - 6:13

Agora “oficialmente” sob controle da Marfrig, BRF acumula alta de mais de 170% em 12 meses na B3; saiba o que os analistas pensam da empresa de proteínas

DINHEIRO NO BOLSO

Santander (SANB11) vai depositar R$ 1,5 bilhão na conta dos acionistas; saiba mais sobre os proventos anunciados pelo banco

10 de abril de 2024 - 18:37

Terá direito ao provento quem estiver na base de investidores do banco ao final do pregão de 19 de abril

PISOU NO ACELERADOR

Cury (CURY3) inicia o ano lançando quase R$ 2 bilhões e executivo diz por que a construtora foi na contramão do mercado

10 de abril de 2024 - 18:24

De acordo com Leonardo Mesquita, vice-presidente comercial da construtora, a decisão de lançar mais no início do ano já é adotada há alguns anos e tem um propósito

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies