🔴 É HOJE! PLANO PRÁTICO PARA GERAR RENDA EM DÓLAR SERÁ REVELADO – VEJA COMO ACESSAR

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
SINUCA DE BICO

Banco central da Rússia fica sem saída com o efeito das sanções; saiba o que Putin planeja para evitar que sua fonte de dinheiro seque

As autoridades russas estimam que as medidas punitivas adotadas pelas potências ocidentais congelaram cerca de metade de seus US$ 642 bilhões em reservas

Presidente russo, Vladimir Putin, apoiado em uma mesa, com o dedão na boca
O presidente da Rússia, Vladimir Putin - Imagem: Flickr

O banco central da Rússia parece estar com a bola branca encostada na caçapa, quase sem ângulo para uma tacada. E tudo porque as sanções impostas por EUA, Europa e aliados estão surtindo efeito sobre as reservas internacionais do país, ameaçando secar a fonte de recursos de Vladimir Putin

Desde que as potências ocidentais impuseram sanções econômicas e financeiras à Rússia, o país tem lutado para encontrar alternativas para suas reservas congeladas em moeda estrangeira.

"A lista dos países que emitem moedas de reserva líquida é limitada e são eles que tomaram medidas hostis e reduziram nosso acesso", disse a presidente do banco central russo, Elvira Nabiullia.

Mas como quem tem amigo, tem tudo, a China aparece mais uma vez como uma alternativa. As autoridades russas estimam que as sanções congelaram cerca de metade de seus US$ 642 bilhões em reservas, mas o banco central do país ainda ficou com yuan e ouro.

Saindo de uma sinuca de bico

Sair de uma sinuca de bico não é fácil, mas também não é impossível. O banco central russo é a prova de que, com a estratégia certa, é possível tentar uma  jogada. 

Antes de invadir a Ucrânia, 11% das participações da Rússia eram dólares, já que o banco central havia diminuído drasticamente sua exposição aos EUA ao adicionar o yuan e o euro às suas reservas. 

Segundo a Bloomberg, mais de um terço das reservas russas estão em euros, com investimentos adicionais em libra e iene.

Mas todos os itens acima foram congelados pelos rivais de Putin em meio à guerra na Ucrânia, o que forçou o banco central da Rússia a tomar medidas drásticas.

A autoridade monetária teve que recorrer a aumentos acentuados da taxa de juros e controles de capital rigorosos, como limites sobre a quantidade de moeda estrangeira que os russos poderiam transferir.

O contragolpe da Rússia

Como era de se esperar, a Rússia não vai deixar a jogada do Ocidente para secar seus recursos passar batida. 

De acordo com Nabiullia, o banco central está planejando retaliações legais contra países que bloquearam ativos russos, mas qualquer ação "deve ser pensada com muito cuidado para que possamos obter o resultado desejado". 

A chefe do BC russo também alertou que o período em que a economia pode viver de reservas é finito.

Por isso, segundo ela, no segundo e terceiro trimestre a Rússia entrará em um período de transformação estrutural e de busca por novos modelos de negócios.

*Com informações da Bloomberg e do Markets Insider

Compartilhe

SOBE MAIS UM POUQUINHO?

Campos Neto estragou a festa do mercado e mexeu com as apostas para a próxima reunião do Copom. Veja o que os investidores esperam para a Selic agora

15 de setembro de 2022 - 12:41

Os investidores já se preparavam para celebrar o fim do ciclo de ajuste de alta da Selic, mas o presidente do Banco Central parece ter trazido o mercado de volta à realidade

PREVISÕES PARA O COPOM

Um dos maiores especialistas em inflação do país diz que não há motivos para o Banco Central elevar a taxa Selic em setembro; entenda

10 de setembro de 2022 - 16:42

Heron do Carmo, economista e professor da FEA-USP, prevê que o IPCA registrará a terceira deflação consecutiva em setembro

OUTRA FACE

O que acontece com as notas de libras com a imagem de Elizabeth II após a morte da rainha?

9 de setembro de 2022 - 10:51

De acordo com o Banco da Inglaterra (BoE), as cédulas atuais de libras com a imagem de Elizabeth II seguirão tendo valor legal

GREVE ATRASOU PLANEJAMENTO

Banco Central inicia trabalhos de laboratório do real digital; veja quando a criptomoeda brasileira deve estar disponível para uso

8 de setembro de 2022 - 16:28

Essa etapa do processo visa identificar características fundamentais de uma infraestrutura para a moeda digital e deve durar quatro meses

FAZ O PIX GRINGO

Copia mas não faz igual: Por que o BC dos Estados Unidos quer lançar um “Pix americano” e atrelar sistema a uma criptomoeda

30 de agosto de 2022 - 12:08

Apesar do rali do dia, o otimismo com as criptomoedas não deve se estender muito: o cenário macroeconômico continua ruim para o mercado

AMIGO DE CRIPTO

Com real digital do Banco Central, bancos poderão emitir criptomoeda para evitar “corrosão” de balanços, diz Campos Neto

12 de agosto de 2022 - 12:43

O presidente da CVM, João Pedro Nascimento, ainda afirmou que a comissão será rigorosa com crimes no setor: “ fraude não se regula, se pune”

AGORA VAI!

O real digital vem aí: saiba quando os testes vão começar e quanto tempo vai durar

10 de agosto de 2022 - 19:57

Originalmente, o laboratório do real digital estava previsto para começar no fim de março e acabar no final de julho, mas o BC decidiu suspender o cronograma devido à greve dos servidores

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

O ciclo de alta da Selic está perto do fim – e existe um título com o qual é difícil perder dinheiro mesmo se o juro começar a cair

2 de agosto de 2022 - 5:58

Quando o juro cair, o investidor ganha porque a curva arrefeceu; se não, a inflação vai ser alta o bastante para mais do que compensar novas altas

PRATA E CUPRONÍQUEL

Banco Central lança moedas em comemoração ao do bicentenário da independência; valores podem chegar a R$ 420

26 de julho de 2022 - 16:10

As moedas possuem valor de face de 2 e 5 reais, mas como são itens colecionáveis não têm equivalência com o dinheiro do dia a dia

AGRADANDO A CLIENTELA

Nubank (NUBR33) supera ‘bancões’ e tem um dos menores números de reclamações do ranking do Banco Central; C6 Bank lidera índice de queixas

21 de julho de 2022 - 16:43

O banco digital só perde para a Midway, conta digital da Riachuelo, no índice calculado pelo BC

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar