🔴 FENÔMENO QUE TRANSFORMOU 1.500 PESSOAS EM MILIONÁRIAS PODE SE REPETIR – VEJA COMO SER O PRÓXIMO

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
ALERTA OU AMEAÇA?

EUA colocam China contra a parede por apoiar Putin; veja o recado que Biden mandou para Xi Jinping

Norte-americanos também aumentam pressão sobre países que estariam em cima do muro em relação às sanções impostas contra Moscou por conta da guerra na Ucrânia

Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, grita ao microfone
Joe Biden, presidente dos EUA -

Os EUA voltaram a colocar a China contra a parede para tentar conter a invasão da Ucrânia pela Rússia. Dessa vez, o governo de Joe Biden subiu o tom, alertando Pequim sobre os riscos de se manter alinhada com Moscou

A porta-voz da mensagem foi Janet Yellen, a secretária do Tesouro norte-americano — cujo departamento é o principal responsável pela implantação de sanções econômicas e financeiras. 

Falando no Conselho do Atlântico, Yellen sugeriu possíveis consequências econômicas impostas pela comunidade internacional, dependendo de como a China abordar a invasão da Ucrânia.

A secretária do Tesouro dos EUA lembrou que recentemente o governo de Xi Jinping celebrou o “relacionamento especial” que tem com a Rússia.

Em fevereiro, Xi e o presidente russo, Vladimir Putin, disseram que compartilham de uma amizade sem limites. 

Assim sendo, ela disse esperar que a China faça algo positivo desse relacionamento e ajude a acabar com esta guerra na Ucrânia. 

“A atitude do mundo em relação à China e sua vontade de adotar uma maior integração econômica podem muito bem ser afetadas pela reação da China ao nosso apelo por uma ação resoluta na Rússia”, disse Yellen. 

Divisão bipolar do mundo

Esses foram alguns dos comentários mais contundentes de Yellen sobre a China desde que assumiu a chefia do Tesouro dos EUA.

Ela disse que espera evitar uma divisão bipolar entre os sistemas liderados pelos EUA e pela China, mas alertou para os riscos. 

Segundo Yellen, “no futuro, será cada vez mais difícil separar questões econômicas de considerações mais amplas de interesse nacional, incluindo segurança”.

A críticas à China não param

A secretária do Tesouro dos EUA não parou por aí. Em seu discurso, ela lembrou da dependência que o mundo tem da China — muito evidenciada pela pandemia de covid-19, que provocou uma obstrução na cadeia de suprimentos.

Segundo ela, as cadeias de suprimentos devem depender de aliados em vez de países com os quais os EUA têm tensões geopolíticas.

“Não podemos permitir que os países usem sua posição de mercado em matérias-primas, tecnologias ou produtos-chave para ter o poder de perturbar nossa economia ou exercer influência geopolítica indesejada”, disse ela.

Saiam de cima do muro!

Yellen também reiterou que, para as nações “em cima do muro” sobre o esforço internacional para punir a Rússia, qualquer movimento para minar as sanções atrairia a ira dos EUA e de seus aliados.

A chefe do Tesouro dos EUA também rebateu críticas sobre os esforços liderados por Washington para isolar a Rússia do sistema financeiro global baseado em dólar. 

Segundo ela, esses esforços foram “motivados pelos objetivos de política externa de qualquer país”.

A neutralização liderada pelos EUA de cerca de metade das reservas cambiais da Rússia e o corte de uma faixa de instituições russas de acesso à infraestrutura financeira baseada em dólar levantou dúvidas entre alguns analistas sobre se está abusando do domínio do dólar.

*Com informações da Bloomberg e da Reuters

Compartilhe

DESESTATIZAÇÕES

A privatização da Sabesp (SBSP3) não foi suficiente? Tarcísio agora fala em vender a Petrobras (PETR4) e o Banco do Brasil (BBAS3), mas não tem a caneta

25 de julho de 2024 - 10:11

O governador de São Paulo acredita que há espaço para avançar nas privatizações de companhias estatais no Brasil inteiro

FALA MINISTRO

Eleições nos EUA não devem afetar relações com o Brasil, diz Haddad; ministro busca parceiros ‘além da China’ e fala em acordos com União Europeia

25 de julho de 2024 - 8:04

Haddad destacou que não existe transformação ecológica sem novos instrumentos financeiros e cita os ‘green bonds’ do governo

LOTERIAS

Depois de mais de 2 anos encalhada, loteria mais difícil de todos os tempos sai pela primeira vez e paga o segundo maior prêmio da história

25 de julho de 2024 - 5:49

Abandonado numa caderneta de poupança, o segundo maior prêmio individual da história das loterias no Brasil renderia cerca de R$ 1,5 milhão por mês

MOEDAS VIRTUAIS

Banco Central vai seguir na regulação independente do PL sobre os criptoativos, diz técnico da autoridade monetária

24 de julho de 2024 - 18:31

Segundo Nagel Paulino, BC pretende concluir a sua estratégia regulatória de criptoativos até o início de 2025

DINHEIRO NO BOLSO

Receita abre consulta ao terceiro lote de restituição do IR 2024; veja se o seu dinheiro já está disponível

24 de julho de 2024 - 10:01

Este é o primeiro lote de restituição do IR 2024 a incluir os contribuintes não-prioritários. O pagamento será feito até 31 de julho

LOTERIAS

Uma baba! Lotofácil tem 4 acertadores, mas ninguém fica milionário; Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 65 milhões

24 de julho de 2024 - 5:54

Enquanto a Mega-Sena e a Quina “se fazem” de difíceis, a Lotofácil continua justificando o nome e distribuindo prêmios nada desprezíveis na faixa principal

A LUTA PELO DÉFICIT ZERO

Corte de gastos: governo detalha na próxima semana áreas afetadas pela contenção bilionária, diz Tebet

23 de julho de 2024 - 19:05

Equipe econômica oficializou o corte de R$ 15 bilhões em 2024, em meio a despesas crescentes e dificuldades para compensar a desoneração da folha

COMPRINHAS ONLINE

Atenção cliente da Shein, AliExpress e Shopee: compras internacionais já podem ter nova taxação a partir de sábado

23 de julho de 2024 - 16:32

No final de maio, a Câmara dos Deputados determinou uma taxação de 20% de imposto de importação sobre as compras internacionais de até US$ 50 a partir do dia 1º de agosto

VOLTOU A RELUZIR

O que fez o ouro voltar a subir após sequência de quedas? Preço do metal fecha em alta pela primeira vez desde as máximas históricas

23 de julho de 2024 - 15:38

Os preços sobem de olho na política monetária dos EUA e na demanda global, que ainda parece contida na visão dos analistas

LOTERIAS

Aposta do interior de SP fatura mais de R$ 43 milhões na Quina e ofusca Lotofácil; hoje tem Mega-Sena acumulada

23 de julho de 2024 - 5:56

A Quina estava acumulada havia 20 sorteios e saiu para uma aposta efetuada em uma casa lotérica de uma cidade de pouco mais de 30 mil habitantes

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar