Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-03T18:19:50-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Novidades no crédito rural

Vinci Partners se une a Chrimata para investir e financiar projetos no agronegócio

O objetivo da parceria é preencher a ausência de opções de financiamentos de longo prazo e custo competitivo para produtores rurais

10 de maio de 2021
15:49 - atualizado às 18:19
Vinci Partners Chrimata Agronegócio
Plantação de soja no Brasil - Imagem: Shutterstock

A gestora de fundos Vinci Partners anunciou hoje (10) uma parceria com a Chrimata, boutique de investimentos especializada no setor do agronegócio, para levantar recursos destinados ao crédito rural.

O objetivo da associação é disponibilizar financiamentos de longo prazo, a custo competitivo, ao produtor rural que, na visão das instituições, carece desse tipo de capital. 

A ausência de opções de financiamento identificada pelas empresas é reforçada pelo pipeline do negócio, que já conta com 12 possíveis transações que somam mais de 70 mil hectares de área de plantio e R$ 1 bilhão em investimentos.

A parceria envolve também o esforço conjunto de duas áreas internas da Vinci. As gestoras imobiliária e de crédito da empresa, que atualmente cuidam de cerca de R$ 7,5 bilhões de ativos em seus segmentos, se unirão na busca por investidores interessados no negócio.

Já a Chrimata vai agregar a experiência de seus criadores com o crédito rural à iniciativa. A boutique foi fundada por Ricardo Prado e Rodrigo Kuchauskas, executivos responsáveis por mais de R$ 2,75 bilhões em transações ligadas ao agronegócio.

"Trata-se de um segmento com menor correlação em relação aos demais da economia e que vem se beneficiando da valorização do preço das commodities agrícolas e do dólar frente ao real, além de boas perspectivas do crescimento mundial esperado para os próximos anos", afirma Marcello Almeida, sócio da Vinci Partners e head de crédito, em comunicado.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

RIQUEZA DIGITAL

Dancinha milionária: estrelas do TikTok já ganham mais do que grandes executivos nos Estados Unidos; veja quanto elas faturam

Os milhões de seguidores de alguns tiktokers são irresistíveis para as marcas, que acabam gastando muito dinheiro não só em anúncios como em suas linhas de produtos

DA REALIDADE PARA O NOVO DIGITAL

Walmart no metaverso: gigante do varejo dos EUA vai fabricar e vender no mundo virtual; entenda

Para ter um pé nesse universo, Nike e marcas de vestuário como Urban Outfitters, Ralph Lauren e Abercrombie & Fitch também entram com pedidos de marca registrada

PEGA LADRÃO!

Fechada na economia e aberta ao cibercrime: Coreia do Norte desvia milhões de dólares com ataques a plataformas de criptomoedas em 2021

Norte-coreano Lazarus ganhou notoriedade com invasões cibernéticas à Sony Pictures e à WannaCry. Grupo já foi sancionado pelos Estados Unidos e pela ONU

EFEITOS DO CLIMA

Usiminas (USIM5) retoma gradualmente atividades de mineração afetadas por chuvas em Minas Gerais

Segundo o grupo, os problemas ainda afetam empresas responsáveis pela cadeia de escoamento de minério

Conteúdo Empiricus

Dos R$2 mil aos R$100 mil em 12 meses com esta criptomoeda? Criptoativo criado por sócio de Steve Jobs faz parte do segmento que pode decolar e deixar o Bitcoin no chinelo após evento do dia 24 de janeiro

Ele fundou a Apple junto de Steve Jobs e agora criou uma nova criptomoeda que custa centavos e pertence ao ecossistema que pode saltar 5.000% em 2022 e enriquecer os seus investidores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies