⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-23T07:48:06-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Ricardo Gozzi
De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Investidores recolhem os cacos da Super Quarta com bolsas internacionais em queda; Ibovespa reage ao Datafolha

Os investidores reagem hoje aos PMIs de grandes economias, como Zona do Euro, Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos

23 de setembro de 2022
7:40 - atualizado às 7:48
Investidores recolhem os cacos das bolsas esta semana como garrafas de vidro quebradas
Confira o que movimenta a bolsa, o dólar e o Ibovespa hoje. Imagem: Freepik

A viagem no tempo é um dos temas mais explorados da ficção científica. E enquanto os cientistas se debruçam sobre as teorias que possibilitam deslocamentos no tempo-espaço, inúmeras viagens do gênero são tentadas diariamente nas bolsas de valores ao redor do mundo.

Com muita frequência, o preço observado hoje na tela do terminal reflete as expectativas futuras em relação ao desempenho de uma empresa específica, de um setor ou até mesmo da conjuntura econômica.

É claro que esse exercício envolve acertos e erros.

Entretanto, não é de hoje que a bola de cristal dos investidores adverte que um movimento agressivo de aperto monetário iniciado com o objetivo de fazer frente à inflação acarreta o risco de provocar uma recessão econômica global.

Nos últimos dias, falamos muito da Super Quarta dos bancos centrais. Mas o que pesa hoje nos mercados financeiros é o efeito de uma verdadeira Super Semana.

Não foram apenas os bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos que se posicionaram nesses dias. Houve ações de política monetária ou intervenção cambial na Inglaterra, no Japão e em diversos outros países. Até mesmo a quase sempre estável Suíça elevou sua taxa de juro pela primeira vez em 15 anos.

O objetivo principal é deter a alta dos preços. Em alguns casos, a qualquer custo. A má notícia é que a chance de que um erro na dose do remédio acabe por prejudicar ainda mais o paciente aumentou.

De qualquer modo, os investidores continuam a ajustar suas posições em bolsa e em ativos de risco nesta sexta-feira (23). No cardápio do dia, os índices de gerentes de compras (PMI, em inglês) de grandes economias dão o tom dos negócios. 

Por aqui, o Ibovespa acompanha os desdobramentos da mais nova pesquisa Datafolha, que amplia as chances de vitória no primeiro turno do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

E por mais um dia o Ibovespa se distanciou das bolsas internacionais e caminhou com as próprias pernas, encerrando o pregão em alta de 1,91%, aos 114.070 pontos.

Acompanhando o forte alívio na curva de juros, o dólar à vista encerrou o dia em queda de 1,13%, a R$ 5,1143.

Confira o que movimenta as bolsas, o dólar e o Ibovespa nesta sexta-feira:

Recessão é o nome do jogo

A avaliação supracitada sobre os perigos de uma recessão global é de Steve Hanke, professor de economia aplicada da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.

Segundo ele, a chance de que a economia norte-americana entre em recessão em algum momento dos próximos 12 meses é agora de 80%.

Numa entrevista à CNBC, Hanke diz que os diretores do Fed procuraram as causas da inflação em todos os lugares, menos no clássico excesso de dinheiro em circulação.

Seja como for, esse elevado risco de recessão - não apenas nos Estados Unidos, mas em outras partes do globo — está por trás do mau desempenho dos ativos de risco na semana que se encerra hoje.

As bolsas pelo mundo hoje

Os mercados financeiros da Ásia e Pacífico fecharam em queda generalizada. Na Europa, as ações entraram em queda de mais de 1% após o PMI da Zona do Euro, Alemanha e Reino Unido — e o euro parece ter perdido de vez a capacidade de ao menos acompanhar a cotação do dólar. Em Wall Street, os índices futuros de Nova York também estão no vermelho.

Hoje, a agenda econômica pouco ou nada contribui para alterar esse cenário.

9 dias para as eleições — e o Ibovespa acompanha

Enquanto isso, os investidores estão de olho na reta final das eleições presidenciais no Brasil. A nova rodada do Datafolha mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) abrindo 14 pontos percentuais de vantagem sobre o presidente Jair Bolsonaro (PL).

De acordo com a pesquisa, Lula teria recuperado a faixa de 50% de votos válidos e tem chance de encerrar a corrida eleitoral já no primeiro turno.

O Seu Dinheiro está produzindo uma série de matérias especiais sobre as eleições e a nossa repórter Julia Wiltgen escreve hoje sobre as propostas dos candidatos para os endividados. Confira as propostas para os inadimplentes

Bolsa hoje: agenda do dia

  • Alemanha: PMI Composto, industrial e de serviços (4h30)
  • Zona do Euro: PMI Composto, industrial e de serviços (5h)
  • Reino Unido: PMI Composto, industrial e de serviços (5h30)
  • Estados Unidos: PMI Composto, industrial e de serviços (10h45)
  • Estados Unidos: Presidente do Fed, Jerome Powell, vice-presidente do Fed, Lael Brainard, e diretora do Fed, Michelle Bowman, participam do “Fed Listens: Transitioning to the Post-pandemic Economy” (15h)

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Confira os últimos passos dos presidenciáveis na véspera das eleições

1 de outubro de 2022 - 8:02

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

ENTREVISTA

Elon Musk não está sozinho: o home office pode acabar com o fim da pandemia, alerta um dos principais gurus de carreiras do mercado

1 de outubro de 2022 - 7:23

A exemplo do dono da Tesla um número cada vez maior de empregadores quer os profissionais de volta ao escritório, afirma o mentor de carreiras e escritor Luciano Santos

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa fecha setembro no azul, o potencial da Weg (WEGE3) e a semana do bitcoin; confira os destaques do dia

30 de setembro de 2022 - 19:19

O último pregão do mês foi também o último antes da definição do primeiro turno das eleições presidenciais de 2022. Apesar disso, levou um tempo até que a política fosse o principal gatilho para os negócios.  Isso porque o debate final entre os candidatos à chefia do Executivo não trouxe grandes mudanças no cenário-base, já […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa fecha setembro no azul por um triz após nova onda do ‘efeito Meirelles’; dólar vai a R$ 5,39

30 de setembro de 2022 - 18:53

O Ibovespa deixou a política parcialmente de lado no último pregão antes do pleito de domingo

Balanço do mês

Os melhores investimentos de setembro: dólar tem a maior alta do mês, e Brasil vai na contramão do mundo com valorização de quase todos os ativos

30 de setembro de 2022 - 18:42

Títulos prefixados vêm logo em seguida, beneficiados pelo fim do ciclo de alta da Selic no Brasil. Veja o ranking completo dos melhores e piores investimentos do mês

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies