ESQUEÇA BITCOIN: outra criptomoeda de R$ 4 pode valer R$ 80 em breve; conheça aqui

Cotações por TradingView
2022-11-29T17:37:31-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
NEGOCIAÇÃO NO CONGRESSO

Bolsa Família fora do teto de gastos por quatro anos e estouro de R$ 198 bilhões: PEC da Transição é protocolada no Senado — confira os destaques

Proposta foi apresentada sem consenso com a oposição, mas o próprio presidente eleito Lula deve ir a Brasília para articular a aprovação do texto

28 de novembro de 2022
18:41 - atualizado às 17:37
Senado Marcelo Castro protocola PEC da Transição no Senado
O texto foi apresentado pelo relator do Orçamento de 2023, o senador Marcelo Castro (MDB-PI). Imagem: Roque de Sá/Agência Senado

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Transição, que assusta o mercado desde a eleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi oficialmente entregue ao Senado brasileiro nesta segunda-feira (28).

O texto foi apresentado pelo relator do Orçamento de 2023, o senador Marcelo Castro (MDB-PI), e propõe retirar os recursos do Bolsa Família do teto de gastos pelos próximos quatro anos. O impacto total da PEC pode chegar a R$ 198 bilhões.

"A ideia inicial era formar texto de consenso, mas a negociação demorou muito. Combinamos com líderes que daríamos a entrada e vamos buscando um texto comum", afirmou Castro a jornalistas.

O parlamentar acrescentou que o ideal é que o texto seja aprovado antes de 16 de dezembro "sob pena de o país não ter orçamento adequado no ano que vem". O próprio presidente eleito deve ir a Brasília para fortalecer as negociações.

Negociação da PEC de Transição com a oposição falhou?

Vale destacar que a oposição ao novo governo protocolou alternativas no Congresso, mas os valores foram considerados insuficientes pelo grupo de transição.

No cenário sem a PEC, a parcela de recursos "livres" prevista no projeto de Orçamento do ano que vem é de R$ 93,4 bilhões. Já o texto entregue hoje permite ao novo governo gastar aproximadamente R$ 23 bilhões em investimentos fora do teto de gastos em 2023.

Além disso, libera outros R$ 105,7 bilhões que estão reservados atualmente para o Auxílio Brasil, programa que voltará a ser chamado de Bolsa Família. Esse espaço deverá ser usado para custear despesas atendendo exclusivamente a pedidos da equipe de transição, que fala ainda em recompor o Farmácia Popular e dar reajuste real ao salário mínimo, entre outros pontos.

Castro, que é um dos articuladores da proposta, defende que "[A PEC] Não é cheque em branco, não é farra de gastança. São ações sem as quais o País não funciona".

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

DIAGNÓSTICO

Brasil tem grande potencial de expansão em bens domésticos, diz CEO da Magazine Luiza (MGLU3)

4 de fevereiro de 2023 - 16:34

Luiza Trajano, do Magazine Luiza (MGLU3), falou durante o Brazil Conference, em Lisboa

MUNDIAL DE CLUBES

Flamengo conhece adversário na semifinal do Mundial de Clubes da Fifa; confira a data e o horário do jogo

4 de fevereiro de 2023 - 14:35

Veja também o caminho do Flamengo no Marrocos e onde assistir aos jogos do rubro-negro na busca pelo Mundial de Clubes

INSTABILIDADE

Pix fica fora do ar e usuários reclamam nas redes sociais

4 de fevereiro de 2023 - 12:11

A maioria das instabilidades no Pix aconteceu na sexta-feira (3) à noite, mas muitos clientes ainda reclamam por não conseguirem usar o serviço

O CERCO VAI APERTANDO

Oi (OIBR3) deve R$ 35 bilhões e corre risco de sofrer intervenção direta da Anatel

4 de fevereiro de 2023 - 9:55

O presidente da Oi (OIBR3) deve ser chamado para prestar esclarecimentos sobre a situação da empresa nos próximos dias

Aperta o play!

Além da Americanas (AMER3): a fila de empresas endividadas aumenta com Oi (OIBR3), Light (LIGT3) e CVC (CVCB3)

4 de fevereiro de 2023 - 8:11

A Americanas está numa situação financeira crítica, mas outras empresas da bolsa, como a Oi, também estão em maus lençóis. O que explica?

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies