Você pode ter uma renda semanal de até 500 dólares na sua conta; descubra como aqui

Cotações por TradingView
2023-01-09T18:56:31-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Governo federal toma as rédeas da situação em Brasília e Ibovespa fecha o dia em alta; dólar vai a R$ 5,25

O Ibovespa chegou a operar no vermelho durante as primeiras horas do dia, mas logo inverteu o sentido, repercutindo a confiança do mercado nas ações adotadas pelo governo Lula

9 de janeiro de 2023
18:56
Congresso Mercados Alta
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Ao menor sinal de deterioração do cenário político, o mercado financeiro costuma seguir um roteiro clássico: diante do risco, há desvalorização dos ativos na bolsa, abertura da curva de juros e alta do dólar. 

Mas não foi isso que aconteceu nesta segunda-feira (09), na ressaca da destruição das sedes do Legislativo, Executivo e Judiciário por apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro na tarde de ontem (09). 

Os juros futuros fecharam em queda e o Ibovespa operou  no azul durante a maior parte do dia, encerrando a sessão em alta de 0,15%, — ainda que as bolsas em Nova York tenham pesado na  reta final das negociações, e o dólar à vista tenha avançado 0,40%, a R$ 5,2575. 

Agentes do mercado financeiro já apontavam ontem mesmo que a recepção aos atos terroristas poderia ser mais branda do que a expectativa de muitos, já que os ativos negociados em bolsa e a curva de juros já vinham sendo pressionadas nas últimas semanas — frutos da desconfiança com o futuro da política fiscal do governo Lula. 

A reação do mercado hoje, no entanto, foi além. O Ibovespa chegou a operar no vermelho durante as primeiras horas do dia, mas logo inverteu o sentido. Embora alguns possam ver a reação positiva dos ativos como uma “minimização” dos atos de depredação, não parece ser essa a leitura dos analistas. 

O “x” da questão parece ter sido a atuação rápida da União e do Supremo Tribunal Federal (STF) — decretando a intervenção na segurança pública do Distrito Federal e o afastamento dos responsáveis por garantir a paz na região, incluindo o próprio governador Ibaneis Rocha. 

Um gestor ouvido pelo Seu Dinheiro aponta que o mercado estaria muito mais preocupado com o que ocorreu se houvesse riscos de uma ruptura institucional organizada, com escalada de conflitos, mas o que se tem até aqui é “mais um choro de perdedores e um ato de desespero”, sem uma organização que imponha qualquer tipo de medo.

Ao longo do dia, surgiu o temor de que a depredação em Brasília atrasasse a divulgação dos planos econômicos do novo governo, mas a gestão de Lula parece querer cumprir o cronograma inicialmente proposto para trazer um senso de normalidade. 

Para o resultado positivo, até a China ajudou. Isso porque o país iniciou o seu cronograma de reabertura da economia, derrubando limitações de fronteiras e tráfego de pessoas. 

Nova York azedou

O Ibovespa caminharia para um resultado ainda melhor se não fosse pela piora no humor das bolsas americanas na reta final da sessão. 

Em Nova York, o otimismo com a reabertura chinesa dominou durante boa parte do dia, mas as bolsas acabaram fechando o dia longe das máximas e com resultados mistos, ainda que os investidores tenham renovado suas expectativas em uma possível redução no ritmo de aperto monetário do país. 

  • Dow Jones: -0,33%
  • S&P 500: -0,08%
  • Nasdaq: +0,63% 

Fator China

A alta da bolsa brasileira não foi apenas impulsionada pela percepção menor de risco após a atuação contundente do governo federal. 

Camila Abdelmalack, economista-chefe da Veedha Investimentos, aponta que se não fossem as limitações de aspecto político, o Ibovespa deveria ter forças para acompanhar a forte alta do mercado internacional. Isso porque a China iniciou o seu cronograma de reabertura da economia, derrubando limitações de fronteiras e tráfego de pessoas. 

Com a perspectiva de um aquecimento da segunda maior economia do mundo, o mercado de commodities volta a se aquecer, favorecendo amplamente o Ibovespa — uma vez que a carteira teórica do índice é cerca de 30% composta por empresas produtoras. 

O barril de petróleo do tipo brent, utilizado como referência global na aplicação de política de preços de combustíveis fechou a sessão em alta de mais de 1%. 

Sobe e desce do Ibovespa

Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGONOMEULTVAR
AMER3Americanas S.AR$ 11,086,44%
CVCB3CVC ONR$ 4,854,98%
GOLL4Gol PNR$ 7,934,07%
JBSS3JBS ONR$ 22,883,02%
CMIG4Cemig PNR$ 11,162,57%

A Hapvida ficou com o pior desempenho do dia, repercutindo o rebaixamento de suas ações promovido por três bancos de investimentos. Confira também as maiores quedas do dia:

CÓDIGONOMEULTVAR
HAPV3Hapvida ONR$ 4,20-11,02%
SOMA3Grupo SomaR$ 9,80-3,16%
FLRY3Fleury ONR$ 15,11-3,08%
SMTO3São MartinhoR$ 21,86-3,06%
ENEV3Eneva ONR$ 12,04-2,75%

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

HYPE DO CHATBOT

Se cuida, ChatGPT! Alibaba entra na corrida da inteligência artificial com versão chinesa; veja quem já está nessa disputa

8 de fevereiro de 2023 - 14:10

A Microsoft não está assistindo tudo isso de braços cruzados e anunciou um mecanismo de pesquisa Bing com inteligência artificial e um navegador Edge, que será sustentado pelo ChatGPT

Repercussão do resultado

Itaú (ITUB4) acertou em provisionar 100% da exposição à Americanas, dizem analistas; ações disparam na bolsa

8 de fevereiro de 2023 - 12:56

Ao se prevenir totalmente de calote da Americanas no balanço do 4T22, Itaú evita que efeito contamine resultados de 2023

CORRIDA PLATINUM

Uber supera expectativas no 4º trimestre e encerra 2022 com balanço 5 estrelas; ações disparam nas bolsas

8 de fevereiro de 2023 - 12:09

A empresa encerrou os últimos três meses do ano passado com um lucro líquido de US$ 595 milhões, contrariando as expectativas de prejuízo dos analistas

VESPEIRO POLÍTICO

CEO do Itaú (ITUB4) fala sobre disputa entre Lula e presidente do BC: “é do jogo”

8 de fevereiro de 2023 - 11:44

Milton Maluhy, CEO do Itaú, vê a equipe do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, “na direção correta”, mas defende definição rápida da meta de inflação

TEMPOS DIFÍCEIS

Entenda o que está acontecendo com a Marisa (AMAR3) após a renúncia do presidente e alerta financeiro — ações caem mais de 5% na B3

8 de fevereiro de 2023 - 11:12

A Marisa (AMAR3) não detalhou quais as suas dificuldades financeiras que demandam melhorias na estrutura de capital

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies