O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

Rodolfo Amstalden
Exile on Wall Street
Rodolfo Amstalden
Sócio-fundador da Empiricus e autor do Programa de Riqueza Permanente
2022-02-10T11:47:02-03:00
EXILE ON WALL STREET

Fenomenologia dos mercados: saiba como não se deixar enganar por resultados na temporada de balanços corporativos

Antes de analisar cada resultado trimestral das empresas, é importante conhecer as sete ocorrências tipicamente usadas pelas companhias para tentar inverter o ponto de vista de números essencialmente ruins

10 de fevereiro de 2022
11:46 - atualizado às 11:47
Balanços shutterstock
Não se esqueça de seguir o seu dinheiro para ficar por dentro de todos os balanços da semana - Imagem: Shutterstock

A Empiricus teve um 2021 fenomenal. Na verdade, os últimos dez anos foram fenomenais: viemos para um escritório decente no Malzoni, implementamos com sucesso o NetSuite e distribuímos proventos generosos para nossos antigos sócios americanos. 

Também fizemos uma campanha de conscientização junto a nossos colaboradores, estimulando-os a lavar as mãos após usar o banheiro. 

Passamos a medir a taxa de abertura dos e-mails enviados e injetamos dinamismo em nossos squads com a moderna metodologia de Scaled Agile Framework. Isso tudo acabou se refletindo em recordes de Net Promoter Score (NPS).

Enfim, somos lindos!

Não somos feios.

Qual é a exata diferença entre ser lindo e não ser feio?

Escolhas neutras e resultados díspares

Impressionam as mudanças de percepção provocadas pelos pequenos detalhes sintáticos.

Escolhas neutras do ponto de vista lógico se traduzem em resultados interpretativos completamente díspares.

O exemplo mais comum nas finanças comportamentais é o do uso complementar de porcentagens.

"80% da população brasileira está vacinada" remete ao sucesso da campanha de imunização massificada.

Por outro lado, "20% dos brasileiros não se vacinaram" enfatiza o insucesso.

Nossa percepção sobre a campanha — ou sobre o povo brasileiro — muda radicalmente, graças a uma nuance banal (do ponto de vista lógico) de comunicação.

Exemplo clássico

Dentre outros exemplos dessa sutileza bruta, há um clássico estudado por cientistas de dados, e que também deveria constar nos cursos para financistas.

Ambas as imagens abaixo denotam preços de casas de classe média à venda no Meio-Oeste americano, entre o começo de 2006 e o fim de 2009.

Por respeitarem uma escala vertical demasiada, que vai de zero a US$ 500 mil, as barras da esquerda fornecem a impressão de relativa estabilidade da série histórica.

É só no gráfico da direita, entre US$ 180 mil e US$ 220 mil, que conseguimos enxergar com a devida lupa o impacto provocado pela crise do subprime.

Finanças Quânticas

Se a Física Quântica nos ensina sobre a influência do sujeito observador, as Finanças Quânticas versam sobre o poder que emana do objeto observado.

Sempre lembro de me beliscar sobre a fenomenologia dos mercados quando estamos em meio a uma temporada de resultados corporativos.

Fiz até uma lista de sete ocorrências tipicamente usadas pelas empresas que tentam inverter o ponto de vista de números essencialmente ruins.

As sete ocorrências

  1. Começar o release com "conquistas de 2021"; uai, não era o 4T21 a novidade?
  2. Começar o release com mudança de escritório, ou implementação do SAP.
  3. Começar o release citando o generoso dividend yield.
  4. Começar o release falando sobre Sustentabilidade.
  5. Começar o release falando sobre a empresa ser Data-Driven.
  6. Começar o release falando sobre novas funcionalidades do app.
  7. Começar o release falando sobre NPS.

Eu não reclamo: em meio a tantos e tantos resultados, facilita nossa vida. 

Atalhos sinceros me interessam. 

A depender do teor do primeiro parágrafo, nem precisa continuar lendo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

concorrência no varejo

Magalu ameaçada? Dona da rival Shopee tem salto na receita e lidera aplicativos baixados no Brasil

Papéis da controladora da Shopee subiram 14% na bolsa de Nova York (Nyse) ontem (18) e fecharam o pregão valendo US$ 80,14

EM TEMPO REAL

TCU retoma julgamento da privatização da Eletrobras (ELET3) hoje; acompanhe ao vivo

O governo está otimista com a perspectiva de que o processo seja aprovado pelo tribunal

DE ROUPA NOVA

Com foco em criptomoedas e NFTs, Zuckerberg muda o nome do Facebook Pay para Meta Pay; entenda as alterações

Novo passo em direção ao metaverso inclui na plataforma de pagamentos e negociações usada no WhatsApp as funções de empréstimos e investimentos em ativos digitais

NA SAÚDE E NA DOENÇA

Parceria bilionária entre Dasa (DASA3) e Inspirali, da Ânima (ANIM3), sai do papel com foco em formação médica; confira detalhes do projeto

Iniciativa deve beneficiar os mais de 10 mil estudantes de Medicina da Inspirali assim como os médicos que fazem parte das mais de 900 unidades de medicina diagnóstica e hospitais da Dasa

MEME-STABLECOIN

Shiba Inu (SHIB) quer lançar própria stablecoin depois do fracasso da TerraUSD (UST); entenda porque isso é uma furada

Analistas não enxergam a Shiba Inu como um bom investimento e a crise das stablecoins não deve ajudar o projeto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies