2022-03-30T13:15:51-03:00
Camille Lima
MENOR CONSUMO DE ENERGIA

Alemanha corre risco de desabastecimento após Putin querer cobrar pagamento do gás em rublos; entenda a disputa

O presidente russo pretendia adotar a forma de pagamento já nesta quinta-feira, mas o Kremlin afirmou que o modelo deve ser introduzido gradualmente

30 de março de 2022
13:15
Bandeira da Alemanha
Imagem: shutterstock

Ao primeiro sinal de que Putin fecharia a torneira de gás natural para os países que não pagassem em rublos, a Europa adotou uma postura contrária. Entretanto, o posicionamento cedeu lugar à preocupação sobre o fornecimento do gás ao longo dos últimos dias, especialmente na Alemanha.

Com grande dependência de fornecimento russo, o país fez um apelo aos consumidores e empresas alemãs para que eles diminuam o consumo de energia, antecipando uma possível escassez futura.

O chefe da Agência Federal de Redes alemã, Klaus Müller, alertou as pessoas e a indústria a se prepararem para "todos os cenários".

Alemanha dependente de petróleo russo

Vale lembrar que, hoje, a Alemanha importa mais da metade do seu gás e em torno de um terço do petróleo da Rússia.

Por isso, caso o fornecimento seja interrompido se o país não aceitar pagar em rublos, Berlim já informou que não dá para descartar a possibilidade de enfrentar uma recessão.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

“Nas últimas semanas, fizemos esforços intensos em conjunto com todos os players importantes do mercado para importar menos combustíveis fósseis da Rússia e ampliar o fornecimento”, disse o ministro da Economia e Clima, Robert Habeck.

Plano de emergência de gás na Alemanha

Hoje, o país está sob um plano de emergência de gás de três etapas para preparar o país para um possível choque de oferta.

O primeiro passo é essa "fase de alerta precoce" para evitar uma deterioração do fornecimento. Na fase final, o governo iniciaria o racionamento de gás.

Habeck afirmou que, pelo menos por enquanto, o fornecimento de gás está protegido e, até agora, a Rússia ainda está cumprindo seus contratos.

Porém, o ministro informou que está aumentando as medidas de precaução para caso a Rússia inicie uma escalada.

Putin e o pagamento em rublos

A Rússia já estava elaborando algum meio para aceitar pagamentos pelas exportações de gás natural em rublos, em resposta às sanções impostas pelo Ocidente depois da invasão da Ucrânia.

Segundo analistas do mercado consultados pela BBC, essa medida vai apoiar a moeda do país de Putin, que derreteu após Moscou iniciar a guerra no país vizinho, mas logo iniciou o movimento de recuperação.

Na segunda-feira (28), Moscou adotou uma postura dura e informou que tomará medidas contra os países que se recusarem a fazê-lo.

A princípio, o Kremlin deu um prazo até esta quinta-feira (31) para que o banco central, o governo e a gigante do gás russo Gazprom apresentem propostas para que os países considerados “hostis” por Moscou paguem em rublos pelo gás.

A União Europeia, que faz o pagamento da importação principalmente em euros, foi contrária e rejeitou a proposta. A justificativa foi que a gigante estatal russa de gás Gazprom não pode refazer os contratos já feitos.

Hoje, o país de Vladimir Putin apresentou uma postura mais suave que a inicial e afirmou que os pagamentos em rublos devem ser introduzidos gradualmente, e não a partir de amanhã, como foi dito inicialmente.

"Pagamento e entrega é um processo demorado... do ponto de vista tecnológico, é um processo mais demorado ainda", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

*Com informações de BBC

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Entre 65 e 380 eu compro

7 de julho de 2022

“O que vai acontecer com X?”. É uma pergunta errada e perigosa, que nem sequer deve ser formulada em decisões de investimento; entenda

OS SOBREVIVENTES

Putin vê mais um primeiro-ministro britânico cair, mas ainda precisa comer muita farinha antes de alcançar a rainha Elizabeth II

7 de julho de 2022

Boris Johnson é o quinto primeiro-ministro a cair com Putin na presidência da Rússia, mas a monarca britânica já viu muito mais que isso

FINO EQUILÍBRIO

Bitcoin (BTC) tenta começar o segundo semestre com o pé direito e criptomoedas acumulam altas na semana; confira oportunidades

7 de julho de 2022

Na semana, a maior criptomoeda do planeta acumula avanço de mais de 8%, mas investidores continuam à espera de um milagre

REESTRUTURAÇÃO

TIM anuncia plano de transformação: confira se as mudanças vão atingir os negócios da TIM Brasil (TIMS3)

7 de julho de 2022

A reestruturação tem o objetivo de reduzir a dívida da operadora na Itália; as operações no Brasil não serão afetadas, de acordo com a TIM

RECONECTANDO

Após três semanas fora do ar, Binance volta a negociar criptomoedas em reais; problemas com BC serão resolvidos com nova parceira?

7 de julho de 2022

Em nota enviada à reportagem, a exchange afirma que “atua em total acordo com o cenário regulatório do Brasil”