Insights de investimento, análises de mercado e muito mais! Siga o Seu Dinheiro no Instagram

2022-01-26T12:02:49-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
BITCOIN (BTC) HOJE

Bitcoin (BTC) avança para os US$ 38 mil antes da decisão de política monetária do Fed, mas semana ainda é difícil para mercado de criptomoedas

Investidores aguardam maiores informações sobre a retirada de estímulos e alta nos juros por parte do Banco Central americano

26 de janeiro de 2022
12:02
bitcoin (BTC) tomando um soco do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell
E prepare o casaco: o "longo inverno" das criptomoedas já começa a aparecer — e com ele, os "ursos". Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A luta mais esperada do ano está com hora marcada para começar. Representando o mercado tradicional, a política monetária do Federal Reserve não afeta os nervos de aço dos investidores nesta manhã e o bitcoin (BTC) consegue subir com as demais criptomoedas

Os temores envolvendo a retirada de estímulos e a alta nos juros, motivos de preocupação dos analistas para o mercado de criptomoedas em 2022, parecem estar fora do radar. Depois de tocar o solo de US$ 33 mil, os investidores ensaiam uma recuperação nesta quarta-feira (26).

Por volta das 11h, o bitcoin operava em alta de 4,28%, cotado a US$ 38.383,67 (R$ 208.506,39), o que contagiava o sentimento das demais criptomoedas do mundo:

#NomePreço24h %7d %
1Bitcoin (BTC)US$ 38.383,675,03%-8,89%
2Ethereum (ETH)US$ 2.631,598,23%-15,60%
3Tether (USDT)US$ 1,000,02%0,04%
4BNB (BNB)US$ 396,216,53%-14,94%
5USD Coin (USDC)US$ 1,000,02%0,06%
6Cardano (ADA)US$ 1,118,11%-21,36%
7Solana (SOL)US$ 98,097,82%-28,36%
8XRP (XRP)US$ 0,62774,55%-15,20%
9Terra (LUNA)US$ 64,230,36%-19,27%
10Dogecoin (DOGE)US$ 0,14926,19%-9,73%
Fonte: Coin Market Cap

ETFs de bitcoin e criptomoedas na B3

Você pode clicar aqui para saber mais sobre cada um dos ETFs da bolsa brasileira. Confira o preço dos principais ativos negociados na B3 (por volta das 11h):

TickerGestoraPreçoVariação (24h%)
HASH11HashdexR$ 37,547,26%
ETHE11HashdexR$ 42,809,69%
BITH11HashdexR$ 50,244,67%
QBTC11QR CapitalR$ 13,224,09%
QETH11QR CapitalR$ 10,498,03%
Fonte: TradeMap

Mesmo que o Federal Reserve acelere a retirada de estímulos e aumente a taxa de juros, os investidores em criptomoeda já estão “preparados” para o Crypto Winter (“inverno cripto”, em inglês).

O termo foi adotado em 2018, ano em que o bitcoin perdeu 73,3% do seu valor. 

Alguns analistas acreditam que o período entre halvings (quando a recompensa da mineração cai pela metade) seja prejudicial para o preço do BTC. Mas uma parcela significativa do mercado estava crente que a maior criptomoeda do mundo poderia romper a barreira dos US$ 100 mil. 

O sentimento, no entanto, piorou com a queda das últimas semanas. Os grupos do Twitter e do Reddit que comentam o mercado mudaram de tom e as hashtags já começam a exigir cautela dos investidores.

Em sua newsletter semanal, os analistas do Glassnode afirmam que todas as métricas indicam que o bear market está presente. Contudo, o próprio bitcoin também mudou de dois anos para cá. 

“Se parece com um urso, anda como urso, pode muito bem ser um urso. Mas como as coisas mudaram nos últimos dois anos… Desta vez pode ser diferente?”

— Afirma um dos trechos

Dogecoin e Elon Musk

O destaque do dia vai para o Dogecoin (DOGE), a maior criptomoeda-meme do mundo. 

Mais uma vez, em sua conta no twitter, o bilionário e CEO da Tesla Elon Musk usou sua conta para fazer o preço da criptomoeda disparar.

“Vou comer um McLanche Feliz na TV se o McDonald 's aceitar dogecoin”, escreveu Musk, marcando a conta oficial da rede de fast food. 

Pela manhã, o token DOGE chegou a disparar mais de 10%, mas reduziu a alta ao longo do dia e passou a avançar “apenas” 6,19%, cotado a US$ 0,1492 (R$ 0,8096).

Vale lembrar que moedas meme não são consideradas investimento pelos analistas e que a alocação em criptomoedas é altamente volátil. Especialistas recomendam cautela antes de colocar dinheiro em qualquer projeto.

O ano da regulação do bitcoin

No último Papo Cripto, eu conversei com Mayra Siqueira, representante da Binance no Brasil sobre o que podemos esperar da regulação de cripto no país e no mundo. Confira:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

A PARTIR DE JUNHO

Quer um pedacinho da Eletrobras (ELET3)? O trabalhador poderá usar recursos do FGTS para comprar ações

O trabalhador deverá fazer reserva de aquisições entre 3 e 9 de junho. O governo liberou o uso de até 50% do FGTS para compra de ações da Eletrobras

DESINVESTIMENTO

Em meio à turbulências, Petrobras (PETR4) assina mais um contrato de venda de refinaria

A operação ainda deve passar pelo crivo do Cade. A venda da refinaria Lubnor por US$ 34 milhões faz parte do plano de desinvestimento

DIPLOMACIA RUSSA

Bandeira branca? Putin diz que vai viabilizar comércio de grãos ucranianos e fertilizantes

Em conversa com o presidente da França e o chanceler da Alemanha, Putin afirmou que vai aumentar a oferta de grãos e fertilizantes

NÃO VINGOU

Terra 2.0 derrete mais de 60% no dia do lançamento; saiba por quê

A Terra 2.0 já acumula perdas; o renascimento da criptomoeda sofre com a perda de credibilidade, após falhas no protocolo da antiga moeda

NOVA CRIPTO NA ÁREA

Lançamento da Terra 2.0: vale a pena investir em um projeto criado pelos mesmos desenvolvedores da extinta Terra (LUNA)? Especialistas falam sobre nova criptomoeda

A resposta foi quase unânime: os analistas deixaram de acompanhar a Terra (LUNA) e não acreditam mais no projeto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies