🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Montanha de endividamento

O novo calvário da Oi (OIBR3; OIBR4): empresa declara dívidas de quase R$ 30 bilhões à Justiça do Rio; Itaú BBA puxa a fila entre os bancos nacionais

A Oi (OIBR3;OIBR4) diz ter dívidas de mais de R$ 9 bilhões só com o BNY Mellon; o Itaú BBA, com R$ 2 bilhões, é o principal credor nacional

Victor Aguiar
Victor Aguiar
6 de fevereiro de 2023
19:44 - atualizado às 19:50
Oi (OIBR3) no fundo do poço
Imagem: Montagem Beatriz Azevedo

Em 2016, quando a Oi (OIBR3; OIBR4) deu entrada em seu primeiro pedido de recuperação judicial, a companhia tinha dívidas de cerca de R$ 65 bilhões a serem renegociadas; pois, passados pouco mais de seis anos — e poucos meses desde o fim desse processo —, a companhia se vê diante de uma nova montanha de compromissos financeiros.

O Seu Dinheiro teve acesso a um documento enviado hoje pela Oi à 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro com o detalhamento dos credores e do saldo atual da dívida da empresa. Ao todo, entre 14 instituições nacionais e estrangeiras e contratos em diversas moedas, a companhia tem um endividamento total que beira os R$ 30 bilhões.

A lista faz parte do processo de tutela cautelar protocolado pela Oi na Justiça do Rio, num movimento semelhante ao feito pela Americanas (AMER3) há algumas semanas — trata-se de uma espécie de 'pré-recuperação judicial', em que uma empresa fica protegida da execução das dívidas pelos credores no curtíssimo prazo.

No caso da Americanas, a tutela cautelar não evitou que, dias depois, a companhia entrasse de fato na recuperação judicial — na ocasião, o volume de endividamento declarado pela varejista era de R$ 43 bilhões. Ou seja: a Oi não está muito atrás, embora tenha acabado de concluir um processo de reestruturação financeira.

VEJA TAMBÉM - A Oi (OIBR3) vai quebrar? Descubra detalhes sobre a situação da empresa

Oi (OIBR3;OIBR4): quem são os credores?

Há instituições das mais diversas na lista: desde as trustees — basicamente, as administradoras de títulos de dívida da Oi (OIBR3;OIBR4) que são comprados por terceiros — até os agentes fiduciários, passando inclusive pelos bancos nacionais. E, neste terceiro grupo, o Itaú BBA puxa a fila, com um saldo de R$ 2 bilhões a ser recebido.

O primeiro colocado no ranking de credores divulgado pela Oi é o BNY Mellon, que atua como trustee e tinha créditos de US$ 1,73 bilhão a serem recebidos ao fim de 2022 (ou pouco mais de R$ 9 bilhões, pela taxa de câmbio considerada pela companhia).

A lista também conta com instituições britânicas, chinesas e brasileiras, de diversas naturezas. Veja abaixo a tabela completa:

Quem Saldo em 31/12/2022 (em R$) 
The Bank of New York Mellon (Trustee)9.036.596.473,26
GDPC Partners Serviços Fiduciários DTVM Ltda (Agente Fiduciário)8.258.023.695,27
Wilmington Trust (London) Limiterd (Agent)4.183.754.212,63
China Development Bank 3.819.231.895,70
Banco Itaú BBA S.A.2.033.298.154,30
Fundação Atlântico de Seguridade Social948.125.377,13
Banco do Nordeste do Brasil S.A.156.433.698,71
Banco da Amazônia S.A.100.049.518,58
Banco Bradesco S.A.34.446.017,81
Banco ABC Brasil S.A.2.505.861,95
Banco Santander (Brasil) S.A.2.258.089,54
Banco BNP Paribas Brasil S.A.675.465,97
Banco Fibra S.A.28.981,04
Banco Modal S.A.  24.841,10
Total28.575.452.282,99
Fonte: Oi, em documento entregue à Justiça do Rio

Compartilhe

CRISE NA ESTATAL

Justiça nega pedido por assembleia na Petrobras (PETR4) que atrasaria posse de Magda Chambriard

18 de maio de 2024 - 17:02

Em sua reclamação na Justiça, o deputado do Novo alega que, eventualmente reconhecida a queda do CA em efeito dominó após a saída de Prates

QUASE 10 ANOS DEPOIS

Vale (VALE3), BHP e Samarco fazem nova proposta de R$ 127 bilhões para compensar tragédia em Mariana, mas acordo não deve evoluir agora

18 de maio de 2024 - 14:44

Valor de R$ 127 bilhões oferecido na última proposta, do final de abril, foi mantido, mas as empresas retomariam agora obrigações que tinham ficado de fora

SUBIU, DESCEU

Volta da febre das “meme stocks”: GameStop cai quase 20% em um único pregão, mas fecha semana com ganhos de 23%

18 de maio de 2024 - 13:26

Também pressionaram os papéis da mais famosa “ação meme” a divulgação de dados trimestrais preliminares da empresa

Dá o play!

Óleo no chope da bolsa: como ficam seus investimentos após mais uma intervenção na Petrobras (PETR4)

18 de maio de 2024 - 11:00

O podcast Touros e Ursos recebeu Karina Choi, sócia da Cordier Investimentos, para comentar os possíveis impactos da decisão do presidente Lula de demitir Jean Paul Prates da presidência da estatal

DISPUTA JUDICIAL

Justiça de SP suspende embargo das obras do principal projeto da JHSF (JHSF3) após mais de um mês de paralisação

18 de maio de 2024 - 9:12

O relator do documento é Ruy Alberto Leme Cavalheiro, da 1ª Câmara Reservada ao Meio Ambiente

HORA DE VENDER?

Rumo: por que o Goldman Sachs calcula um potencial de ganho menor para as ações RAIL3

17 de maio de 2024 - 16:19

O banco norte-americano reduziu o preço-alvo dos papéis de R$ 27 para R$ 24,50 — o que representa um potencial de valorização de 16,5% com relação ao último fechamento

CHAMA O VAR

Com mais de R$ 395 milhões em dívidas, Polishop pede recuperação judicial, mas bancões tentam reter valores

17 de maio de 2024 - 15:09

Além da recuperação judicial, a Polishop vem tentando se blindar dos credores financeiros por meio de cautela tutelar

COMPRAR OU VENDER?

A Positivo pode mais? As ações POSI3 já subiram 50% este ano e esse banco gringo conta para você se há espaço para mais

17 de maio de 2024 - 13:46

Os papéis da empresa sobem cerca de 5% nesta sexta-feira (17), embalados pela nova recomendação do UBS BB; confira se chegou o momento de colocar ou tirar esses ativos da carteira

INVESTIMENTOS

Seguro mais seguro: por que o JP Morgan elevou recomendação para IRB Re (IRBR3) mesmo com catástrofe no RS?

17 de maio de 2024 - 11:07

Nas contas do banco norte-americano, o IRB é a companhia de seguros mais exposta ao RS, podendo ter um impacto de 15% a até 30% nos lucros até o fim de 2024

PODE BEIJAR!

3R Petroleum (RRRP3) e Enauta (ENAT3) oficializam fusão e formam uma das maiores operadoras de petróleo do Brasil; ações sobem na B3

17 de maio de 2024 - 9:41

De acordo com os termos do acordo, a 3R irá incorporar a Enauta e deterá 53% da nova empresa resultante da fusão, enquanto os acionistas da segunda empresa ficarão com 47% do negócio

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar