🔴 TCHAUZINHO, NUBANK: Itaú BBA revela o nome da ação que pode colocar o roxinho para comer poeira; CLIQUE AQUI  e descubra a resposta no nosso Telegram

2022-08-17T17:04:39-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa renova máximas após ata do Fed tirar pressão do mercado; dólar desacelera alta

17 de agosto de 2022
8:30 - atualizado às 17:04

RESUMO DO DIA: O dia começa com cautela para as bolsas no exterior. Mais tarde, será divulgada a ata da mais recente reunião de política monetária do Federal Reserve, o que injeta aversão ao risco nos índices. Por aqui, o Ibovespa sai da temporada de balanços e cai diretamente no início da campanha eleitoral. A bolsa local tem se beneficiado dos resultados das empresas nos últimos pregões, mas deve perder tração devido ao cenário externo.

Acompanhe por aqui o que mexe com a bolsa, o dólar e os demais mercados hoje, além das principais notícias do dia.

O dólar à vista encerrou o dia em alta de 0,53%, a R$ 5,1678

O QUE DISSE O FED?

Apesar de reconhecer a possibilidade de ter carregado nas tintas, tudo indica que o Fed não está convencido de que o ciclo de aperto monetário está chegando ao fim — como  BC brasileiro já indicou.

A ata de hoje mostrou que os membros do comitê estão dispostos a reduzir o ritmo da alta, mas não colocar um freio nesse movimento.

CONFIRA OS DETALHES

Depois da reação pontual do mercado americano à ata do Federal Reserve, as bolsas em Nova York voltaram a ampliar os ganhos e o Ibovespa reduziu o ímpeto de alta.

O petróleo do tipo Brent encerrou a sessão em alta de 1,42%, a US$ 93,65 o barril após o estoque americano mostrar recuo no armazenamento da commodity.

 

 

GOLDMAN SACHS MAIS OTIMISTA COM MINERVA (BEEF3)

O Goldman Sachs elevou suas estimativas financeiras para a Minerva e aumentou o preço-alvo para as ações BEEF3, de R$ 15 para R$ 16 — um potencial de alta de 11% em relação às cotações atuais. A recomendação para os papéis é neutra.

Em relatório, o banco diz esperar pela continuidade do bom momento operacional da companhia até o ano de 2023, sustentado por exportações fortes (especialmente à China), por um ciclo de produção mais favorável e por um ambiente mais saudável de demanda no Brasil.

Apesar de não trazer grandes novidades sobre o futuro da política monetária e uma eventual deterioração da atividade econômica, a ata da última reunião do Federal Reserve aliviou a tensão que vinha se acumulando desde o início da sessão.

Os diretores se mostraram preocupados com a atividade econômica mais fragilizada, mas também destacaram que a alta dos preços começa a se enfraquecer. É bom lembrar que o encontro foi antes da divulgação da inflação estável no mês passado.

No Brasil, onde os ativos já exibiam maior fôlego, o Ibovespa passou a renovar máximas. Em Nova York, as bolsas reduziram o ritmo de queda

Nesta tarde, as empresas do setor de energia se destacam entre as maiores altas do dia.

Vindo de uma sessão de perdas, as empresas de mineração e siderurgia também aparecem entre os principais destaques, contrariando a queda do minério no mercado internacional. Acompanhe:

CÓDIGO NOME ULT VAR
CMIG4 Cemig PN R$ 12,94 4,78%
CPLE6 Copel PN R$ 7,23 4,48%
CMIN3 CSN Mineração ON R$ 4,02 4,42%
PCAR3 GPA ON R$ 19,79 3,88%
CIEL3 Cielo ON R$ 5,41 3,64%
Itaúsa (ITSA4): UBS BB vê potencial de alta de 26%

A Itaúsa (ITSA4) andou derrapando no segundo trimestre.

Embora tenha alcançado um lucro bilionário entre abril e junho, os ganhos da holding do Itaú Unibanco (ITUB4) caíram 12,5% em base anual.

A Itaúsa lucrou R$ 3 bilhões no segundo trimestre, o que representa uma queda de 12,5% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Ainda assim, o UBS BB avaliou como construtivo o desempenho geral do segundo trimestre em relação ao resultado operacional das empresas nas quais a Itaúsa tem participação.

Saiba se vale a pena comprar a holding famosa por pagar dividendos.

A bolsa brasileira segue oscilando, próxima da estabilidade, nesta quarta-feira, enquanto os principais índices em Wall Street continuam em queda.

Por volta das 14h20, o Ibovespa operava em alta de 0,10%, aos 113.623 pontos.

Quanto ao dólar, a moeda americana mantém-se estável, cotado a R$ 5,1770.

SOBE E DESCE DO IBOVESPA

Confira as maiores altas:

CÓDIGO NOME ULT VAR
CMIN3 CSN Mineração ON R$ 4,04 4,94%
CMIG4 Cemig PN R$ 12,89 4,37%
CPLE6 Copel PN R$ 7,22 4,34%
CIEL3 Cielo ON R$ 5,44 4,21%
PCAR3 GPA ON R$ 19,78 3,83%

E as maiores quedas do dia:

CÓDIGO NOME ULT VAR
QUAL3 Qualicorp ON R$ 10,98 -5,43%
VIIA3 Via ON R$ 3,44 -4,97%
AMER3 Americanas S.A R$ 14,47 -4,61%
CASH3 Meliuz ON R$ 1,32 -4,35%
HAPV3 Hapvida ON R$ 7,57 -3,44%

 

PELO FIM DA POISON PILL

Os sócios da Tenda (TEND3) podem deixar de contar com a proteção da poison pill, dispositivo que busca resguardar e manter o equilíbrio entre os acionistas minoritários.

A construtora anunciou nesta quarta-feira (17) que, atendendo a um pedido da Polo Capital, vai convocar uma Assembleia Geral Extraordinária para discutir a exclusão da regra de seu estatuto social.

CONFIRA OS DETALHES

IBOVESPA ZERA GANHOS

Após zerar as perdas no início da manhã e se descolar das bolsas internacionais, o Ibovespa voltou a ficar instável.

As perdas acompanham o exterior, que aguarda a ata do Fed.

Por volta das 13h, o Ibovespa operava em queda de 0,03%, aos 113.483 pontos.

O dólar à vista, por sua vez, segue estável e continua em alta, cotado a R$ 5,1710.

FECHAMENTO NA EUROPA
  • Frankfurt: -2,06%
  • Londres: -0,28%
  • Paris: -1,00%
  • Stoxx-600: -0,95%%
ITAÚ CORTA PREÇO-ALVO DE VALE3, COM RECOMENDAÇÃO NEUTRA

Uma das empresas mais queridas dos analistas já não brilha mais tanto assim aos olhos do Itaú BBA. O banco cortou a recomendação dos papéis da Vale (VALE3) de compra para neutro nesta quarta-feira (17), após atualizar suas projeções com a incorporação dos resultados da mineradora no segundo trimestre.

A revisão do modelo também levou o Itaú BBA a rever o preço-alvo do ADR, o recibo das ações da Vale negociado em Nova York. De uma projeção de US$ 20 ao final de 2022, o banco projeta agora um preço menor, de apenas U$ 15, para o final de 2023.

Atualmente, o papel negocia na faixa dos US$ 13, o que implicaria uma valorização de apenas 15% até o fim do ano que vem. Hoje, os ADRs, negociados na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), e as ações VALE3, negociadas na B3, recuam mais de 2%.

Confira qual é a nova análise do Itaú BBA sobre a mineradora.

IBOVESPA RENOVA MÁXIMA

O Ibovespa renova a máxima do dia, com alta de 0,31%, aos 113.860 pontos.

O dólar à vista, por sua vez, continua em alta, cotado a R$ 5,1668

 

Ibovespa tem a máxima aos 113.719,08 pontos, alta de 0,20%.

 

 

 

 

CHANCE DE RECESSÃO NOS EUA CAI PARA 20%

A inflação deu uma trégua em julho nos EUA, aumentando as expectativas de que o Federal Reserve (Fed) não precise ser tão ou mais agressivo na elevação da taxa de juros para conter o aumento de preços — arriscando lançar a economia norte-americana em recessão.

O dado não animou só os investidores como os grandes bancos. O Bank of America, por exemplo, reduziu para 20% as chances de uma recessão nos EUA ante 36% em junho. Em março, segundo o banco, as ações precificavam uma probabilidade de recessão de 75%.

Em julho, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) nos EUA ficou estável  na comparação com junho. Em 12 meses, o CPI subiu 8,5%, uma desaceleração em relação aos 9,1% de junho.

Uma pista dos próximos passos do Fed deve vir na ata da reunião do mês passado. O documento será divulgado às 15h.

VALE (VALE3) EM QUEDA

A queda da cotação do minério de ferro no mercado internacional pesou no desempenho da mineradora Vale, que está entre as maiores baixas do Ibovespa nesta manhã.

O rebaixamento da companhia pelo Itaú — que cortou os títulos da mineradora para recomendação neutra, com preço-alvo de R$ 15, o que representa uma desvalorização de 21% em relação ao fechamento do dia anterior —,  também refletiu na perda dos ânimos dos investidores.

Por volta das 11h50, a VALE3 caía 2,13%, cotada a R$ 68,44.

Há pouco, o Departamento de Energia dos Estados Unidos divulgou que os estoques de petróleo do país tiveram queda de 7,056 milhões de barris na semana.

A cotação da commodity reagiu ao dado em alta de quase 2%, refletindo as preocupações com a oferta e demanda e uma possível desaceleração da economia global.

O pico de alta fez com que as ações da Petrobras (PETR3;PETR4) também reagissem. Por volta das 11h40, o avanço era de cerca de 3%, puxando o Ibovespa ao campo positivo.

SOBE E DESCE DO IBOVESPA

Confira as maiores altas:

CÓDIGO NOME ULT VAR
COGN3 Cogna ON R$ 2,75 3,00%
EZTC3 EZTEC ON R$ 20,40 2,62%
CPLE6 Copel PN R$ 7,09 2,46%
MGLU3 Magazine Luiza ON R$ 4,24 2,17%
CMIG4 Cemig PN R$ 12,61 2,11%

 

 

E as maiores quedas do dia:

CÓDIGO NOME ULT VAR
VALE3 Vale ON R$ 68,32 -2,33%
QUAL3 Qualicorp ON R$ 11,37 -2,07%
BRAP4 Bradespar PN R$ 23,12 -1,83%
SULA11 SulAmérica units R$ 27,10 -1,74%
HAPV3 Hapvida ON R$ 7,72 -1,53%

O Ibovespa começou o dia em queda, acompanhando as bolsas internacionais, mas agora começa a dar sinais positivos e opera próximo da estabilidade, aos 113.488 pontos.

Lá fora, as bolsas continuam no campo negativo, à espera da ata do Fed.

O dólar à vista segue em alta, cotado a R$ 5,1724.

JP MORGAN: MUDANÇAS NA MODELAGEM

Passada a temporada de balanços do segundo trimestre, o JP Morgan atualizou a modelagem para duas empresas de seu universo de cobertura — e os efeitos foram opostos.

No caso da BB Seguridade (BBSE3), o banco americano elevou o preço-alvo de R$ 31,00 para R$ 32,50 — um potencial de alta de pouco mais de 5%. Já a Auren Energia (AURE3) teve o seu valor justo cortado de R$ 19,00 para R$ 18,00, uma valorização implícita de 25%. Ambos os papéis seguem com recomendação de compra.

O varejo americano segue emitindo sinais mistos para o mercado financeiro e dificultando a recuperação das bolsas.

Se ontem o balanço trimestral do Walmart injetou ânimo nos mercados após mostrar um resultado superior ao esperado, hoje a Target decepcionou e puxa os índices para baixo. Além disso, os dados brutos das vendas no varejo também foram considerados fracos.

No Brasil,o Ibovespa também começa o dia em queda, pesando também o recuo das commodities.

Minério de ferro cai -3,74% em Cingapura, cotado a US$ 101,55 a tonelada

SOBE E DESCE DO IBOVESPA

Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGO NOME ULT VAR
YDUQ3 Yudqs ON R$ 14,23 1,21%
RADL3 Raia Drogasil ON R$ 22,67 0,98%
MRFG3 Marfrig PN R$ 15,35 0,85%
CIEL3 Cielo ON R$ 5,27 0,77%
BRKM5 Braskem ON R$ 34,48 0,76%

 

Confira as maiores quedas:

CÓDIGO NOME ULT VAR
PETZ3 Petz ON R$ 1,21 3,11%
CASH3 Méliuz ON R$ 68,40 2,90%
VALE3 Vale ON R$ 23,56 2,60%
CSNA3 CSN ON R$ 15,58 2,56%
CVCB3 CVC ON R$ 7,67 2,56%

 

Ibovespa encerra os leilões em queda de 0,37%, aos 113.094,73 pontos

No mesmo horário, o dólar à vista continua em alta, cotado a R$ 5,2017

TROCA NO COMANDO

Na véspera da nova rodada de leilões de aeroportos, que acontece amanhã, o CEO da CCR (CCRO3), Marco Antonio Cauduro, decidiu renunciar ao cargo.

Apontado como favorito para arrematar o aeroporto de Congonhas, o grupo anunciou ontem que vai ficar fora da disputa. Mas a saída de Cauduro aparentemente não tem relação com esse fato.

De acordo com a CCR, o atual diretor-presidente pediu para deixar a companhia por questões de foro pessoal. Cauduro permaneceu por dois anos e meio no cargo.

A saída foi alinhada com o conselho de administração e o executivo vai participar do processo de transição.

A companhia deve ficar fora do leilão dos aeroportos, que acontece amanhã (18), saiba por quê 

 

DADOS DO VAREJO NOS EUA

Vendas no varejo dos EUA em julho ficam estáveis, ante consenso de +0,1%

Excluídos os automóveis, vendas sobem 0,4%, na margem, ante previsão de estabilidade

INFLAÇÃO NO REINO UNIDO

A taxa de inflação do Reino Unido alcançou 10,1% em ritmo anual em julho, a mais elevada em 40 anos, estimulada em particular pelo aumento dos preços dos alimentos, anunciou o Escritório Nacional de Estatísticas (ONS).

Em junho, a inflação em ritmo anual foi de 9,4%.

A alta de preços pode superar 13% em outubro, quando estão previstos aumentos drásticos dos preços da energia, segundo as previsões do Banco da Inglaterra.

O Ibovespa futuro abriu em baixa de 1,03%, aos 114.670 pontos.

No mesmo horário, o dólar à vista abriu em alta de 0,86%, cotado a R$ 5,1910.

OPORTUNIDADE DE SWING TRADE NA BOLSA

O nosso colunista, Nilson Marcelo, identificou uma oportunidade na bolsa hoje: lucro de mais de 14% com ações da IMC (MEAL3).

Leia a recomendação completa do analista aqui.

BOLSAS NO EXTERIOR
Confira aqui:
  • Dow Jones futuro: -0,47%
  • S&P 500 futuro: -0,67%
  • Nasdaq futuro: -0,79%
  • Euro Stoxx 50: -0,64%
  • Xangai (China): +0,45% (fechado)
  • Nikkei (Japão): +1,23% (fechado)
  • Petróleo Brent: US$ 91,99 (-0,38%)
  • Minério de ferro (Dalian, China): US$ 100,94 (-4,34%)
ESQUENTA DOS MERCADOS

Bom dia! A temporada de balanços terminou, a campanha eleitoral começou oficialmente e nada parece capaz de abalar o ânimo do Ibovespa.

Nem mesmo o fatídico agosto: a bolsa brasileira avançou 0,43%, aos 113.512 pontos, no último pregão, ampliando os ganhos do mês.

A grande dúvida dos investidores é se o principal índice da bolsa brasileira será capaz de manter o rali diante da agenda esvaziada dos próximos dias.

Para hoje, a participação do ministro da Economia, Paulo Guedes, em evento da TAG Investimentos é o acontecimento mais importante da quarta-feira (17).

Diante da ausência de indicadores e eventos corporativos no calendário, a bolsa fica a reboque dos mercados estrangeiros.

E os ventos vindos de fora hoje indicam a aproximação de uma frente fria — ideal para o casaco quente do bear market que vem atormentando os mercados.

As bolsas de valores da Europa abriram em queda e os índices futuros de Nova York estão no vermelho com os investidores à espera da divulgação da ata do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

O documento virá a público somente às 15h. Com isso, a tendência é de que a cautela se mantenha pelo menos até que o teor da ata seja conhecido e analisado.

Em sua última reunião, realizada no fim de junho, o Fed elevou a taxa básica de juro nos Estados Unidos em 0,75 pontos-base pelo segundo encontro seguido.

Agora, os investidores esperam sinais sobre o arrefecimento da alta de juros por lá.

Confira o que movimenta as bolsas, o dólar e o Ibovespa nesta quarta-feira.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

SEGURO MORREU DE VELHO…

Ação do IRB (IRBR3) pode subir mais de 50%, mas o Safra diz que não é hora de comprar; saiba por quê

26 de setembro de 2022 - 13:07

O banco tem recomendação neutra para os papéis da resseguradora, e cortou o preço-alvo de R$ 2,40 para R$ 1,70 em reflexo da oferta primária de ações que captou R$ 1,2 bilhão no início do mês.

DIVIDENDO E CAPITAL

Localiza (RENT3) vai colocar R$ 346 milhões no bolso dos acionistas, mas pode “tirar” uma parte em outra operação; entenda

26 de setembro de 2022 - 10:34

Localiza (RENT3) vai distribuir juros sobre o capital próprio (JCP), mas chama acionistas para aumento de capital que pode chegar a R$ 150 milhões

é hora de comprar?

XP inicia cobertura da Eletrobras (ELET3) com recomendação de compra e acredita que o papel pode subir 55%

26 de setembro de 2022 - 10:14

Para a XP, potencial de valorização da Eletrobras (ELET3) tem relação com forte geração de caixa e mudanças trazidas pela privatização

SEM CALMA ANTES DA TORMENTA

Fundador da Terra (LUNA) é procurado em 195 países e bitcoin (BTC) aguarda dados dos EUA: saiba o que movimenta as criptomoedas esta semana

26 de setembro de 2022 - 10:00

Caça ao fundador da Terraform Labs não interfere diretamente nas cotações da Terra (LUNA): o token LUNA salta 5,77% na manhã desta segunda-feira (26)

DÚVIDA CRUEL

Os analistas preferem as ações de shoppings, enquanto os gestores apostam em fundos imobiliários do setor — qual ativo é o ideal para a sua carteira?

26 de setembro de 2022 - 9:34

A retomada do segmento alimenta o otimismo do mercado, mas desperta dúvidas sobre qual é a melhor maneira de aproveitar o bom momento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies