Menu
2021-06-03T18:19:50-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Novidades no crédito rural

Vinci Partners se une a Chrimata para investir e financiar projetos no agronegócio

O objetivo da parceria é preencher a ausência de opções de financiamentos de longo prazo e custo competitivo para produtores rurais

10 de maio de 2021
15:49 - atualizado às 18:19
Vinci Partners Chrimata Agronegócio
Plantação de soja no Brasil - Imagem: Shutterstock

A gestora de fundos Vinci Partners anunciou hoje (10) uma parceria com a Chrimata, boutique de investimentos especializada no setor do agronegócio, para levantar recursos destinados ao crédito rural.

O objetivo da associação é disponibilizar financiamentos de longo prazo, a custo competitivo, ao produtor rural que, na visão das instituições, carece desse tipo de capital. 

A ausência de opções de financiamento identificada pelas empresas é reforçada pelo pipeline do negócio, que já conta com 12 possíveis transações que somam mais de 70 mil hectares de área de plantio e R$ 1 bilhão em investimentos.

A parceria envolve também o esforço conjunto de duas áreas internas da Vinci. As gestoras imobiliária e de crédito da empresa, que atualmente cuidam de cerca de R$ 7,5 bilhões de ativos em seus segmentos, se unirão na busca por investidores interessados no negócio.

Já a Chrimata vai agregar a experiência de seus criadores com o crédito rural à iniciativa. A boutique foi fundada por Ricardo Prado e Rodrigo Kuchauskas, executivos responsáveis por mais de R$ 2,75 bilhões em transações ligadas ao agronegócio.

"Trata-se de um segmento com menor correlação em relação aos demais da economia e que vem se beneficiando da valorização do preço das commodities agrícolas e do dólar frente ao real, além de boas perspectivas do crescimento mundial esperado para os próximos anos", afirma Marcello Almeida, sócio da Vinci Partners e head de crédito, em comunicado.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

E a fila aumenta

BR Partners faz registro de IPO que pode movimentar até R$ 620 milhões

Banco de investimentos fundado por Ricardo Lacerda pretende fazer uma oferta pública de Units, com faixa de preço entre R$ 16 e R$ 19

Pedido ao presidente

Instituto Aço Brasil pede a Bolsonaro para não reduzir tarifa de importação

Na visão do presidente executivo da entidade, Marco Polo de Mello Lopes, não há cenário de excepcionalidade que justifique tal medida

Insights Assimétricos

Preparado para a Super Quarta? O que você precisa saber antes das decisões do Fed e do Copom sobre juros

Um ajuste dos juros, mantendo-os ainda abaixo do neutro (entre 5,5% e 6,5%), seria salutar. Uma alta para além disso, contudo, poderá comprometer a retomada brasileira

Caçadores de tendências

Itaú Asset lança mais 3 ETFs com foco em inovação nas áreas de saúde, tecnologia e consumo dos millennials

Gestora do Itaú agora aposta em índices de empresas globais ligadas a tendências de consumo que estão mudando a sociedade

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

As ações das novas petroleiras valem a pena?

Nos recentes movimentos de rotação de carteiras nos mercados, temos nos deparado com a dicotomia Velha Economia (empresas de segmentos tradicionais) e Nova Economia (empresas ligadas à tecnologia e novas formas de consumo). Dentro do que se convencionou chamar de Velha Economia, temos visto o destaque das empresas de commodities, justamente o forte do Brasil. […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies