Menu
2020-11-18T07:39:11-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
REFORÇANDO O CAIXA

Burger King levanta R$ 510,3 milhões para retomar atividades

Cadeia de restaurantes fast-food emite 47,25 milhões de ações a R$ 10,80, visando retomar plano de expandir número de unidades

18 de novembro de 2020
7:39
Burger King
Imagem: Shutterstock

De olho na retomada das atividades, depois de ser duramente atingida pela pandemia de covid-19, a rede de restaurantes fast-food Burger King (BKBR3) anunciou na terça-feira (18) à noite a captação de R$ 510,3 milhões através de uma oferta subsequente de ações (follow-on).

A empresa emitiu 47.250.000 novas ações. O total considera o lote adicional de papéis, equivalente a 35% da quantidade original, cerca de 12.250.000 ações.

O preço por unidade, aprovado pelo conselho de administração, foi de R$ 10,80, abaixo dos R$ 11,04 em que fecharam o pregão de terça-feira na B3. Segundo a companhia, o valor foi determinado com base na última cotação e nas indicações de interesse de investidores.

A operação foi uma oferta de esforços restritos, isto é, não estava aberta aos investidores em geral.

A operação ocorre depois de o Burger King sentir duramente os efeitos da pandemia de covid-19. Obrigada a fechar seus restaurantes, ela encerrou o terceiro trimestre com prejuízo de R$ 106 milhões e queda de 28% da receita em relação ao mesmo período de 2019.  

Segundo a companhia, os recursos serão utilizados para retomar o plano de crescimento de restaurantes Burger King e Popeyes, via expansão e aberturas, aceleração das iniciativas de transformação digital e remodelação de unidades existentes.

As novas ações devem estrear na B3 na quinta-feira (19), com a liquidação física e financeira marcada para sexta-feira (20). A oferta foi coordenada por Itaú BBA e Santander Brasil.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

APRENDENDO COM O PROFESSOR BESSEMBINDER

O clube dos 900%: o que você pode aprender com os maiores casos de geração de riqueza da Bolsa americana

Empresas quebrando são mais frequentes que empresas dominando o mundo em algumas décadas. Mas poucos acertos podem rechear a sua carteira e garantir sua aposentadoria precoce.

Entrevista

‘Desemprego alto e déficit público nos deixam cautelosos’, diz presidente da Whirlpool

CEO da fabricante das marcas Consul e Brastemp diz estar cauteloso para investir em produção e em relação à sustentabilidade da demanda, por conta de desemprego e da situação fiscal

Mercadores da noite

Bolsa, dólar e juros subindo: qual dos três está mentindo?

Quando a Bolsa, o dólar e as taxas de juros estão subindo ao mesmo tempo, um dos três está mentindo – qual deles será e o que fazer?

Infraestrutura

Novo marco legal para ferrovias vai a votação no Senado na próxima semana

Legislação promete organizar regras do setor e permitir novos formatos para a atração de investimentos privados

Telecomunicações

Operadoras cobram transparência do governo na definição da tecnologia 5G

Teles se dizem preocupadas com as “incertezas” relativas ao processo, depois de governo sinalizar banimento da chinesa Huawei

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies