O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-05-12T12:19:25-03:00
Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP.
APOSTA ESG

Braskem (BRKM5) anuncia joint venture para conversão de resíduos sólidos; ação tem leve alta após balanço

A iniciativa faz parte do plano de Desenvolvimento Sustentável da Braskem; a petroquímica tem desenvolvido projetos em economia circular

12 de maio de 2022
12:19
Vista da então nova unidade da Braskem Petroquímica, em Paulínia, São Paulo. Petrobras (PETR3 e PETR4) e Novonor são as principais acionistas da Braskem (BRKM5) | Dividendos
Imagem: Estadão Conteúdo/Alex Silva

A Braskem (BRKM5) anunciou nesta quinta-feira a criação de uma joint venture (JV) com a Terra Circular, empresa de conversão de resíduos sólidos localizada no Reino Unido. O acordo é intermediado pela subsidiária da petroquímica Braskem Netherlands B.V. e a companhia terá sede nos Países Baixos.

Pelo acordo, a Terra Circular vai aportar ações de sua subsidiária ER Plastics, que desenvolveu e implementou tecnologia capaz de converter resíduos sólidos de baixa qualidade em produtos finais. Além disso, a empresa europeia tem capacidade nominal de reciclar mecanicamente 23 mil toneladas por ano.

Com o negócio, a Braskem espera aprimorar o trabalho de destinar de forma adequada os resíduos plásticos, com vendas de 300 mil toneladas de produtos com conteúdo reciclado até 2025, segundo a empresa. Com isso, a companhia espera fomentar projetos voltados para economia circular.

Por fim, a petroquímica Braskem afirmou que deve se tornar a controladora da JV e estender a tecnologia para outras regiões. Os valores de aportes e a participação de cada empresa na sociedade não foram revelados.

Parcerias com foco na reciclagem

Além da criação da joint venture, que foi anunciada hoje, a Braskem adquiriu uma participação acionária minoritária da Nexus Circular, nos Estados Unidos. A empresa atua na conversão de reciclagem avançada de plásticos em matérias-primas circulares.

No Brasil, a petroquímica assinou, em abril, um contrato com a EDF Renewables América Latina para compra de energia elétrica, com construção de complexo no sudoeste da Bahia, entre outras iniciativas.

Leia também

Balanço da Braskem

No pregão desta quinta-feira da B3, as ações da Braskem (BRKM5) operam em leve alta de 0,29% negociados a R$ 40,90, por volta de 12h. A petroquímica controlada pela Petrobras e Novonor (ex-Odebrecht) divulgou ontem à noite o balanço do primeiro trimestre de 2022.

A empresa registrou lucro líquido de R$ 3,9 bilhões entre os meses de janeiro e março, alta de 56% na comparação com o mesmo período do ano passado.

No início do mês, a empresa distribuiu R$ 1,35 bilhão em dividendos, com base no resultado anual de 2021.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

pressão vendedora

Nubank derrete 21% na semana após fim do lock-up, que restringia venda das ações pelos “tubarões”

Desde o IPO, o Nubank já perdeu US$ 23,9 bilhões em valor de mercado, e a fintech que antes valia mais que o Itaú hoje vale quase um terço dele

INTERNET DO MUSK

O que faz a Starlink, empresa que trouxe Elon Musk ao Brasil e deve operar na Amazônia

A empresa do bilionário promete internet ultrarrápida e deve começar as suas operações ainda neste ano; Anatel já deu aval

FECHAMENTO DO DIA

Escapou do urso: S&P 500 consegue fechar no azul em recuperação dramática; saiba o que aconteceu com as bolsas nos EUA

Dois fatores são centrais para entender o comportamento do S&P 500, do Nasdaq e do Dow Jones nas últimas semanas; entenda

FECHAMENTO DO CÂMBIO

Dólar recua 0,87% e vale R$ 4,87. Euro também cai e vale R$ 5,13; confira o que movimentou o câmbio nesta sexta-feira

Apesar do predomínio de um certo humor pessimista pelo mundo, o real conseguiu ter mais um dia de ganhos em relação ao dólar

VISÃO MACRO

Por que o mercado exagera ao temer uma recessão nos Estados Unidos e na China

Os sinais de uma possível recessão nas grandes economias, como EUA e China, e o aumento de um pessimismo generalizado parecem ter tomado conta dos mercados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies