🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-06-28T16:42:33-03:00
Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP.
EMPREENDEDORISMO

Quer abrir uma franquia? Confira cinco passos a serem seguidos antes de começar o negócio

O modelo de franquias é uma alternativa para quem quer abrir um negócio com uma marca já testada e consolidada no mercado

23 de junho de 2022
16:22 - atualizado às 16:42
como abrir uma franquia
Imagem: Reprodução/Pixabay/iStock

Abrir o próprio negócio não é tarefa simples. Encontrar um ramo, ter dinheiro para investir, testar o produto ou serviço, fidelizar o cliente e tantos outros desafios fazem parte do empreendedorismo

Uma saída — e que minimiza o risco de “não dar certo” e pular alguns passos na trajetória empresarial — pode ser abrir uma franquia.

Com um modelo de negócio já testado, aprovado e com certa margem de lucro, o empreendedor iniciante conta com a relevância da marca no mercado e uma base de potenciais clientes, a depender da região escolhida.

O Brasil é o quarto país em marcas franqueadoras do mundo, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), com mais de 2.800 marcas e um pouco mais de 170,9 mil unidades em todo o território. Além disso, esse tipo de negócio cresceu 8,7% no primeiro trimestre deste ano.

Nesta semana, a ABF retomou os eventos com a ABF Franchising Expo, uma feira de franquias que reúne mais de 450 marcas franqueadoras e oportunidades de negócios a partir de R$ 5 mil.

Mas antes de abrir uma franquia, é preciso dar alguns passos. No painel da ABF Expo, “Passo a passo para escolher uma franquia”, Adir Ribeiro, CEO da Praxis Business, deu 5 dicas para quem quer começar a empreender com uma franquia. Confira a seguir:

1 - Identifique quais são os motivos 

Antes de decidir ou não se aventurar no empreendedorismo com uma franquia, é preciso avaliar qual é o real interesse no negócio.

A autoanálise das expectativas com o negócio ajuda o empreendedor a entender as principais dificuldades da operação, além de evitar a “compra” de uma franquia por impulso.

“Se a motivação for trabalhar menos ou não querer ter chefe, está errada”, afirma Adir Ribeiro. Para ele, idealizar a vida empreendedora, como garantia de sucesso no negócio, não é um bom caminho.

Algumas franquias permitem que o possível franqueado — a pessoa que quer abrir uma unidade da marca — faça um “test-drive”, que varia entre dois ou três dias, para a operação do negócio.

2 - Conheça o sistema de franquias

O primeiro passo para entender como funciona o sistema de franquias no país é ler a Lei de Franquias (Lei 13.966 de 2019).

Saber quais são os direitos de uso da marca, os deveres do franqueado e a relação de interdependências, por exemplo.

3 - Defina o segmento do negócio

Definir o segmento é um dos passos mais relevantes na hora de comprar uma franquia. 

Atentar-se para o crescimento do setores da economia e as possibilidades de atuação que o negócio permite. Por exemplo, se a franquia for uma loja: é possível vender o produto sem a estrutura física? Quais são as possibilidades de atuação?

Ribeiro lembra que “estamos passando por uma avalanche de transformações”, impulsionada pela pandemia, como a expansão de omnichannel, aplicativos e e-commerce

Outro ponto é que “gostar do produto de uma marca, não significa que o modelo de negócio é bom para o empreendedor", disse Ribeiro.

4 - Avalie o investimento e o retorno financeiro da franquia 

Definido o segmento, é hora de avaliar quanto o empreendedor está disposto a investir e em quanto tempo deseja ter retorno financeiro, ou melhor, lucro.

A forma de dedicação, integral ou não, a construção de sócios e o tempo diário de trabalho devem ser colocados na ponta do lápis também. Em geral, é interessante eleger algumas franqueadoras, com investimentos iniciais semelhantes, e compará-las, a partir do:

  • Histórico: tempo de mercado e principais dificuldades enfrentadas ao longo do tempo; 
  • Saúde financeira: rentabilidade e lucros;
  • Número de unidades;
  • Suporte, consultoria e apoio ao franqueado;
  • Possibilidades de crescimento, como o direito de preferência;
  • Região ou território da operação.

Empresas que são novas no mercado de franquias, por sua vez, também não podem ser descartadas de início.

“Se o empreendedor gosta de mais risco, pegar uma franquia nova pode ser um desafio interessante. Mas, se ele tem aversão ao risco, a direção é investir em franquias mais consolidadas, que possuem um número maior de franquias abertas ou previstas [para iniciar operações]”, afirma Ribeiro.

5 - Questione os franqueadores

Depois de escolher um segmento e definir algumas marcas potenciais, o próximo passo é conversar com o franqueador escolhido. Para isso, algumas perguntas devem ser consideradas, por exemplo:

  • Qual é o retorno financeiro e como é mensurado?
  • Quantas unidades estão em operação e quantas vão abrir?
  • Houve fechamento de unidades da franquia? Por quê?
  • Há possibilidade de expansão? 
  • Como é o sistema de gestão da marca? 
  • Qual é o canal de comunicação, tanto do software usado pela marca como entre franqueador e franqueado?

Porém, antes de fechar o negócio, o interessado em abrir uma franquia precisa ter a Circular Oferta de Franquia (COF). Esse documento contém detalhes financeiros e minutas do contrato da marca.

Obrigatório por lei, o papel deve ficar disponível ao potencial franqueado, no mínimo, 10 dias antes da efetivação do acordo com o objetivo de evitar a “compra por impulso”. 

Por fim, outra ferramenta que o empreendedor pode lançar mão na hora de escolher uma franquia é o reconhecimento das marcas em prêmios e associações de franquias.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

EXILE ON WALL STREET

Por que é importante focar nos fundamentos de longo prazo de empresas antes de comprar ações na bolsa

O distanciamento do ruído de curto prazo e o aprofundamento dos conceitos e fundamentos das teses de investimento tendem a trazer muito mais valor no longo prazo

NOVO GATILHO

Fundo Three Arrows Capital pode ser obrigado a encerrar operações e pode desencadear nova crise no mercado de criptomoedas; entenda

Estima-se que o fundo tenha cerca de US$ 10 bilhões em criptomoedas e o despejo desse montante em cripto no mercado pode resultar na queda das cotações

TRUMP ESTAVA CERTO?

O TikTok vazou seus dados? Rede social chinesa pode ser banida das lojas de aplicativos do Google e da Apple; entenda a situação

Um integrante da Comissão Federal de Comunicações dos EUA pediu aos CEOs das gigantes de tecnologia que removam o TikTok das lojas ou que deem uma justificativa até 8 de julho para não banir a chinesa

WE'RE LAYING OFF

Sem piloto automático: Tesla (TSLA34) demite 200 funcionários e fecha escritório na Califórnia

O corte faz parte do plano de reduzir 10% do quadro de funcionários da companhia, anunciado por Elon Musk no início do mês; ações da Tesla operam em queda

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa firma queda e dólar reduz recuo com fraqueza em Nova York

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais amanheceram com a aversão ao risco dominando o sentimento geral do mercado. Permanece no radar do dia o Fórum do BCE tem painel com presidente do banco, Christine Lagarde, presidentes do Fed, Jerome Powell, e do BoE, Andrew Bailey, e gerente geral do BIS, Agustín Carstens. Por aqui, o Ibovespa […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies