Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-04-28T17:21:01-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Taxa zero por muito tempo

Fed mantém juros e Powell fala em “apoio poderoso” à economia

Nem mesmo os indícios de que a economia dos EUA acelerou foram o bastante para que banco central optasse pela elevação da taxa básica

28 de abril de 2021
17:20 - atualizado às 17:21
Jerome Powell, presidente do Fed
Imagem: Federal Reserve

Seguindo todas as previsões do mercado financeiro, os integrantes do Comitê Federal de Mercado Aberto do Federal Reserve (Fomc, da sigla em inglês) anunciaram hoje (28) a uma nova decisão unânime pela manutenção da taxa básica de juros dos Estados Unidos, atualmente entre 0% e 0,25% ao ano.

Em coletiva de imprensa após o comunicado, o presidente do Fed, Jerome Powell, voltou a destacar que o banco central dos EUA também seguirá com o “apoio poderoso” à economia do país até que a retomada esteja garantida.

Nada de novo sob o sol norte-americano

Apesar dos indícios de que a economia acelerou nos últimos três meses, a instituição seguiu o mesmo roteiro que tem sido utilizado desde o ano passado e continuará apostando na política acomodatícia até que suas metas para a inflação e emprego sejam atingidas.

O Fed também reforçou que manterá a compra de ativos e engordará sua carteira de títulos públicos com US$ 120 bilhões. Serão destinados US$ 80 milhões aos títulos do tesouro e US$ 40 bilhões aos títulos hipotecários todos os meses.

Como declarou Jerome Powell, a avaliação é de que ainda não é hora de começar a falar sobre uma redução nos estímulos.

Inflação acima da meta não preocupa

A instituição também revelou que o avanço dos preços não é tão ameaçador para a sua política monetária. O Fed permitirá que a inflação fique “moderadamente” acima de sua meta de 2% por “algum tempo”.

A lógica da estratégia considera que o índice aqueceu por fatores transitórios e, no longo prazo, seguirá ancorado no percentual perseguido pelas autoridades.

Mercados reagem

Mesmo sem trazer nenhuma surpresa o comunicado agitou as bolsas. Por aqui, o Ibovespa engatou em um alta firme após o anúncio e a cotação do dólar ante o real atingiu o menor nível intradiário desde 19 de fevereiro, a R$ 5,38.

Por volta das 17h20, o principal índice acionário brasileiro subia 1,40%, aos 121.061 pontos.

Já no exterior predomina a cautela: as bolsas de Nova York chegaram a ganhar fôlego com o discurso de Powell, mas seguem em queda. Os índices Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq recuam 0,48%, 0,08% e 42%, respectivamente.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

FECHAMENTO DO DIA

Auxílio Brasil segue pressionando a curva de juros, mas Ibovespa e dólar conseguem alguma recuperação

O Ibovespa bateu na trave e o Banco Central conseguiu segurar o câmbio, mas a pressão sobre as contas públicas segue castigando a curva de juros

Carros elétricos em alta

Para a Tesla (TSLA34) de Elon Musk, não há crise no setor automotivo: o terceiro trimestre teve lucro recorde

A Tesla (TSLA34) vai na contramão do restante do setor: a empresa de Elon Musk está vendendo mais carros e reportou um balanço forte no 3T21

AULA DE GIGANTES

De Round 6 a Mano Brown e Luiza Trajano, aprenda 5 ensinamentos para multiplicar seu patrimônio

Referências do mercado financeiro podem trazer insights relevantes para os investidores; confira algumas que o ‘Seu Dinheiro’ listou

Contornando o teto

Economistas veem ‘contabilidade criativa’ em negociação do Auxílio Brasil

Parte do benefício, com parcelas de R$ 400, deve ficar de fora da regra que comanda o avanço das despesas públicas brasileiras

De onde virá o dinheiro?

Governo confirma Auxílio Brasil em R$ 400, mas sem revelar de onde vai tirar o dinheiro para bancar o benefício

O ministro da Cidadania não respondeu às perguntas da imprensa nem confirmou a fonte de recursos para o novo programa social, o que é a grande preocupação dos mercados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies