Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-12T19:34:55-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
O rei está vivo

Hambúrguer, frango ou pizza? Ação do Burger King dispara após anúncio de fusão com a Domino’s

Ações da rede de fast food dispararam quase 8% com o anúncio da associação com a dona da rede de pizzarias, feito no fim de semana

12 de julho de 2021
12:03 - atualizado às 19:34
BK, Popeyes, Bueguer King, Domino's, pizza, hamburguer
Imagem: Divulgação

Hambúrguer, frango ou pizza? Eis uma pergunta poderia ser feita tanto em uma noite de sábado quanto após o anúncio de fusão entre o BK Brasil, dono das redes Burger King e Popeyes no país, e a DP Brasil, dona da rede de pizzarias Domino's por aqui.

Depois de anunciar a transação no fim de semana, os executivos do BK Brasil fizeram uma teleconferência para analistas e investidores entenderem melhor o que pretendem com essa união.

E o mercado parece ter aprovado o cardápio. As ações do Burger King Brasil (BKBR3) passaram o dia operando em forte alta e fecharam com ganhos de 7,92%, cotadas a R$ 12,40.

Com a operação, o BK Brasil passará a operar 1,2 mil restaurantes no país, se tornando a maior empresa de fast food do Brasil.

A operação será realizada com troca de ações, sendo que os acionistas da DP Brasil, que controla a rede de pizzarias, terão cerca de 16% do Burger King, que tem valor de mercado de aproximadamente R$ 3,3 bilhões.

Vale o que vier

De acordo com a apresentação virtual do presidente do BK Brasil, Iuri Miranda, e do CFO da empresa, Gabriel Guimarães, a parceria pretende unir as operações das três marcas - Burger King, Popeyes e Domino's. Entre os destaques, estão a criação de cozinhas centrais e ghost kitchens, focadas apenas em entregas. 

O delivery também é uma peça-chave nessa fusão de operações. Cerca de 60% das entregas da Domino’s são feitas por entregadores próprios da pizzaria.

A empresa calcula que existem 35 milhões de brasileiros que usam o delivery uma ou mais vezes por semana, e os executivos enxergam potencial de crescimento mesmo após o fim da pandemia.

Superatendimento

O delivery deve influenciar ainda mais o resultado da empresa com a proposta de integrar os sistemas de atendimento. Por meio de call centers especializados, as redes Burger King, Popeyes e Domino’s devem aumentar a presença digital.

“Call Center” é um nome um pouco antiquado para o que realmente representa. Esses centros devem focar em pedidos por WhatsApp e pelo aplicativo de cada marca. Outro objetivo é melhorar a experiência dentro das lojas, com tokens de autoatendimento e mais alternativas de pagamento.

A parceria ainda precisa ser aprovada pela CVM, mas as empresas esperam que a operação esteja concluída até o final do quarto trimestre. Entretanto, de acordo com o exposto por Iuri Miranda, a estrutura acionária não deve sofrer maiores alterações.

A expectativa é de que a convocação da assembleia geral extraordinária para deliberar sobre o acordo seja marcada para outubro.

O que pensam os analistas

Para os analistas do BTG Pactual, o movimento é realmente bastante positivo para o Burger King Brasil.

Segundo o banco, além das sinergias operacionais, a fusão dará ao BK um maior poder de barganha com os fornecedores, o que potencialmente pode diminuir os custos para a empresa.

Outro ponto importante, segundo o BTG, é a bem-sucedida estratégia digital da Domino's, que pode ser aproveitada nesta parceria.

Na opinião dos analistas, o segmento de restaurantes no Brasil ainda deve ter dificuldades no curto prazo, mas deve ser um dos mais beneficiados com a retomada da demanda.

"A estratégia de expansão e os números consistentes nos balanços tornam o BK Brasil capaz de continuar ganhando participação neste mercado, ainda bastante fragmentado", diz o BTG.

O banco espera uma melhora média anual de 23% nos resultados do Burger King até 2025, e tem recomendação de compra para a ação.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Foguete? Tô fora!

Warren Buffet: o bilionário que não quer conhecer as estrelas

Enquanto Bezos, Musk e Branson protagonizam a nova corrida especial, o Oráculo de Omaha prefere apenas observar

O melhor do Seu Dinheiro

O seu momento Sherlock Holmes

Na adolescência, ouvia que quem buscasse por romance policial brasileiro deveria ler algo do Rubem Fonseca. Era uma vontade minha achar uma história desse gênero que fosse mais próxima da minha realidade — e o filtro nacionalidade me pareceu o mais adequado.  A ideia surgiu depois de ter conhecido parte das histórias criadas por Agatha […]

Mesa Quadrada

Comentarista da ESPN Paulo Antunes fala da sua paixão por futebol americano e experiência no mercado financeiro

Ele conta sobre suas aventuras na cobertura de futebol americano e basquete e ainda revela seus investimentos na Bolsa em novo episódio do podcast Mesa Quadrada

Garantindo a oferta

Crescem ofertas de ações com reserva antecipada

As ancoragens normalmente conseguem atrair mais investidores, numa espécie de chancela prévia, com potencial impacto positivo no preço da ação.

alto escalão

Fleury: CFO Fernando Leão renuncia ao cargo e será substituído por José Filippo

O Fleury informou que os dois executivos trabalharão juntos em um processo de transição estruturado que se terminará em dia 31 de agosto.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies