🔴 HERANÇA EM VIDA? NOVO EPISÓDIO DE A DINHEIRISTA! VEJA AQUI

Beatriz Azevedo
Beatriz Azevedo
Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo. Já passou pelo Jornal da USP e agência de marketing.
DE OLHO NAS REDES

Americanas (AMER3), Oi (OIBR3) e mais: o que está por trás do ‘tsunami’ de endividadas na B3?

Americanas e Oi não estão sozinhas. Recentemente, uma série de empresas assustam o mercado por causa de dívidas. Descubra o que está por trás

Americanas e Oi afundadas em dívidas
Imagem: Montagem Beatriz Azevedo

Recentemente, uma série de empresas da bolsa começaram a estampar os jornais pelo mesmo motivo: dívidas milionárias ou até bilionárias. É o caso da Americanas e Oi, que devem R$ 43 bilhões e R$ 30 bilhões respectivamente. 

Apesar de chamarem mais atenção pelo tamanho assombroso da dívida, essas companhias não estão sozinhas. Light (LIGT3) e CVC (CVCB3) foram outras que aderiram à lista de companhias com a corda no pescoço.

Diante disso, uma pergunta que pode surgir na cabeça do investidor é: o que está por trás desse tsunami de endividados na B3? É isso que o Seu Dinheiro responde em 5 minutos num vídeo exclusivo para o nosso canal do YouTube. Veja a seguir e descubra por que essas empresas estão passando por poucas e boas:

VEJA TAMBÉM - Mesmo com Americanas ‘fora da conta’, resultado do Bradesco foi decepcionante: lucro do banco deve ser até 40% menor que o do Itaú neste ano 

Em uma publicação na nossa página do Instagram, nós também damos detalhes sobre o ‘efeito Americanas’ no Bradesco. Para você ter uma ideia do estrago, a dívida da Americanas com o banco chega a R$ 4,8 bilhões, a maior com uma instituição financeira. 

E o Bradesco considerou “perda total” e decidiu provisionar 100% do valor. Com isso, o lucro líquido do quarto trimestre de 2022 teve queda de 76%. Mas, mesmo se excluirmos o impacto da Americanas, os números ainda seriam fracos para o banco. 

Descubra detalhes na publicação exclusiva na nossa página do Instagram e aproveite para nos seguir por lá (basta clicar aqui e apertar em ‘seguir’ na página). Assim, você recebe: 

  • Alertas com insights de investimentos que podem colocar uma boa grana no seu bolso; 
  • Análises de mercado exclusivas para você tomar as melhores decisões sobre o seu patrimônio; 
  • A opinião dos principais analistas e gestores do país consultados pelos nossos repórteres especiais. 

Além de tudo isso, você também recebe em primeira mão as notícias que têm potencial para abalar o seu bolso. Basta clicar aqui para nos seguir no Instagram. 

VEJA TAMBÉM - Itaú considera “perda total” em Americanas: isso pode afetar crédito para empresas? CEO do banco responde

Em outra publicação na nossa página do Instagram, nós falamos um pouco mais sobre o impacto Americanas no Itaú e como isso pode trazer consequências para outras empresas em busca de crédito. 

Veja abaixo e nos siga no Instagram, basta clicar aqui. 

VEJA TAMBÉM - Americanas não é o único escândalo na carreira de Lemann: descubra outros 3 grandes fracassos na história do homem mais rico do Brasil

Compartilhe

NOVOS INVESTIMENTOS

Petrobras (PETR4) anuncia parceria com empresa chinesa para projetos de energias renováveis e transição energética

18 de abril de 2024 - 11:17

Apesar do destaque para energias renováveis, parceria da Petrobras com a China National Chemical Energy Company também inclui acordos comerciais para exploração de petróleo

FABRICANTE DE CHIPS

Mesmo com lucro quase 10% maior, por que investidores penalizam as ações da “rival” da Nvidia, a TSMC?

18 de abril de 2024 - 10:29

Os lucros da TSMC são vistos como um indicador para a demanda global por chips, devido ao seu papel fundamental na indústria de fabricação e à importância de seus clientes

OFERTA DE AÇÕES

Sabesp (SBSP3): governo Tarcísio define modelo de privatização e autoriza aumento de capital de até R$ 22 bilhões; saiba como vai funcionar

18 de abril de 2024 - 10:21

Venda do controle da Sabesp ocorrerá via oferta de ações, com seleção de acionista de referência pelo mercado a partir das duas melhores propostas

O TAL DO MULTIFAMILY

Dona de 5 mil apartamentos, Brookfield aposta no mercado residencial para a renda e diz o que falta para o segmento decolar no Brasil

18 de abril de 2024 - 6:05

Demanda não falta, mas o vice-presidente sênior da gestora lista duas grandes dificuldades que o multifamily enfrenta no país

AS ÁGUAS VÃO ROLAR

A privatização da Sabesp vem aí: cidade de São Paulo dá um passo fundamental para a desestatização da companhia

17 de abril de 2024 - 20:18

Entre os cerca de 370 municípios atendidos pela Sabesp, São Paulo representa entre 45% e 50% da receita total da empresa de saneamento

MERCADO LOGÍSTICO

Muito além de Cajamar: Log (LOGG3) prevê maior demanda por galpões fora do Sudeste, mas ainda nos grandes centros

17 de abril de 2024 - 16:31

No quarto trimestre, por exemplo, a companhia entregou 131 mil metros quadrados em Salvador, Brasília e Maceió

POR QUE A PRESSA?

Vale (VALE3): a surpresa dos dados que fazem as ações subirem e os bancões correrem

17 de abril de 2024 - 14:47

A mineradora apresentou dados operacionais do primeiro trimestre de 2024 e o mercado refez as contas sobre como será o desempenho financeiro da companhia, que ainda tem pedras no caminho — saiba se é hora de comprar ou vender

ELE MERECE?

Tesla pede a acionistas que votem para aprovar pagamento de US$ 56 bilhões a Elon Musk barrado pela Justiça; entenda o caso

17 de abril de 2024 - 13:17

O bônus ao bilionário foi aprovado em 2018, mas o Tribunal de Delaware barrou o pacote após uma extensa disputa judicial entre um dos acionistas da Tesla e o CEO da companhia

O MERCADO NÃO GOSTOU

Vai decidir quando? Oi (OIBR3) adia pela quarta vez assembleia de credores que votará plano de recuperação judicial  — ações tocam mínima na bolsa

17 de abril de 2024 - 12:11

Os papéis da companhia caíram 1,47% e atingiram o menor valor do dia depois que a votação foi postergada junto com o stay period; confira a nova data e o novo horário

ATENÇÃO, ACIONISTAS

Klabin (KLBN11) e Gerdau (GGBR4) vão distribuir mais de R$ 5,5 bilhões em ações; veja como vai funcionar a bonificação

17 de abril de 2024 - 9:56

O bônus funciona como uma distribuição gratuita de novos papéis para os acionistas das empresas — mas existe data de corte para receber a “remuneração”

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar