Menu
2021-01-08T07:22:11-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
BOAS NOTÍCIAS

Petrobras bate recorde de produção em 2020

Empresa anuncia também a venda de suas participações societárias em complexos eólicos no Rio Grande do Norte

8 de janeiro de 2021
7:22
Plataforma da Petrobras no Rio de Janeiro
Imagem: shutterstock

A Petrobras bateu recorde de produção de petróleo e gás em 2020, graças ao desempenho dos ativos no pré-sal.

A companhia informou na quinta-feira (7) à noite que a produção anual de petróleo somou 2,28 milhões de barris por dia (bpd), enquanto a produção total (que inclui gás natural) alcançou 2,84 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed).

Os recordes anteriores ocorreram em 2015 e foram de 2,23 milhões de bpd de óleo e 2,79 milhões de boed total.

A produção no pré-sal totalizou 1,86 milhão de boed em 2020, representando 66% da produção total da Petrobras. Em 2015, essa produção no pré-sal correspondia a 24%.

A companhia destacou que os resultados acima do previsto originalmente foram atingidos com a produção acima da capacidade nominal de processamento no campo de Búzios, menor declínio de produção nos campos de Tupi e Sapinhoá (em função de melhor desempenho dos reservatórios) e maior eficiência de produção e otimização de paradas de produção nas plataformas.

“Os recordes demonstram o bom desempenho operacional mesmo no cenário desafiador de 2020, com maior foco em ativos de classe mundial em águas profundas e ultraprofundas, onde a Petrobras tem demonstrado grande diferencial competitivo”, diz trecho do comunicado.

Vendendo mais ativos

Além do anúncio sobre a produção recorde em 2020, a Petrobras também divulgou ontem a venda de participação em três de quatro parques eólicos do complexo localizado em Guamaré, no Rio Grande do Norte, como parte da estratégia de reduzir o endividamento e concentrar esforços e recursos em ativos mais rentáveis.

A companhia assinou com a V2I Transmissão de Energia Elétrica, que tem como gestora a Vinci Infraestrutura, contrato para vender a sua participação de 49% na Eólica Mangue Seco 1, por R$ 42,5 milhões.

Ela também fechou outro acordo com a V2I, para a venda conjunta com a Wobben Windpower da totalidade de suas participações (51% Wobben e 49% Petrobras) na Eólica Mangue Seco 3 e Eólica Mangue Seco 4, com a estatal recebendo R$ 90 milhões pela sua fatia.

No caso da Eólica Mangue Seco 2, a Petrobras informou que o processo de desinvestimento de sua participação de 51% continua em andamento, na fase vinculante.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

o melhor do seu dinheiro

Era uma segunda vez

Eu contei para você há umas duas semanas como foi a minha primeira vez. Pois o destaque do Seu Dinheiro desta quinta-feira me fez lembrar da segunda, que aconteceu por telefone. Estava no meio do trabalho quando atendi a ligação. Do outro lado da linha, uma doce voz feminina me abordou com um típico canto de sereia: […]

PREÇOS EM ALTA

IGP-M sobe 2,58% em janeiro, acima do esperado pelos economistas

Indicador referência para reajuste de contratos de aluguel foi puxado pelas commodities e combustíveis

Esquenta dos mercados

Mercado amanhece pessimista após fala de Powell e espera (com medo) o PIB dos EUA

Outra coisa que deve ficar no radar dos investidores é a divulgação do IGP-M, que deve voltar a acelerar, juntamente com o déficit do governo central e o desemprego.

mais uma pra bolsa

Distribuidora de medicamentos avalia IPO

Elfa Medicamentos atua no mercado de distribuição de medicamentos para hospitais e é controlada por fundos do Patria Investimentos

NÚMEROS DA PANDEMIA

Brasil registra 1.283 mortes por covid-19 em 24 horas

Número total de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no país chegou a 8.996.876, segundo Ministério da Saúde

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies