A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-07-12T11:09:53-03:00
Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
ONDA DE DEMISSÕES

A hora e a vez das healthtechs: Alice, startup de planos de saúde, demite 63 funcionários

A healthtech faz parte das empresas em late stage, estágio mais atingido pela queda de aportes no primeiro semestre deste ano

12 de julho de 2022
11:09
healthtech alice
Imagem: Divulgação/Alice

Há uma semana, o flutuante da travessia de balsas entre Guarujá e Bertioga, litoral paulista, foi engolido pela força da maré. O mar segue agitado com uma nova frente fria chegando, mas o problema está perto de ser resolvido.  

No caso das startups, a resolução não é tão previsível assim. Com a maré nas alturas desde o início do outono, a onda de demissões segue distante de perder força e chegar tranquila à orla. 

Na semana passada, a startup de planos de saúde — também chamada de healthtech  — Alice pegou a onda e não conseguiu surfar. A empresa desligou 63 colaboradores da área de vendas e realocou outros 20. 

Em média, a startup cortou quase 9% do quadro de funcionários, de acordo com o número de pessoal informado pela empresa. “As demissões foram consequência da necessidade de redimensionamento da equipe de Vendas conforme os planos de expansão da Alice”, afirmou, em nota. 

A empresa disse ainda que os vendedores desligados receberão um salário extra e a extensão do plano de saúde por dois meses, além das verbas rescisórias. 

Vale ressaltar que a healthtech recebeu um aporte de US$ 127 milhões (R$ 679 milhões, no câmbio atual), em uma rodada série C, em dezembro de 2021. 

Nos últimos dois anos, a startup já recebeu mais de US$ 174 milhões (R$ 930 milhões) em investimentos. 

Além da Alice: a onda de demissões chegou nas healthtechs

Desde abril, a maré crescente da alta de juros atingiu as startups brasileiras — assim como em todo o mundo. A inflação global e a Guerra da Ucrânia foram os ventos que aumentaram ainda mais as tensões. 

Por aqui, no Brasil, as demissões são consequência, principalmente, da queda no volume de investimentos. Segundo o relatório da Distrito, as alocações caíram 44% no primeiro semestre deste ano, comparado com o mesmo período do ano passado

No caso das empresas mais maduras, como a Alice que está inserida no estágio late stage, foram as mais atingidas, com queda de 68% entre janeiro e junho. 

Nos primeiros seis meses de 2022, cerca de US$ 2,92 bilhões foram investidos em 327 startups; de janeiro a junho do ano passado, o volume foi de US$ 5,25 bilhões, alocados em 416 negócios.

As primeiras atingidas foram as proptechs — startups imobiliárias — QuintoAndar e Loft, que encabeçaram a onda de demissões em abril.

Em seguida, outros setores foram atingidos, como o e-commerce e fintechs. Mercado Bitcoin, iFood, Shopee e Daki são alguns exemplos. 

Por fim, chegou a vez das healthtechs. A Zenklub, plataforma de saúde mental, foi a primeira do setor a anunciar demissões, há duas semanas, e a Alice, com demissões na última semana.

Veja também — Startups estão sofrendo com os juros americanos: sem lucros nem financiamento, é o fim?

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) sobe, mas perde o protagonismo para o ethereum (ETH); entenda

12 de agosto de 2022 - 20:29

Além de aproveitar a inflação dos EUA mais branda, o que ajudou as criptomoedas em geral, o ETH se beneficiou dos progressos na direção do The Merge

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Magalu (MGLU3) dispara, BC amigo das criptomoedas e outros destaques do dia

12 de agosto de 2022 - 19:07

O mercado financeiro começou a semana olhando aterrorizado para os céus. Já era esperado que os dias fossem marcados pelo avistamento de dragões no ar, mas não se sabia ao certo o tamanho da encrenca que precisaria ser enfrentada.  Com traumas dos episódios recentes, quando a cada mês a ameaça se mostrava maior e mais […]

FECHAMENTO DO DI

Alívio com inflação leva Ibovespa a subir 6% na semana; Magazine Luiza (MGLU3), Hapvida (HAPV3) e Via (VIIA3) disparam após balanço

12 de agosto de 2022 - 18:41

Os indicadores melhores do que o esperado deram um respiro para o Ibovespa nesta semana; dólar caiu quase 2%

SEMANA EM CRIPTO

Ethereum (ETH) rouba a cena e dispara 14%, mas bitcoin (BTC) encerra semana acima dos US$ 24 mil; saiba o que esperar das criptomoedas

12 de agosto de 2022 - 17:56

O otimismo com a atualização do éter, as sanções ao Tornado Cash e o real digital são alguns dos destaque da semana

FEBRABAN TECH 2022

Setor financeiro melhora planos para o metaverso e já fala em criptomoedas como ‘espinha dorsal’ do processo — mas isso vai levar algum tempo; entenda

12 de agosto de 2022 - 17:40

O Febraban Tech 2022 foi realizado entre os dias 9 e 11 de agosto, em São Paulo; confira alguns destaques

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies