🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
TEMORES CONFIRMADOS?

Lula vai barrar venda de ativos da Petrobras (PETR4)? Primeira reunião da estatal com equipe de transição indica que sim, mas apenas em casos especiais; veja quais

A equipe enviará um ofício ao Ministério de Minas e Energia para adiar os desinvestimentos até que o presidente eleito tome posse

Larissa Vitória
Larissa Vitória
28 de novembro de 2022
19:05 - atualizado às 17:13
Lula e Petrobras
A notícia coloca dúvidas sobre o futuro da Petrobras (PETR4), bem como sobre os dividendos da companhia - Imagem: Montagem Seu Dinheiro

A equipe de transição do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) iniciou a semana riscando itens importantes da lista. Além de protocolar a PEC da Transição no Senado, o grupo também promoveu o primeiro encontro com a Petrobras (PETR4).

E, para Maurício Tolmasquim, coordenador do grupo de Minas e Energia, a reunião com a estatal foi "boa", e a empresa se mostrou "colaborativa", segundo informações do Broadcast. O presidente da companhia, Caio Mario Paes de Andrade, e outros membros da diretoria participaram do encontro, que foi virtual.

A postura de Lula em relação à petroleira é uma das grandes preocupações do mercado financeiro. Especialmente quando se trata dos desinvestimentos — o petista não esconde que quer que a companhia volte a focar em ativos além do pré-sal, como o refino.

Os temores de investidores e analistas se mostraram genuínos: Tolmasquim afirmou que a equipe enviará um ofício ao Ministério de Minas e Energia para adiar a venda de ativos até que o presidente eleito tome posse.

"Temos vários processos de desinvestimento que a gestão atual da Petrobras está levando a cabo. Vamos destacar alguns que acreditamos que deveriam ser suspensos, mas a atual administração da estatal é quem vai tomar a decisão que achar pertinente a respeito de cada caso", acrescentou, em nota, o senador Jean Paul Prates (PT).

O coordenador do grupo de Minas e Energia também amenizou o impacto da notícia ao acrescentar que o pedido de suspensão da venda será apenas para ativos da Petrobras que não resultem em prejuízo.

Petrobras (PETR4) encerrou processo de venda de refinaria mineira

Vale destacar que a Petrobras anunciou há menos de duas semanas o encerramento do processo de venda da Refinaria Gabriel Passos (REGAP).

As negociações, que já estavam em fase vinculante, marcam mais uma derrota para o plano de desinvestimentos da estatal, que já havia adiado a venda de três de suas maiores refinarias em julho deste ano.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a companhia informou que recebeu uma oferta, contudo "as condições da proposta apresentada ficaram aquém da avaliação econômico-financeira da Petrobras".

A estatal explicou ainda que avaliará o momento adequado para iniciar um novo processo competitivo pelo ativo. Localizada em Minas Gerais, a REGAP é capaz de processar 24 mil metros cúbicos de petróleo para produzir gasolina, diesel, gás de cozinha e outros derivados da commodity.

Compartilhe

PROBLEMAS NO PORTFÓLIO

Fiagro quer executar garantias de CRA após empresa de biocombustíveis pedir blindagem temporária de dívidas na Justiça

26 de fevereiro de 2024 - 13:28

O VCRA11 investe em títulos ligados à Brasil Bio Fuels, companhia que conseguiu uma tutela cautelar de urgência contra execução de dívidas

EM OUTRAS TERRAS

Vale (VALE3) vai receber US$ 160 milhões por venda de operação na Indonésia

26 de fevereiro de 2024 - 10:55

Após o fechamento da transação — algo que só deve acontecer no fim de 2024 —, subsidiária da Vale manterá exposição à PTVI como uma joint venture não operada

LOGÍSTICA EM FOCO

Sequoia (SEQL3) e Grupo Move3 recebem sinal verde do Cade para fusão

26 de fevereiro de 2024 - 9:03

A fusão aprovada pelo Cade cria um dos líderes no segmento de encomendas expressas e soluções logísticas no setor privado, de acordo com a Sequoia

Foguete não tem ré?

Petrobras (PETR4) bate 6 recordes em valor de mercado só em fevereiro e já vale R$ 571 bilhões; hora de vender as ações?

25 de fevereiro de 2024 - 17:19

Analistas explicam o bom desempenho da estatal na bolsa, mas acreditam que pode ser hora de reduzir a exposição no papel

óleo, gás e... fertilizantes

Petrobras (PETR4) anuncia aumento da produção com nova plataforma no pré-sal e religação de fábrica de fertilizantes

25 de fevereiro de 2024 - 13:00

Estatal divulgou a ida do navio-plataforma Marechal Duque de Caxias para o campo de Mero, na bacia de Santos, e a religação de uma fábrica de fertilizantes

Carta aos acionistas

Em carta anual aos acionistas, Warren Buffett elogia suas empresas favoritas, mas diz ver poucas oportunidades novas para investir

24 de fevereiro de 2024 - 16:39

Saiba quais são as queridinhas da carteira do megainvestidor, que tem ainda US$ 167,6 bi em caixa, mas não vê boas candidatas a novos investimentos

Warren Buffett

Berkshire Hathaway vê lucro operacional saltar 28% no 4T23 e bate recorde de caixa; veja os principais números da empresa em 2023

24 de fevereiro de 2024 - 15:36

Empresa do megainvestidor Warren Buffett está sentada sobre uma pilha de dinheiro de US$ 167,6 bilhões

Desceu quadrado

Para grandes credores da Light (LIGT3), não é possível aprovar novo plano de recuperação judicial da empresa

24 de fevereiro de 2024 - 14:54

Só os pequenos credores teriam apoiado novo plano de RJ da empresa, diz fonte; Light tem muitas debêntures na mão de pessoas físicas

Parem as maquin...inhas

OPA da Cielo (CIEL3): CVM suspende registro de oferta para fechar o capital da empresa após questionamento de acionistas minoritários

24 de fevereiro de 2024 - 13:04

Um grupo de gestoras convocou assembleia de acionistas nesta semana para propor outros preços para a oferta da empresa de maquininhas

Ajuste na proposta

Light (LIGT3) apresenta novo plano de recuperação judicial, que prevê aporte de R$ 1,5 bilhão e pagamento a pequenos credores

24 de fevereiro de 2024 - 11:03

Nova proposta prevê pagamento de pequenos investidores detentores de debêntures em até 90 dias; acionistas de referência se comprometem com aporte de R$ 1 bilhão

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies