🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Na bolsa

Braskem (BRKM5): ações podem subir mais de 20% este ano – se Odebrecht e Petrobras não atrapalharem, diz UBS BB

Banco muda recomendação para papéis da petroquímica, mas negociação da fatia da Odebrecht na empresa pode mudar o cenário

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
14 de abril de 2023
17:01 - atualizado às 16:50
Site da Braskem com lupa apontada para o logotipo da companhia
Site da Braskem - Imagem: Shutterstock

As ações da Braskem (BRKM5) têm potencial de subir mais de 20% neste ano, de acordo com relatório do UBS BB publicado nesta sexta-feira (14). O banco mudou sua recomendação para os papéis de Neutro para Compra, com preço-alvo estipulado em R$ 26, mas colocou como fator de risco o imbróglio envolvendo a venda da fatia da Novonor, ex-Odebrecht, na petroquímica.

O UBS BB espera que os spreads da Braskem voltem a se recuperar ao longo de 2023, após a queda observada no ano passado. Na indústria petroquímica, spread é a diferença entre o preço do produto e sua matéria-prima. 

Mas os números não devem chegar nem perto dos observados em 2021, quando a quebra nas cadeias produtivas encareceu os preços das resinas termoplásticas. Porém, qualquer recuperação é bem-vinda.

“Nós não esperamos que os spreads voltem às altas históricas, mas prevemos uma melhoria a partir dos níveis atuais, o que apoia nossa recomendação de compra”, afirmou o UBS BB em relatório.

Essa análise incorpora tanto o demonstrativo financeiro de 2022 quanto as estimativas mais recentes da Chemical Market Analytics (CMA) para a companhia e a indústria.

Mas, enquanto espera-se que o cenário para a cadeia petroquímica global fique relativamente estável neste ano, desdobramentos corporativos poderiam afetar os preços da ação da Braskem.

Reviravolta na Braskem?

Isto porque existe um risco de acontecer alguma reviravolta na venda da fatia de 50,1% que a Novonor tem na Braskem.

É verdade que o negócio não anda há anos, desde que a holandesa Lyondell Basell desistiu da compra em 2019, após mais de um ano e meio de conversas.

Porém, o UBS BB destaca que declarações recentes do novo presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, deram a entender que a petroleira poderia aumentar sua fatia na Braskem. E, considerando essa opção, uma maneira bem direta de alcançar esse objetivo seria negociar com a Novonor. 

“(...) o que, de acordo com o estatuto social da Braskem, não caracterizaria alteração em sua estrutura acionária controladora”, disse o UBS BB. Nesse caso, seria evitado, ainda, um tag-along com as mesmas condições para os acionistas minoritários.

Porém, para que isso aconteça, precisaria de uma dose de boa vontade da Novonor, que, no mês passado, recusou uma proposta da J&F Investimentos, holding dos irmãos Joesley e Wesley Batista.

A J&F fez uma proposta indicativa não vinculante de R$ 9 bilhões pela fatia — R$ 30 por ação —, o que indicaria um prêmio de quase 50% por ação. Mesmo assim, a Novonor recusou. As ações da Braskem subiam mais de 3% na B3 nesta sexta-feira, cotadas a R$ 21.

Compartilhe

FUTURA POTÊNCIA?

Para o Santander, expansão da IA e demanda por data centers são oportunidades para o Brasil. Veja quais empresas e setores na Bolsa podem se beneficiar

12 de julho de 2024 - 20:00

Segundo o banco, país possui “excesso de oferta” de energia e diversas fontes renováveis

FUSÕES E AQUISIÇÕES

Indo às compras: Suzano adquire fábricas de empresa de embalagens nos EUA por US$ 110 milhões

12 de julho de 2024 - 19:12

Acordo ocorre semanas após a companhia desistir de tratativas para comprar a International Paper por US$ 15 bilhões

A GRANDE APOSTA

Não aposte contra a Nvidia: Para investidor do ‘Big Short’, seria insano apostar na queda da ação da gigante dos chips de inteligência artificial

12 de julho de 2024 - 18:31

Conhecido por fazer fortuna na crise de 2008 com apostas short, Steve Eisman afirma que investidores que operam vendidos nas big techs como a Nvidia têm um “desejo de morte”

ARROZ EM ALTA

Camil (CAML3) sobe 8% após balanço, mas recomendação de compra não é unanimidade entre os bancos

12 de julho de 2024 - 13:45

Resultados do primeiro trimestre divulgados pela companhia animaram o mercado. No entanto, o impulso motivado pela alta no preço do arroz tem data para acabar

DIVIDINDO A RESPONSABILIDADE

Por que a Vale (VALE3) fechou acordo com a BHP em processos no exterior por rompimento de barragem em Mariana 

12 de julho de 2024 - 12:12

O contrato assinado com a BHP tem relação com os processos de ações coletivas no Reino Unido e Holanda ligados ao rompimento da barragem de Fundão

Reforço de caixa

Eletrobras pode levantar até R$ 3,3 bi com oferta secundária de ações da CTEEP (TRLP4); mercado reage e papel tem a maior queda do Ibovespa

12 de julho de 2024 - 11:28

Companhia anuncia venda de 60 milhões de papéis da subsidiária, que pode ser acrescida de mais 70 milhões caso haja demanda

AINDA UMA PENNY STOCK

Em meio a aumento bilionário de capital, Americanas (AMER3) adia grupamento de ações

11 de julho de 2024 - 19:57

Grupamento de ações ordinárias e aquisição do controle da varejista pelos acionistas de referência com aumento de capital foram aprovados nesta semana pelo Cade

CÉU AZUL

Itaú BBA iniciou cobertura da Latam com recomendação de compra e chances de ação decolar 41%; os motivos você confere aqui

11 de julho de 2024 - 19:01

São três pilares que sustentam uma visão positiva sobre a empresa, e quase todos têm a ver com ajustes após a saída do chapter 11

CONSELHO APROVOU

Por que a Santos Brasil (STBP3) quer devolver R$ 1,6 bilhão aos acionistas? Confira a proposta de redução de capital da companhia

11 de julho de 2024 - 18:57

A operação deve ser realizada sem o cancelamento de ações e com restituição em dinheiro aos investidores, mas ainda precisa ser aprovada pelos acionistas

OPERAÇÃO DISCLOSURE

A fraude bilionária na Americanas (AMER3): procurador do MPF pede a extradição do ex-CEO Miguel Gutierrez na Espanha

11 de julho de 2024 - 18:41

Investigado pela operação Disclosure, o executivo teve a prisão decretada pela Justiça, mas permanece solto por ter cidadania brasileira e espanhola

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar