🔴 DÓLAR A 5,38 E PODE SUBIR MAIS – VEJA COMO PROTEGER O SEU PATRIMÔNIO

Rafaella Bertolini
Novos ares

Dominando os céus: Embraer (EMBR3) fecha parceria em mobilidade aérea urbana na Austrália

A ideia com o acordo é validar os parâmetros aplicados a futuras operações do eVOLT, o “carro voador”. Os primeiros voos estão previstos para 2026

Arte conceitual do eVTOL da Eve, subsidiária da Embraer (EMBR3)
A Eve Urban Air Mobility desenvolve carros elétricos voadores de pouso vertical (VTOL – Vertical take-off and landing) / Imagem: Divulgação

A Embraer (EMBR3) encontrou um novo céu a ser explorado — e está com as turbinas no máximo. A Eve, sua subsidiária no setor de mobilidade aérea urbana, fechou mais uma parceria, desta vez na Austrália: os brasileiros vão trabalhar junto com a Microflite para desenvolver esse tipo de operação no país.

As duas empresas planejam iniciar a parceria usando helicópteros — a ideia é validar os parâmetros que serão aplicados a futuras operações de aeronaves elétricas de pouso e decolagem vertical (eVTOL), o “carro voador”. Os primeiros voos estão previstos para 2026.

Além disso, as empresas buscam desenvolver um ambiente seguro para as operações da Eve junto com outras partes interessadas da indústria. 

“Nossa parceria com a Microflite permite que a Eve injete inovação e novas soluções de mobilidade no mercado australiano. Podemos entregar uma solução abrangente, incluindo serviços de manutenção e gerenciamento de tráfego aéreo. Isso nos prepara para apresentar nossas aeronaves à Austrália, enquanto nos beneficiamos da extensa experiência operacional local da Microflite”, diz o CEO da Eve Urban Air Mobility.

Decolagem no desempenho da Embraer (EMBR3)

Depois de enfrentar uma fase difícil, a Embraer começa a reconquistar a confiança dos investidores — e muito desse movimento se deve à Eve e suas parcerias ao redor do mundo.

Após as enormes turbulências causadas pelo rompimento do acordo com a Boeing e a queda na demanda por aeronaves em meio à pandemia, as ações ON da Embraer (EMBR3) mais que dobraram de valor desde o começo do ano. Nesta quinta-feira (2), os papéis abriram em alta de 1,88%, a R$ 23,35.

Com ganhos de mais de 160% em 2021, EMBR3 está entre as ações de melhor desempenho de toda a carteira do Ibovespa.

Compartilhe

FIIs HOJE

Os dividendos do XPLG11 vão aumentar após aquisição de R$ 300 milhões? Veja o impacto da compra nos proventos do fundo imobiliário

14 de junho de 2024 - 11:10

Com a transação, o XP Log terá direito a 100% do resultado operacional líquido do novo ativo, o que pode aumentar as receitas (e os proventos)

LOTERIAS

Quando a Mega-Sena falha, a Lotofácil não decepciona; veja os ganhadores

14 de junho de 2024 - 5:54

Enquanto o prêmio acumulado da Mega-Sena atingiu a marca de R$ 47 milhões, a Lotofácil teve dois ganhadores na noite de quinta-feira

Pressão do mercado

Haddad diz que “vai dar uma geral” no Orçamento 2025 e acelerar agenda de cortes de gastos

13 de junho de 2024 - 16:40

Segundo o ministro da Fazenda, será feita uma “revisão ampla, geral e irrestrita” das propostas para reduzir despesas

Questão fiscal brasileira

‘Modelo de arrecadação esgotou e governo tem que olhar para os custos’, afirma sócio da O2 capital

13 de junho de 2024 - 9:16

Oestes Costa comenta a necessidade de uma mudança na agenda econômica para “destravar o país” e recomenda investimentos para uma carteira diversificada; confira

LOTERIAS

Lotofácil sai para bolão em SP e Caixa recebe apostas exclusivas para a Quina de São João; Mega-Sena acumulada corre hoje

13 de junho de 2024 - 5:54

Enquanto a Lotofácil faz jus à fama de loteria “menos difícil” do Brasil, prêmio da Mega-Sena está acumulado em R$ 40 milhões

PRÊMIO BANCO CENTRAL DO ANO

Recado para Lula e Haddad? A declaração de Campos Neto sobre a autonomia do BC e as decisões de juros para conter inflação

12 de junho de 2024 - 19:54

Presidente da autoridade monetária recebeu o prêmio “Banco Central do Ano”, conferido pelo portal de notícias Central Banking, em Londres e aproveitou para falar sobre sua gestão

AJUDA AO GOVERNO

Dividendos pingando na conta do Tesouro: BNDES eleva pagamento de proventos para 50% — e cifra deve chegar a R$ 16 bilhões

12 de junho de 2024 - 19:30

Aumento do percentual de pagamento de dividendos de 25% para 50% não deve reduzir os desembolsos do banco, segundo Aloizio Mercadante

De olho nos petrodólares

Ministro da Agricultura elege sauditas como “parceiros preferenciais”

12 de junho de 2024 - 18:42

Fávaro disse que tem fechado acordos para infraestrutura e formação de fundos com a Arábia Saudita

PRESTAÇÃO DE CONTAS

O que o TCU viu de certo — e também de errado — nas contas do governo Lula em 2023?

12 de junho de 2024 - 18:21

A auditoria da prestação de contas de Lula no ano passado verificou cerca de R$ 109 bilhões em irregularidades e distorções de valor no balanço da União

MINISTROS DIVIDIDOS

A remuneração do FGTS vai mudar: confira a decisão do STF sobre o cálculo que pode afetar o setor imobiliário

12 de junho de 2024 - 16:15

Atualmente, os valores depositados no fundo remuneram a Taxa Referencial (TR) mais 3% ao ano, além do eventual lucro no período, mas o cálculo vai mudar.

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar