🔴 BRASIL PODE TER 1.000 NOVOS MILIONÁRIOS DAQUI A 14 MESES – VEJA COM SER UM DELES

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
DEIXANDO PARA TRÁS

CCR (CCRO3) vende unidade multimídia por R$ 245 milhões; ações sobem

A transação faz parte da “estratégia contínua de revisão de portfólio e alocação de capital”, segundo a empresa, e está sujeita à aprovação dos órgãos reguladores

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
28 de dezembro de 2022
16:22 - atualizado às 18:53
Via Dutra, rodovia que liga São Paulo ao Rio de Janeiro. O leilão para relicitação da via está previsto para a próxima sexta (29); a CCR (CCRO3) administra a estrada desde 1995
Via Dutra, rodovia que liga São Paulo ao Rio de Janeiro; a CCR (CCRO3) administra a estrada desde 1995 - Imagem: CCR/Clóvis Rossi

Na reta final do ano, muitas pessoas colocam à mesa os planos que desejam começar ou continuar no próximo período — e o que querem deixar para trás. A CCR (CCRO3) entrou no clima de revisão e anunciou mudanças no portfólio para o início de 2023. 

A empresa de infraestrutura e mobilidade firmou  um acordo de venda total da sua subsidiária de serviços de comunicação e multimídia, a Samm, para a Luna Fibra S.A. O valor do negócio é de R$ 245 milhões. 

A transação faz parte da “estratégia contínua de revisão de portfólio e alocação de capital”, segundo a CCR (CCRO3), e está sujeita à aprovação dos órgãos reguladores — dentre eles, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). 

E os investidores parecem ter aprovado a mudança. As ações da empresa de infraestrutura fecharam o dia em alta de 2,56%, negociadas a R$ 10,82. Acompanhe a cobertura completa de mercados. 

CCR (CCRO3): comprar ou vender? 

A CCR (CCRO3) não é uma das ações preferidas dos bancos no setor de transportes, mas tem o seu lugar. Tanto o Santander quanto o Bradesco BBI consideram os papéis CCRO3 como “outperform”, o equivalente a uma recomendação de compra, com o preço-alvo de R$ 16,00. 

Em relatório recente, o Santander afirmou que a companhia é uma forte concorrente da EcoRodovias (ECOR3) — uma das empresas preferidas do setor pelo banco, atrás apenas de Rumo (RAIL3) — em leilões das rodovias brasileiras. 

“A CCR tem um espaço significativo em seu balanço que lhe permitirá continuar navegando no grande pipeline de leilões de infraestrutura programado para os próximos anos, enquanto a atual posição de alavancagem da Ecorodovias atua como uma restrição na licitação de novos projetos”, escrevem os analistas Lucas Barbosa, Lucas Esteves e Gabriel Tinem, que assinam o relatório do Santander. 

Vale ressaltar que a CCR controla 10 concessões de rodovias — AutoBan, NovaDutra, Rodonorte, Via Lagos, ViaOeste, RodoAnel, SPVias, ViaRio, MSVia e ViaSul. Além disso, a empresa detém: 

  • 40% de participação na Renovias — concessão de rodovia com 346 km; 
  • 75% de participação no consórcio ViaQuatro, que opera a Linha 4 do Metrô de São Paulo; 
  • 38% de participação na BH Airport — aeroporto com 10,4 milhões de passageiros por ano) e; 
  • 100% de participação no Metrô Bahia — Metrô da Bahia com 41 km.

Compartilhe

Novo indicador no mercado

Novo índice da B3 combina ações e BDRs mais negociados; confira os detalhes

22 de julho de 2024 - 18:17

Bolsa prepara para agosto o lançamento do novo indicador, que reunirá as ações do Ibovespa com recibos de ações de empresas internacionais

RECOMENDAÇÕES DE VENDA

HCTR11, DEVA11 e IRDM11: por que você deveria evitar esses três fundos imobiliários, na visão do Itaú BBA

22 de julho de 2024 - 14:50

O banco de investimentos analisou as perspectivas para diversos nomes do segmento de acordo com o contexto do mercado, a qualidade do portfólio, histórico e experiência da gestão

RECOMENDAÇÕES DA CLASSE

Dividendos altos e portfólios robustos: KNSC11, KNIP11 e outros seis fundos imobiliários de ‘papel’ para comprar agora, segundo o Itaú BBA

22 de julho de 2024 - 13:49

Os fundos que investem em títulos de crédito do setor imobiliário são tema de um relatório publicado pelo banco de investimentos hoje

EMISSÃO DE COTAS

HGRU11 quer captar até R$ 1,5 bilhão na bolsa e oferece um ‘desconto’ nas cotas, mas nem todo mundo poderá participar da oferta; entenda

22 de julho de 2024 - 12:35

A oferta é destinada exclusivamente a investidores profissionais, mas há uma exceção

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: semana das big techs divide espaço com inflação e PIB dos EUA e congelamento de despesas; fique por dentro

22 de julho de 2024 - 7:01

Ganha destaque a próxima divulgação do Boletim Focus, com expectativas em relação a mudanças após o anúncio de R$ 15 bi em contingenciamento de despesas do governo

ENTREVISTA EXCLUSIVA

Bradesco Asset revela cinco apostas em ações para lucrar na bolsa brasileira — e um setor para manter distância

22 de julho de 2024 - 6:04

Ao Seu Dinheiro, Rodrigo Santoro Geraldes conta que a gestora também possui quatro apostas na carteira de ações fora do Ibovespa

FRIGORÍFICOS

Problemas para a BRF (BRFS3) e a JBS (JBSS3)? Brasil suspende exportações de carne de aves para 44 países — e a China é um deles

20 de julho de 2024 - 12:19

O Ministério da Agricultura decidiu voluntariamente paralisar as exportações de carnes de aves e seus produtos, com restrições que variam de acordo com os mercados

DÁ O PLAY!

Agora vai? Por que a bolsa brasileira despertou em julho e o que esperar das ações agora

20 de julho de 2024 - 11:00

Ibovespa já acumula alta de 3% em julho, depois de quase perder os 120 mil pontos no último mês; mas as ações finalmente vão decolar, ou será mais um voo de galinha?

BOLSA NA SEMANA

Por que as ações do Pão de Açúcar (PCAR3) desabaram 13% e lideraram as perdas do Ibovespa na semana — enquanto Usiminas (USIM5) subiu 5%?

20 de julho de 2024 - 9:22

As ações do Pão de Açúcar atraíram os holofotes dos investidores na semana após uma sangria na bolsa brasileira. Veja o que está por trás da queda dos papéis

PERSPECTIVAS PARA OS PROVENTOS

Com R$ 2 bilhões entrando no caixa, a Eletrobras (ELET3) vai distribuir mais dividendos? Veja o que diz o Goldman Sachs

19 de julho de 2024 - 19:46

O banco acredita que a oferta irá aumentar a liquidez da companhia e potencialmente abrir espaço para proventos mais elevados no futuro

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar