Menu
2021-01-11T11:10:05-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta segunda-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

11 de janeiro de 2021
11:10
Selo para série preços e taxas do Tesouro Direto com uma sacola de dinheiro com pernas subindo e uma porcentagem caída no chão
Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstock

As taxas do Tesouro Direto abriram em alta nesta segunda-feira (11). O Tesouro IPCA+ 2026 (NTN-B Principal) é negociado com taxa de 2,64% ao ano mais IPCA, por um valor mínimo de R$ 59,40. O Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2055 (NTN-B) é negociado com taxa de 3,96% ao ano mais IPCA e aplicação mínima de R$ 47,61.

Já o Tesouro Prefixado 2023 (LTN) está pagando 4,95% ao ano para quem o comprar nesta segunda-feira, com aporte mínimo de R$ 36,37. O Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2031 (NTN-F) está pagando uma taxa de 7,59%, com aporte mínimo de R$ 34,95.

O único Tesouro Selic (LFT) disponível para compra atualmente no Tesouro Direto, com vencimento em 2025, está remunerando Selic + 0,1361% para quem o levar até o fim do prazo. A aplicação mínima é de R$ 107,05.

Lembre-se de que essas taxas do Tesouro Direto só são válidas para quem adquirir o título hoje e o levar até o vencimento. Na venda antecipada, o retorno pode ser bem diferente, uma vez que a venda é sempre feita a preço de mercado.

Confira os preços e taxas do Tesouro Direto nesta segunda-feira

O Tesouro Direto é o programa do Tesouro Nacional para compra e venda de títulos públicos federais on-line pela pessoa física. O investimento mínimo é de apenas R$ 30, desde que essa quantia não seja inferior a 1% do valor de um título.

Para investir no Tesouro Direto, o ideal é abrir conta em uma corretora de valores que não cobre taxa de administração. Dessa forma, o único custo do investimento, além dos impostos, é a taxa de custódia paga à bolsa, de 0,25% ao ano.

Os títulos públicos federais são os investimentos de menor risco de crédito da economia brasileira, pois são garantidos pelo governo. Mas há risco de mercado, uma vez que há volatilidade nos preços.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Piorou

FGV: confiança da indústria cai 3,5 pontos em janeiro ante dezembro, diz prévia

Houve redução da satisfação em relação ao momento presente, mas também piora das expectativas sobre os próximos meses, apontou a FGV.

Briga de peixe grande

BTG Pactual capta mais R$ 2,6 bilhões com oferta de ações e entra de vez na disputa dos bancos digitais

O preço por unit (certificado de ações) do banco foi definido em R$ 92,52, o que representa um pequeno desconto de 0,32% em relação ao fechamento dos papéis ontem na B3

Prazo de 60 dias

TCU cobra crédito dado a bancos públicos

A devolução envolve também os aportes feitos nas instituições por meio de um instrumento híbrido de capital e dívida, chamado de IHCD.

Agora vai?

Reforma tributária deve sair este ano, diz Bolsonaro

A reforma tributária é uma das apostas do governo para a retomada da economia após a pandemia da covid-19.

Pré-mercado

Bolsas lá fora caem com avanço da covid-19 e dados ruins da economia

As bolsas europeias e Wall Street reagem mal ao avanço da covid-19 e a dados mais fracos da indústria, mas mercado brasileiro pode se descolar com notícias positivas sobre vacina

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies