IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2023-01-19T20:19:44-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
Carolina Gama
XERIFE NO CASO

CVM se une à Polícia Federal e MPF para investigar rombo contábil na Americanas (AMER3); autarquia já abriu sete processos sobre a varejista

A autarquia reforçou a equipe que cuida do caso e criou uma força-tarefa que inclui sete superintendências do órgão

19 de janeiro de 2023
20:19
Lupa destaca site da Americanas.com em tela de computador
Tela do site da Americanas.com - Imagem: Shutterstock

A Americanas (AMER3) oficializou nesta quinta-feira (19) o pedido de recuperação judicial - que já foi aceito pelo Justiça - e deve ganhar fôlego para negociar os R$ 43 bilhões declarados em dívidas. Mas o alívio não se estendeu à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que reforçou sua investigação sobre a varejista.

A xerife do mercado de capitais já havia aberto quatro processos a respeito da companhia desde a descoberta de um rombo bilionário nos balanços na última semana. Agora esse número subiu para sete.

Além disso, a autarquia reforçou a equipe que cuida do caso e criou uma força-tarefa que inclui sete superintendências do órgão.

A CVM também está fazendo uso de seus convênios e da cooperação com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal para a investigação e mantém um diálogo com a Advocacia-Geral da União para "coordenar uma eventual atuação conjunta em juízo.

Qual é o escopo da investigação da CVM?

Os dois primeiros processos abertos pela CVM estão focados na supervisão das informações contábeis da Americanas, incluindo demonstrações financeiras padronizadas (DFP) e o formulário trimestral (ITR) e nas notícias, fatos relevantes e comunicados divulgados pela empresa.

Adicionalmente, a autarquia apura eventuais irregularidades nas negociações com ativos de emissão da companhia, a conduta da companhia, acionistas de referência e administradores no processo de divulgação do pedido de tutela cautelar.

Nem mesmo os coordenadores líderes de ofertas públicas de emissões da companhia e as agências de classificação de risco ficaram de fora da lista e também são investigados.

A CVM garante que, caso encontre condutas ilícitas ou infrações, responsabilizará devidamente "cada um dos responsáveis com o rigor da lei e na extensão que lhe for aplicável."

Americanas: relembre o caso

Na semana passada, a Americanas revelou inconsistências contábeis no valor de R$ 20 bilhões que resultaram na saída do CEO Sérgio Rial e também em um pedido de recuperação judicial — que foi aceito pela Justiça no fim da tarde desta quinta-feira.

A empresa comandada pelo famoso trio de empresários formado por Jorge Paulo Lehman, Betto Sicupira e Marcel Teles soma dívidas no valor de R$ 43 bilhões com bancos e fornecedores, além de questões trabalhistas.

Estima-se que a Americanas tenha 16.300 credores e travou uma batalha com os bancos nos últimos dias. Entre eles o BTG Pactual, que conseguiu bloquear R$ 1,2 bilhão da companhia após decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ).

Para lidar com a situação, a Americanas já anunciou mudanças entre seus executivos e também a criação de um comitê independente que vai investigar a origem do rombo bilionário. Esse comitê, no entanto, mal assumiu e já teve um de seus membros substituído.

No lugar de Pedro Augusto de Melo entra Eduardo Flores, consultor e parecerista em contabilidade, membro do conselho da Fundação IFRS desde 2021 e ex-presidente do conselho fiscal da Via entre 2018 e 2019.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

maus ventos

O Brasil vai acabar? Inflação pode deixar de responder ao BC se Lula conseguir mudar meta, dizem gestores

31 de janeiro de 2023 - 21:24

Rodrigo Azevedo, da Ibiuna, e Felipe Guerra, da Legacy, estão com visão pessimista para o Brasil

DIA 31

Está confirmado: Lula vai para os EUA no dia 10 de fevereiro — veja o que ele vai discutir com Biden

31 de janeiro de 2023 - 20:06

Enquanto o encontro não chega, o petista tentou acalmar os ânimos dos investidores — que seguem desconfiados em relação à responsabilidade fiscal do novo governo

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa sobe em meio ao caos de um interminável janeiro; o que afeta a bolsa nos próximos dias?

31 de janeiro de 2023 - 18:57

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

MELHORES DO MÊS

Renascimento cripto: bitcoin (BTC) volta a brilhar, sobe mais de 30% e é disparado o melhor investimento de janeiro; títulos do Tesouro ficam na lanterna

31 de janeiro de 2023 - 18:46

As medalhas de prata e bronze foram para o ouro e para o Ibovespa, em um movimento de busca por segurança — e barganhas

ESTAGNOU?

Dividendos do Maxi Renda (MXRF11) não cresceram em 2022, mas os proventos destes outros três fundos imobiliários subiram mais de 50% — veja quais são

31 de janeiro de 2023 - 18:33

O melhor resultado foi obtido pelo Santander Papéis Imobiliários CDI (SADI11), com alta de 77,1%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies