🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
EMPREENDEDORISMO

Quer abrir uma franquia? Confira cinco passos a serem seguidos antes de começar o negócio

O modelo de franquias é uma alternativa para quem quer abrir um negócio com uma marca já testada e consolidada no mercado

Liliane de Lima
23 de junho de 2022
16:22 - atualizado às 16:42
como abrir uma franquia
Imagem: Reprodução/Pixabay/iStock

Abrir o próprio negócio não é tarefa simples. Encontrar um ramo, ter dinheiro para investir, testar o produto ou serviço, fidelizar o cliente e tantos outros desafios fazem parte do empreendedorismo

Uma saída — e que minimiza o risco de “não dar certo” e pular alguns passos na trajetória empresarial — pode ser abrir uma franquia.

Com um modelo de negócio já testado, aprovado e com certa margem de lucro, o empreendedor iniciante conta com a relevância da marca no mercado e uma base de potenciais clientes, a depender da região escolhida.

O Brasil é o quarto país em marcas franqueadoras do mundo, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), com mais de 2.800 marcas e um pouco mais de 170,9 mil unidades em todo o território. Além disso, esse tipo de negócio cresceu 8,7% no primeiro trimestre deste ano.

Nesta semana, a ABF retomou os eventos com a ABF Franchising Expo, uma feira de franquias que reúne mais de 450 marcas franqueadoras e oportunidades de negócios a partir de R$ 5 mil.

Mas antes de abrir uma franquia, é preciso dar alguns passos. No painel da ABF Expo, “Passo a passo para escolher uma franquia”, Adir Ribeiro, CEO da Praxis Business, deu 5 dicas para quem quer começar a empreender com uma franquia. Confira a seguir:

1 - Identifique quais são os motivos 

Antes de decidir ou não se aventurar no empreendedorismo com uma franquia, é preciso avaliar qual é o real interesse no negócio.

A autoanálise das expectativas com o negócio ajuda o empreendedor a entender as principais dificuldades da operação, além de evitar a “compra” de uma franquia por impulso.

“Se a motivação for trabalhar menos ou não querer ter chefe, está errada”, afirma Adir Ribeiro. Para ele, idealizar a vida empreendedora, como garantia de sucesso no negócio, não é um bom caminho.

Algumas franquias permitem que o possível franqueado — a pessoa que quer abrir uma unidade da marca — faça um “test-drive”, que varia entre dois ou três dias, para a operação do negócio.

2 - Conheça o sistema de franquias

O primeiro passo para entender como funciona o sistema de franquias no país é ler a Lei de Franquias (Lei 13.966 de 2019).

Saber quais são os direitos de uso da marca, os deveres do franqueado e a relação de interdependências, por exemplo.

3 - Defina o segmento do negócio

Definir o segmento é um dos passos mais relevantes na hora de comprar uma franquia. 

Atentar-se para o crescimento do setores da economia e as possibilidades de atuação que o negócio permite. Por exemplo, se a franquia for uma loja: é possível vender o produto sem a estrutura física? Quais são as possibilidades de atuação?

Ribeiro lembra que “estamos passando por uma avalanche de transformações”, impulsionada pela pandemia, como a expansão de omnichannel, aplicativos e e-commerce

Outro ponto é que “gostar do produto de uma marca, não significa que o modelo de negócio é bom para o empreendedor", disse Ribeiro.

4 - Avalie o investimento e o retorno financeiro da franquia 

Definido o segmento, é hora de avaliar quanto o empreendedor está disposto a investir e em quanto tempo deseja ter retorno financeiro, ou melhor, lucro.

A forma de dedicação, integral ou não, a construção de sócios e o tempo diário de trabalho devem ser colocados na ponta do lápis também. Em geral, é interessante eleger algumas franqueadoras, com investimentos iniciais semelhantes, e compará-las, a partir do:

  • Histórico: tempo de mercado e principais dificuldades enfrentadas ao longo do tempo; 
  • Saúde financeira: rentabilidade e lucros;
  • Número de unidades;
  • Suporte, consultoria e apoio ao franqueado;
  • Possibilidades de crescimento, como o direito de preferência;
  • Região ou território da operação.

Empresas que são novas no mercado de franquias, por sua vez, também não podem ser descartadas de início.

“Se o empreendedor gosta de mais risco, pegar uma franquia nova pode ser um desafio interessante. Mas, se ele tem aversão ao risco, a direção é investir em franquias mais consolidadas, que possuem um número maior de franquias abertas ou previstas [para iniciar operações]”, afirma Ribeiro.

5 - Questione os franqueadores

Depois de escolher um segmento e definir algumas marcas potenciais, o próximo passo é conversar com o franqueador escolhido. Para isso, algumas perguntas devem ser consideradas, por exemplo:

  • Qual é o retorno financeiro e como é mensurado?
  • Quantas unidades estão em operação e quantas vão abrir?
  • Houve fechamento de unidades da franquia? Por quê?
  • Há possibilidade de expansão? 
  • Como é o sistema de gestão da marca? 
  • Qual é o canal de comunicação, tanto do software usado pela marca como entre franqueador e franqueado?

Porém, antes de fechar o negócio, o interessado em abrir uma franquia precisa ter a Circular Oferta de Franquia (COF). Esse documento contém detalhes financeiros e minutas do contrato da marca.

Obrigatório por lei, o papel deve ficar disponível ao potencial franqueado, no mínimo, 10 dias antes da efetivação do acordo com o objetivo de evitar a “compra por impulso”. 

Por fim, outra ferramenta que o empreendedor pode lançar mão na hora de escolher uma franquia é o reconhecimento das marcas em prêmios e associações de franquias.

Compartilhe

PATINANDO NA PRAÇA DA SÉ

Adeus, bolsa? B3 (B3SA3) reporta saída de CPFs pelo segundo mês seguido

12 de julho de 2024 - 8:38

Volume financeiro médio diário total em ações caiu 21,4% em um ano, mas bolsa ainda tem mais de 5 milhões de CPFs

LOTERIAS

Lotofácil faz 2 quase milionários; Quina acumula e continua pagando mais que a Mega-Sena

12 de julho de 2024 - 5:53

Enquanto a Quina segue acumulando, a Lotofácil continua fazendo jus à fama de loteria menos difícil da Caixa Econômica Federal

NOVA POLÊMICA

Vem mais imposto por aí? Após Senado “rejeitar” aumento da CSLL, líder sugere taxação sobre setor financeiro para compensar desoneração da folha

11 de julho de 2024 - 19:45

Aumento seria feito caso as medidas apontadas pelo Senado não sejam suficientes para equalizar a renúncia do benefício fiscal aos 17 setores e às pequenas e médias prefeituras

APÓS 40 ANOS

Ela está chegando: Câmara aprova texto-base da reforma tributária, zera taxa sobre carnes e mantém armas e munições isentas do ‘imposto do pecado’

11 de julho de 2024 - 7:48

Agora, os deputados votam os cinco destaques (tentativas de alterar o texto-base), antes de a proposta ser enviada ao Senado

LOTERIAS

Lotofácil faz 2 meio-milionários; Mega-Sena acumula, mas não consegue superar premiação da Quina

11 de julho de 2024 - 5:50

Lotofácil continua fazendo jus à fama de loteria menos difícil da Caixa Econômica Federal; Quina acumulada corre hoje valendo R$ 17 milhões

IPCA

Inflação mais fraca em junho tira pressão do dólar e dos DIs, mas ainda não afeta projeções para Selic

10 de julho de 2024 - 11:46

IPCA mensal desacelerou de 0,46% para 0,21% na passagem de maio para junho; analistas esperavam inflação de 0,32%

LOTERIAS

Lotofácil faz primeiro milionário da semana; Quina acumula e paga mais que a Mega-Sena hoje

10 de julho de 2024 - 5:53

A máquina de milionários da Lotofácil voltou a funcionar na noite de terça-feira; calendário da Mega-Sena está diferente, mas é só nesta semana

PESQUISA BGC

Mercado acha que Lula não vai cumprir meta fiscal de 2024 e maioria espera que cortes feitos não mexam com os negócios

9 de julho de 2024 - 17:01

Do total de entrevistados, 46% acreditam que a meta fiscal de 2024 será alterada no quarto trimestre, enquanto 19% acham que a revisão virá um pouco antes, no terceiro trimestre

ADIADO

Ficou para amanhã: Arthur Lira afirma que regulamentação da reforma tributária começa a ser votada quarta-feira

9 de julho de 2024 - 10:35

Vale destacar que a expectativa é de que a reforma tributária seja votada antes do recesso parlamentar, que acontece a partir do dia 18, quinta-feira da semana que vem

LOTERIAS

Entre ‘teimosos’ e ‘normais’, Lotofácil tem 4 ganhadores; Mega-Sena é adiada

9 de julho de 2024 - 6:02

Lotofácil começa a segunda semana de julho fazendo jus à fama de loteria menos difícil da Caixa Econômica Federal; Quina acumula

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar