🔴 03/06 – ‘GATILHO’ PARA BUSCAR ATÉ R$ 2 MILHÕES COM CRIPTOMOEDAS PODE SER DISPARADO – SAVE THE DATE

Ana Carolina Neira
Ana Carolina Neira
Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero com especialização em Macroeconomia e Finanças (FGV) e pós-graduação em Mercado Financeiro e de Capitais (PUC-Minas). Com passagens pelo portal R7, revista IstoÉ e os jornais DCI, Agora SP (Grupo Folha), Estadão e Valor Econômico, também trabalhou na comunicação estratégica de gestoras do mercado financeiro.
MENOS UMA ESTATAL

Copel (CPLE6) com capital pulverizado? Se depender do governo do Paraná, privatização vai acontecer — ações disparam 22%

Ideia é que o governo estadual do Paraná detenha apenas 15% das ações da Copel (CPLE6), enquanto o restante será distribuído em uma oferta pública secundária

Ana Carolina Neira
Ana Carolina Neira
21 de novembro de 2022
10:06 - atualizado às 18:48
Copel
Copel - Imagem: Divulgação

Em um modelo que pode agradar bastante o mercado, o governo do Estado do Paraná informou que deseja pulverizar o capital da Companhia Paranaense de Energia, a Copel (CPLE6). Na prática, uma privatização.

Atualmente, o governo estadual é o principal controlador da companhia de energia, mas gostaria de reduzir essa fatia para apenas 15% do capital social. Também está previsto que mantenha 10% do total de votos no conselho, conforme as ações que garantem esse direito.

A ideia é que o restante do capital da Copel permaneça sem acionista controlador, em um modelo que o mercado chama de "corporation" — como acontece com a Vale (VALE3), por exemplo, desde que deixou de ser uma empresa estatal.

Isso seria possível por meio de uma oferta pública secundária de ações e/ou units da Copel.

Poucos minutos após a abertura do pregão desta segunda-feira, CPLE6 subia 22,07%, cotado a R$ 8,74 — patamar em que terminaram o dia também.

Segundo o comunicado arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a operação busca a captação de dinheiro para o governo paranaense, além da valorização das ações que permanecerem nas mãos do órgão.

Ao detalhar as regras previstas para a mudança de estatuto da Copel, o governo estadual estipulou que nenhum acionista ou grupo de acionistas poderá exercer votos que representem mais de 10% da quantidade total de votos em assembleias.

O limite vale também para acordos que podem gerar direito a voto, como a formação de blocos.

Outras exigências são que a sede da Copel continue no Paraná, além da criação de ações preferenciais de classe especial que pertencerão ao Estado. Assim, fica garantido o poder de veto em assembleias.

O que falta ser feito

Para que todas as mudanças tenham efeito e a empresa de energia elétrica passe a ter seu capital pulverizado, ainda é preciso ter autorização do Legislativo e do Tribunal de Contas do Estado do Paraná.

Um projeto de lei será apresentado aos deputados estaduais, mas sem data prevista.

As ações da Copel (CPLE6)

Neste mês, as ações da Copel (CPLE6) acumulam alta de 18,11%. No ano, a alta é de 47,88%.

Vale lembrar que sempre que uma empresa estatal deixa de ser controlada pelo poder público, os ativos tendem a ganhar um impulso.


Quando os primeiros estudos sobre a pulverização do capital da companhia ou outras maneiras de extrair valor da empresa viraram notícia, o papel chegou a subir mais de 10% em um único pregão.

Compartilhe

MAIS DINHEIRO NO BOLSO

Nvidia anuncia alta de 150% nos dividendos e desdobramento de ações após trimestre com recorde de receita e salto no lucro

22 de maio de 2024 - 18:13

Os proventos passarão de US$ 0,04 por ação para R$ 0,10 por papel ordinário. Mas, como a companhia fará um desdobramento de ações, esse valor ainda será ajustado

GIGANTE DA IA

Lucro da Nvidia salta mais de 600%, receita bate recorde e ações disparam; confira os destaques do balanço da empresa

22 de maio de 2024 - 17:36

A gigante da Inteligência Artificial conseguiu ultrapassar as projeções já elevadas dos analistas e entregou números acima do previsto

DEDO GORDO

Citigroup é multado em mais de R$ 400 milhões — e tudo por causa do potencial erro de digitação de um trader de ações 

22 de maio de 2024 - 15:27

Os reguladores do Reino Unido aplicaram uma multa combinada de 62 milhões de libras por falhas nos sistemas de negociação em maio de 2022

PRETENDENTE INSISTENTE

BHP eleva oferta de megafusão com a Anglo American para quase US$ 50 bilhões — mas proposta é rejeitada de novo

22 de maio de 2024 - 14:39

Menos de duas semanas após a segunda tentativa, a BHP aumentou a proposta de aquisição em cerca de 17%, para US$ 49,87 bilhões

NOVOS TERMOS

Petrobras (PETR4) recebe sinal verde do Cade para cancelar vendas e manter cinco refinarias no portfólio

22 de maio de 2024 - 14:16

O acordo põe fim a obrigação de alienação de oito refinarias — incluindo três unidades já vendidas — que havia sido acertada entre o Cade e a Petrobras durante a gestão de Jair Bolsonaro

FABRICANTE DE CHIPS

É hoje! Veja o que analistas esperam do balanço da Nvidia: crescimento da gigante da Inteligência Artificial perdeu vapor?

22 de maio de 2024 - 11:02

Dados consensuais da Bloomberg apontam para uma expectativa de crescimento de 400% do lucros em comparação ao trimestre imediatamente anterior

O boi Subiu no telhado?

Sinal vermelho para a Minerva (BEEF3): autoridade uruguaia barra compra de plantas de abate da Marfrig (MRFG3) no país

21 de maio de 2024 - 18:38

O negócio faz parte de uma transação de R$ 7,5 bilhões anunciada em agosto do ano passado; Minerva deve recorrer da decisão

LUCHA LIBRE DAS FINTECHS

Como o Mercado Livre (MELI34) pretende enfrentar o Nubank em disputa pelo mercado do México

21 de maio de 2024 - 17:26

O Mercado Pago está em busca de uma licença bancária para se estabelecer como “o maior banco digital do México”, em uma briga direta com o Nu

FICOU BARATA?

Ação da Suzano não para de cair na B3 — e esse bancão vê dois futuros possíveis para SUZB3. É hora de abocanhar os papéis?

21 de maio de 2024 - 12:28

O BTG Pactual acredita que a intensa desvalorização recente abriu uma oportunidade de se tornar sócio da companhia a preços muito baixos — mas há riscos no radar

NADANDO COM TUBARÕES

Adeus, Shark Tank? Justiça acata recuperação judicial da Polishop, de João Appolinário

21 de maio de 2024 - 12:16

Em meio a cobranças e ações de despejo, recuperação judicial protege a Polishop de seus credores por 180 dias

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar